Fluxo de veículos reduz, mas excessos de velocidade se mantêm na capital

Apesar da redução no fluxo de veículos em Teresina durante a pandemia da Covid-19, o número de excessos de velocidade tem se mantido proporcional à quantidade do registro de infrações anterior à pandemia.  De acordo com levantamento feito pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) referente ao mês de março, entre os dias 01 e 19, os excessos de velocidade correspondiam à 46% do total de infrações, já entre os dias 20 e 31 de março, em que o isolamento social foi intensificado, correspondiam à 70% do total de infrações.

Os dados também apontam que o fluxo veicular teve uma redução de 62% na primeira semana do isolamento social pela Covid-19, voltando a crescer 40% na segunda semana de quarentena.

Alyne Costa, gerente de Gestão de Trânsito da Strans, explica que apesar de o fluxo estar reduzido, os excessos de velocidade permaneceram. “O fluxo veicular reduziu, só que os condutores continuaram desrespeitando as leis de trânsito, cometendo excessos nas principais avenidas da capital e aumentando a média de velocidade praticada nas vias”, pontua.

A gerente ressalta, ainda, que de acordo com a deliberação 185 do Contran, não há suspensão dos serviços de fiscalização de trânsito. “Somos um serviço público de fiscalização que envolve a preservação da vida. Uma das formas de garantir a segurança dos nossos condutores e pedestres, é realizando o monitoramento dessas vias, para que assim a população respeite as leis de trânsito e a vida dos teresinenses seja preservada, principalmente durante esse momento difícil que o mundo tem enfrentado. Afinal, quanto menos acidentes, mais leitos de hospitais estarão disponíveis durante a pandemia”, completa.

Segundo o Contran, em termos de fiscalização, estão suspensos apenas os prazos de recursos e de vencimento de documentos, por tempo indeterminado. As medidas previstas na lei devem resguardar o exercício e o funcionamento de serviços públicos e atividades essenciais. 

Strans reforça sinalização de velocidade nas vias da cidade

Para melhor orientar os condutores de veículos quanto aos limites de velocidade, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está fazendo um reforço na sinalização horizontal das vias públicas que têm radar. A medida está sendo feita com a pintura do limite permitido no asfalto da via.

O gerente de Engenharia de Tráfego da Strans, José Lopes, enfatiza que as ações pretendem alertar os motoristas para a importância do respeito à velocidade permitida. “Todas as ruas e avenidas com radares de velocidade já têm sinalização vertical, mas estamos reforçando a horizontal nas proximidades dos aparelhos para que não haja dúvida sobre os limites aceitos em cada uma”, enfatiza.

Lopes informa que o trabalho foi iniciado pela zona sul, sendo seguido da sudeste e depois leste, finalizando com a zona norte. “Estamos fazendo esse trabalho por área e em poucos dias será concluído em todas as zonas da cidade”, afirma.

Strans realizará mudança de velocidade em rua do Vamos Ver O Sol

A partir deste sábado (16), será implantada a sinalização e a regulamentação de velocidade da Rua Dr. Manoel Ayres, localizada no bairro Vamos Ver O Sol. A via passará a ter velocidade de 50 km/h. A medida foi tomada para dar maior segurança viária, assim como tornar a travessia de pedestres mais segura.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, novas placas serão colocadas na via.

“Nós vamos fazer a revitalização de toda a sinalização horizontal dessa via, que é a principal do bairro, e melhorar a sinalização vertical com a implantação de novas placas. Também vamos reduzir a velocidade para 50 km/h. Com isso, poderemos reduzir os riscos de acidente e ainda passarmos a ter uma avenida mais calma para os pedestres se deslocarem”, explicou o diretor.