Terminal do Parque Piauí recebe ação de incentivo à coleta seletiva

Ascom/Semduh

O embarque da manhã de hoje foi rumo a uma Teresina mais limpa e consciente ambientalmente. O Terminal da Integração do Parque Piauí foi o ponto escolhido para a ação “Ambiental nos Terminais”, que tem o objetivo de incentivar a prática da coleta seletiva pela população, garantindo uma destinação correta para materiais de plástico, papel, vidro e metal.

Durante os horários de maior movimentação, de 7h às 9h, e de 11 às 13h,  quem passou pelo terminal foi recebido pelo Pevinho, o mascote da educação ambiental, e sua turma, com orientações sobre como separar os resíduos recicláveis em casa e destinar a um dos 21 Postos de Entrega Voluntária (PEVs) disponíveis na capital.

“Nossas equipes estão diariamente em campo conversando com a população com o intuito de incentivarmos que cada munícipe faça sua parte por uma Teresina mais limpa e sustentável. Orientamos que em casa, os moradores separem os resíduos recicláveis dos orgânicos, o que é de papel, metal, vidro e plástico. Ele leva para um dos PEVs e a Prefeitura garante a destinação e transporte ideal desse material para associação de catadores de lixo, que vende esses resíduos. E o que for orgânico ou não reaproveitável, é só colocar na porta da residência para a coleta domiciliar, no dia e horário da coleta”, explica a coordenadora de limpeza pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Lílian Guimarães.

Para o morador do Angelim, Joaquim Pereira, que passou pelo terminal durante a ação, a iniciativa foi bem aceita e bastante engrandecedora. “Todo dia aprendemos um pouco mais. Agora já sei que em vez de colocar tudo junto para o caminhão de lixo pegar, posso ajudar o meio ambiente levando em um PEV”, comentou.

Para mais informações sobre a coleta seletiva e localização dos PEVs acesse: https://semduh.teresina.pi.gov.br/celimp/

Strans faz ajustes e aumenta frota em linhas de ônibus dos Terminais Zoobotânico e Santa Lia

As operações das linhas alimentadoras e troncais, dos Terminais Santa Lia e Zoobotânico, zona Leste, estão passando por ajustes, para que as viagens sejam cumpridas de acordo com o foi previsto pelo projeto do Sistema Inthegra.

Após o monitoramento diário, as linhas troncais do Terminal Zoobotânico T331 (Terminal Zoobotânico/Homero Castelo Branco/Dom Severino) e T332 (Terminal Zoobotânico/São Cristóvão) tiveram um aumento de dois ônibus. Com esse acréscimo, os carros passam a fazer diariamente 28 viagens. Além disso, o IT04 (Terminal Zoobotânico para o Terminal Santa Lia) teve reorganização da frota.

No Terminal Santa Lia foi feito o ajuste no tempo de viagem das linhas A431 (Planalto Uruguai/ Vila Uruguai via Terminal Santa Lia) e T431 (Terminal Santa Lia – Centro via Dom Severino) e também ajuste da frota na linha interterminal IT05 (Terminal Santa Lia para Terminal Zoobotânico) e a linha troncal T433 (Terminal Santa Lia – Centro via João Antônio Leitão/Jóquei Clube).

A linha alimentadora A434 (Vila Bandeirantes via Terminal Santa Lia) e a troncal T432 (Santa Lia-Centro via João XXIII) tiveram acréscimo na frota, com aumento de três carros, que representam diariamente 43 viagens nas duas linhas.

O gerente de planejamento da Strans, Denilson Guerra, ressalta que a operação está sendo monitorada todos os dias. “Os novos horários de partidas dos ônibus já foram colocados nos painéis informativos nos dois terminais e, dessa forma, todos os usuários já têm conhecimento”, explica.

Guerra enfatiza que, à medida que a operação vai acontecendo, os ajustes estão sendo feitos. “Estamos trabalhando para atender da melhor maneira possível”, acrescenta.

Terminal Zoobotânico faz operação sincronizada e reduz tempo de viagem

Após seis dias de funcionamento do Terminal de Integração Zoobotânico, na zona Leste da cidade, a operação está funcionando em sincronia entre as linhas alimentadoras e troncais. Os ônibus alimentadores estão chegando dos bairros nos horários previstos na ordem de serviço e os carros troncais estão partindo com destino ao centro da cidade dentro da previsão.

De acordo com o Gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, os ajustes que foram feitos nos horários tanto nas linhas alimentadoras como nas linhas troncais fizeram com que a operação funcionasse muito bem. “Conseguimos uma sincronia entre os horários e assim os usuários estão tendo um melhor atendimento”, disse.

O gerente reforça que os ônibus estão fazendo em média o tempo de 22 minutos no percurso do Terminal Zoobotânico até o centro da cidade. “O Corredor Exclusivo tem ajudado bastante a melhorar o tempo de viagem até o centro da cidade”, complementou.

Além disso, Guerra ressalta que o controle da operação das linhas alimentadoras está sendo realizado pelas equipes no próprio terminal e tem ajudado a garantir o cumprimento das ordens de serviço. “Fizemos uma avaliação muito positiva desses primeiros dias de funcionamento do Terminal Zoobotânico. Vamos continuar monitorando diariamente e fazendo os ajustes necessários”, diz.

Strans capacita equipes para tirar dúvidas sobre o funcionamento do Terminal Zoobotânico

Para ajudar na divulgação do início do funcionamento do Terminal Zoobotânico, que começa a funcionar no próximo sábado (1), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizou hoje (27) uma capacitação com as pessoas que vão trabalhar no “Posso Ajudar”.

A ação de divulgação será realizada a partir de terça (28), nos turnos manhã e tarde, inicialmente fazendo um trabalho de porta em porta, nos bairros Socopo, Morros, Cidade Jardim, HBB, Pedra Mole, Anita Ferraz, Nova Teresina, Conjuntos Paulo de Tarso I e II, 2000, Vila Nova, Prado Júnior e Maria da Inglaterra. No sábado (1), as equipes estarão nas estações do Corredor Leste, que é composto pelas avenidas João XXIII e Presidente Kennedy e também no Terminal de Integração do Zoobotânico.

De acordo com o Gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, o encontro com as pessoas que vão ajudar na divulgação foi muito importante. “A partir da terça-feira (28) estaremos com esse pessoal na rua para tirar as dúvidas dos usuários sobre o funcionamento do corredor Leste e do Terminal Zoobotânico. Nesse encontro mostramos para eles como será o funcionamento de ambos e explicamos como eles devem abordar as pessoas e esclarecer as dúvidas”, disse.

Guerra explica que as linhas radiais 501(Anita Ferraz via Conjunto) e 502 (Socopo- Jardim via São Cristóvão) passam a ser atendidas pela Linha Alimentadora A331 (Socopo/Cidade Jardim/Anita Ferraz – Terminal Zoobotânico). As linhas radiais 518 (Pedro Mote via Vila do Avião) e 521 (Nova Teresina São Cristóvão vai Vila Nova, Maria da Inglaterra e HBB) passarão a ser atendidas pela Linha Alimentadora A332 (Nova Teresina/Pedro Mole – Terminal Zoobotânico). A linha Radial 523 (Socopo/Morro via São Cristóvão) passa a ser atendida pela Linha Alimentadora A333 (Morros/Cidade Jardim – Terminal Zoobotânco) “Fizemos ajustes em algumas linhas para oferecer um melhor atendimento aos usuários do sistema. Toda mudança gera um certo desconforto, mas com o passar do tempo as pessoas deverão entender o funcionamento do Sistema Inthegra e perceber que o atendimento irá melhorar”, acrescentou.

Para Eléry Saldanha, que coordena as equipes do “Posso Ajudar”, o trabalho de divulgação vai ajudar a tirar todas as dúvidas dos usuários do sistema de transportes públicos. “O nosso pessoal vai conversar com todos e tirar todas as dúvidas”, finalizou.

Terminal do Zoobotânico deve começar a funcionar no dia 25

Está previsto para começar a funcionar no próximo dia 25, sábado, o Terminal de Integração do Zoobotânico, na zona Leste da cidade.  Localizado na Avenida Presidente Kennedy, próximo ao Zoobotânico, o terminal tem área construída de 2.904,86 mil metros quadrados e a obra custou R$ 4.347.957,30.

Os terminais estão sendo feitos para proporcionar conforto para os usuários dos transportes públicos, inclusive, todas eles foram construídos respeitando a Lei da Acessibilidade, para proporcionar uma mobilidade segura para as pessoas com deficiência. Além disso, todos os terminais têm bicicletário para atender as necessidades das pessoas que utilizam a bicicleta como veículo.

Com o Terminal do Zoobotânico em funcionamento serão beneficiados os seguintes bairros: Socopo, Morros, Cidade Jardim, HBB, Pedra Mole, Anita Ferraz, Nova Teresina, Conjuntos Paulo de Tarso I e II, 2000, Vila Nova e Inglaterra.

“Estamos entregando para a população o Terminal de Integração do Zoobotânico, que irá absorver uma parte das linhas da zona Leste. As equipes de fiscalização estarão no terminal para orientar aos usuários”, explicou Carlos Augusto Daniel Júnior, superintendente da Strans.

O superintendente ressalta que para utilizar o benefício da integração as pessoas precisam ter o cartão eletrônico. “Os usuários necessitam ter o cartão eletrônico para conseguir integrar e assim eles poderão se deslocar até outros bairros pagando apenas uma passagem”, informa.

Com o início da operação do Terminal do Zoobotânico vão circular pelo local quatro linhas de ônibus da zona Leste, que compreende um total 21 ônibus.  Devem passar pelo local 13.500 mil passageiros por dia, que soma um total de 297 mil usuários do transporte público por mês. Estão em funcionamento em Teresina os Terminais do Livramento, do Itararé, na zona Sudeste, e os Terminais do Bela Vista e Parque Piauí, na zona Sul da cidade.

Comissão da OAB faz vistoria na acessibilidade do Terminal do Livramento

Foi realizada uma vistoria na acessibilidade dos ônibus, que atendem aos usuários do Terminal de Integração do Livramento, na zona Sudeste. Participaram da vistoria o presidente da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB/PI, Joaquim Santana Neto, acompanhado do secretário geral da Comissão, Felipe Tenório, e da vice-presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE), Amparo Sousa. A visita também contou com a presença de Carlos Daniel, superintendente do Strans, do representante do SETUT, Vinícius Rufino e da arquiteta Sarah Oliveira.

Com a presença de cadeirantes, foram feitas simulações de acesso aos veículos, tanto pelas rampas elevatórias quanto pelas rampas disponibilizadas manualmente pelos motoristas ou cobradores. Mesmo com diferenças de idade entre os veículos, ficou constatada a necessidade do auxílio de um dos profissionais das empresas para completar a abordagem dos cadeirantes.

Para a vice-presidente da ADEFT, Amparo Sousa, que solicitou que a OAB fosse constatar “in loco” a situação de acessibilidade das pessoas com dificuldade de locomoção aos ônibus nos terminais, a vistoria foi muito válida. “Não é apenas a situação do cadeirante, mas também de um idoso, de uma gestante, de um obeso. Constatamos que existem algumas falhas corrigíveis, é o que chamamos de ‘falha de acessibilidade atitudinal’, onde a ajuda dos operadores dos veículos corrige pontualmente a dificuldade de acesso”, explicou Amparo.

Amparo ressalta que recebeu a garantia do superintendente que os operadores do sistema passarão por uma capacitação para melhor atender às pessoas com deficiência. “Percebemos que o superintendente está sensibilizado com a nossa causa, inclusive, nos assegurou que esses operadores passarão por palestras, através do SEST/SENAT para saberem como agir em situações como essa”, finalizou.

O superintendente Carlos Daniel destacou o apoio da OAB-PI em situações dessa natureza. “Para nós é importantíssimo a presença de órgãos que monitorem o cotidiano da população, nos ajudando a corrigir o sistema, através da constatação de dificuldades”, disse. “Aqui no Terminal Livramento testamos dois equipamentos de embarque, de idade já avançada. Todos funcionaram, mas alguns veículos mais velhos têm suas avarias, são equipamentos que danificam com facilidade, mas estamos trabalhando para que os idosos e as pessoas com alguma deficiência física tenham sua acessibilidade totalmente garantida no transporte público de Teresina”, afirmou.

O presidente da Comissão dos Direitos da Pessoa Deficiente, Joaquim Santana Neto, enfatizou a importância de ações como a do Terminal Livramento. “Os profissionais dos consórcios que exploram o transporte público precisam estar alertas e saber não apenas como armar uma rampa ou operar o elevador para cadeira de rodas. É muito importante eles saberem como auxiliar caso seja necessária a intervenção deles para completar a operação”, disse Santana.

Sistema de integração na zona Leste torna-se mais eficiente após ajustes

Após treze dias úteis de funcionamento do Corredor Leste e do Terminal Livramento a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) detectou alguns problemas, especialmente, na chegada dos ônibus no terminal e no horário de saída para os bairros, por isso a Superintendência fez alguns ajustes nos horários dos ônibus.

De acordo com o Gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, os ajustes estão sendo feitos para que o atendimento melhore a cada dia. “Fizemos uma adequação na frota a fim de atender melhor os usuários. Percebemos que houve uma mudança no comportamento das pessoas, a linha que tinha frota com uma menor quantidade de usuários passou por uma realocação para manter um atendimento mais uniformizado”, disse.

Guerra reforça que além dessa adequação da frota foram feitas modificações nas viagens no fim do segundo turno (noite), para que elas se ajustem da melhor forma com as linhas troncais, assim é possível reduzir o tempo de espera na plataforma para pegar os alimentadores. “Desde a implementação dos ajustes até hoje já percebemos uma significante melhora na operação complementou.

O gerente reforça que o sistema está sendo monitorado todos os dias, e que à medida que foram sendo identificados os problemas, os ajustes estão sendo feitos. “No início da semana vamos avaliar o comportamento, pois sempre há uma mudança, por isso fazemos um monitoramento diário do serviço”, enfatizou.

O gerente reforça que tanto nos terminais como nas estações de embarque e desembarque têm pessoas do “Posso Ajudar” para tirar as dúvidas dos usuários. “As pessoas que ainda tiverem dúvidas quanto a utilização do novo sistema podem procurar as equipes do “Posso Ajudar” ou os fiscais de transportes públicos que estão nos terminais para tirar todas as dúvidas”, esclarece.

A dona de casa Ana Maria Silva, que mora no Alto da Ressurreição, diz que aos poucos está conseguindo entender o novo sistema. “Estou gostando muito dessas novas paradas, a gente tem conforto. De quando começou para cá, a gente já percebe que melhorou”, citou.

 

Inthegra: Terminal Livramento e Corredor João XXIII passam a ter funcionamento diário

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito coloca em funcionamento diário, a partir do dia 24, o Terminal Livramento, na zona sudeste, e o Corredor Leste, na avenida João XXIII. Os dois equipamentos fazem parte do Inthegra, novo sistema de transporte público que está sendo implementado na cidade. A partir de agora, a população da zona sudeste vai poder contar com mais esse terminal diariamente, assim como já acontece com o Terminal Itararé e os dois terminais da zona sul – Bela Vista e Parque Piauí.

 

Vão passar pelo Terminal Livramento todos os dias 10 linhas de ônibus da zona sudeste, sendo uma linha interterminal, seis linhas alimentadoras (bairro/terminal) e quatro das linhas troncais (terminal/centro), compreendendo um total de 50 ônibus. Ao todo, uma população de 14 mil passageiros utilizarão o terminal diariamente. Os ônibus troncais que saem do terminal vão para o centro pela avenida João XXIII, pela Ladeira do Uruguai, shopping e Ponte Wall Ferraz.

Os bairros atendidos com esse terminal são Dirceu Arcoverde I e II, Tancredo Neves, Comprida, Parque Ideal, Alto da Ressurreição, Frei Damião, Gurupi, Boa Esperança, Parque Itararé, Bom Sucesso, Parque Jurema, Redonda, Renascença, Todos os Santos, Jardim Europa, Deus Quer, São Paulo, Parque Poti, Pedro Balzi e Manoel Evangelista.

 

De acordo com o gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, as pessoas que usam o Terminal do Livramento, nos finais de semana, já estão habituados a usar o sistema, por isso não haverá grandes problemas. “Estamos colocando em funcionamento nos dias úteis mais um terminal de integração. Vamos trazer para este terminal o aprendizado dos demais terminais que já estão em funcionamento. Assim, conseguiremos resolver as demandas com mais agilidade. Estaremos atentos para evitar maiores problemas, mas as pessoas que quiserem fazer algum tipo de reclamação sobre os sistema podem ligar para 08000863122, ou enviar mensagem para o whattsapp do Inthegra 94602486, ou ainda informar através do aplicativo colab.com”, disse.

Corredor da João XXIII

 

Esse importante corredor também começa a funcionar no dia 24. Ele compreende o trecho a partir do final da Ponte JK até o Balão do São Cristóvão, na zona leste da cidade. Cada corredor tem uma quantidade de estações específicas para atender ao número de ônibus que devem circular pelos locais. O Corredor João XXIII possui cinco estações de embarque e desembarque de passageiros, todas climatizadas e com portas automáticas. “Estamos agora finalizando a parte de limpeza e fazendo a parte de comunicação visual. O funcionamento começa dia 24, viabilizando assim a operação do Terminal dos Livramento diariamente”, disse.

Ao longo da Avenida João XXIII foram implantados quatro semáforos sonorizados, que irão facilitar a travessia dos pedestres com total segurança. “O equipamento tem como objetivo proporcionar uma travessia segura para os pedestres, inclusive, todos equipados são sonorizadores para garantir a travessia segura das pessoas com deficiência visual”, finalizou.

 

 

Strans reúne lideranças para explicar funcionamento diário do Inthegra na zona sudeste

Com a implementação do funcionamento diário do Terminal Livramento, a partir deste mês, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito reuniu lideranças da zona sudeste da cidade para esclarecer as dúvidas da comunidade que utiliza o Inthegra, sistema de transporte público municipal. O encontro aconteceu no Centro Municipal de Educação Infantil Chico Xavier.

De acordo com o gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, a comunidade teve oportunidade de conhecer a sistemática do funcionamento diário do terminal e de todo o sistema na região onde moram. “Estamos colocando o terminal funcionando juntamente com o Corredor Leste, que compreende a avenida João XXIII, diariamente neste mês. Por isso fizemos essa reunião com as lideranças para mostrar como será o funcionamento”, acrescentou.

Guerra reforça que o novo sistema trará para a cidade um transporte público melhor e mais ágil. “Conversamos com as lideranças comunitárias, que serão nossos multiplicadores junto aos moradores da região sudeste”, enfatizou.

Para a liderança comunitária do Grande Dirceu, Francisca Moura, a reunião foi muito importante para mostrar como irá funcionar o sistema de integração nos dias úteis. “Ficamos satisfeitos com o resultado da reunião, pois conseguimos tirar muitas dúvidas. Agora somos multiplicadores e vamos conversar com as pessoas para mostrar como ficará o atendimento da nossa zona sudeste com os terminais funcionando diariamente”, finalizou.

Francisca reforça que além de tirar as dúvidas, as lideranças fizeram solicitações de melhorias para o transporte público. “Todas as nossas reivindicações serão colocadas em um documento que será encaminhado para a Strans a fim de que a gente consiga um transporte público de mais qualidade para a nossa região”, finalizou.