STRANS realiza ação educativa na Marechal Castelo Branco com parceiros do Programa Vida no Trânsito

Por meio da Gerência de Educação no Trânsito, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), participou nesta sexta-feira (22), de uma ação educativa de intervenção no trânsito, com orientação nas ciclovias e ciclofaixas na avenida Marechal Castelo Branco, próximo a Assembleia Legislativa do Piauí.

 

A ação teve como objetivo orientar,  conscientizar e alertar os condutores, motociclistas, ciclistas e  pedestres sobre o uso devido das ciclovias e ciclofaixas naquele trecho. Respeitando as normas de trânsito, fazendo uso adequado do espaço, como não estacionar em cima das ciclovias e ciclofaixas prejudicando os ciclistas que necessitam utilizar o espaço reservado a bicicletas.

 

“Fazer um trânsito melhor e mais seguro é responsabilidade de todos, por isso, é imprescindível que cada motorista, motociclista, ciclista e pedestre faça a sua parte. Uma das formas de conseguir essa mudança no trânsito, é através da educação, é necessário que cada cidadão respeite as normas de trânsito, deixando livre as ciclovias e ciclofaixas para o uso dos ciclistas e daqueles que utilizam a bicicleta como meio de transporte para se locomover pela cidade, ajudando na mobilidade urbana”, orienta o gerente de Educação de Trânsito da Strans, Reginaldo Canuto.

 

A ação aconteceu juntamente com outros órgãos parceiros que compõem o Programa Vida no Trânsito no Piauí (PVT) que tem como objetivo reduzir os índices de acidentes, lesões e mortes no trânsito.

 

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) existe uma hierarquia de responsabilidades no trânsito, na qual os veículos de maior porte são responsáveis pelos veículos de menor porte, assim como os motorizados são responsáveis pelos não motorizados e todos são responsáveis pelos pedestres.

 

Participaram da ação o gerente de Educação de Trânsito da Strans, Reginaldo Canuto e o Chefe da Divisão de Ensino da Gerência de Educação de Trânsito da Strans, Allan Pitter e membros da equipe.

 

Avenida Maranhão receberá obras de esgotamento sanitário a partir de segunda (25)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que a partir da próxima segunda-feira (25), a concessionária Águas de Teresina avançará com mais uma etapa das obras de ampliação da rede de esgotamento sanitário na cidade. Nesta fase, a concessionária fará a implantação de 4,3 quilômetros de uma linha de recalque que beneficiará diretamente 12 mil moradores nos bairros Aeroporto, Alvorada e Itaperu. Somente nesta etapa serão aplicados aproximadamente R$ 10 milhões.

 

Para viabilizar os trabalhos, será necessária a interdição temporária de um trecho da avenida Maranhão compreendido entre as ruas Ceará e Espírito Santo, nas proximidades da ETE Pirajá. Toda a área estará devidamente sinalizada e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) dará o suporte necessário para orientar o tráfego de veículos na região.

 

Durante o período de obra, a orientação é para que o condutor que irá transitar no sentido Norte-Centro siga na avenida Maranhão até a rua Espírito Santo, onde ocorrerá um estreitamento de pista. O condutor deverá seguir apenas na pista de rolamento da direita. Já quem vai transitar no sentido Centro-Norte, deverá seguir na avenida Maranhão até as proximidades da rua Ceará e fazer uma leve curva à esquerda no retorno seguinte, seguindo pela faixa contrária da avenida até a rua Espírito Santo, onde fará uma leve curva à direita e seguir o fluxo normal.

 

A linha de recalque tem a função de garantir o perfeito bombeamento do esgoto coletado. A tubulação que será implantada em trecho na avenida Maranhão irá mandar o esgoto da Estação Elevatória de Esgoto Aeroporto até a Estação de Tratamento de Esgoto Pirajá (ETE-Pirajá). Cerca de 30 profissionais estarão envolvidos nos trabalhos que devem durar aproximadamente 20 dias.

 

“A linha de recalque é um dos equipamentos que se integra ao conjunto de obras que estamos executando na zona Norte da cidade, mais especificamente nos bairros que compõe o projeto Lagoas do Norte. São intervenções que irão ampliar o acesso ao serviço de esgotamento sanitário e melhorar consideravelmente as condições sanitárias nessa região de Teresina”, destaca Cassiano Costa, gerente de Engenharia da Águas de Teresina.

 

Conheça a segunda frente de obras

Além da implantação da linha de recalque na avenida Maranhão, a Águas de Teresina também está com obras bem avançadas no bairro Aeroporto, onde equipes trabalham para implantar as novas redes coletoras. Nesta semana, um trecho da avenida Centenário ficará temporariamente interditado em razão dos trabalhos. Será no sentido Norte-Sul, entre a rua Batalha e a rua Gonçalves Lêdo, nas proximidades do restaurante Novo Point da Picanha. Toda a área também estará devidamente sinalizada e contará com o apoio da Strans.

 

Ao longo de todo o contrato de subconcessão, a Águas de Teresina aplicará o total de R$ 1,7 bilhão. Deste montante, 80% será para a ampliação do serviço de esgotamento.

 

Em quatro anos, Teresina já evoluiu sua cobertura de esgoto de 19% para 35,65%. A expectativa da empresa é encerrar o ano de 2021 com 40%. A concessionária está investindo R$ 23 milhões nesse pacote de obras na região do Lagoas do Norte, com previsão de entrega no primeiro semestre de 2022.

 

 

PROJETO DE SINALIZAÇÃO DE OBRA – SES SUB-BACIA PE 9-6A-Model

Novo trecho será interditado na avenida Centenário para obras de esgotamento sanitário

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que devido as obras de esgotamento sanitário que estão sendo realizadas pela concessionária Águas de Teresina, na próxima segunda-feira (25), mais um trecho da avenida Centenário será interditado devido às obras. A Strans fará todo o suporte de sinalização e ordenamento do trânsito para garantir a segurança da população e orientar quem circula pela região.

 

O trecho da avenida Centenário que ficará temporariamente interditado em razão dos trabalhos será no sentido Norte-Sul, entre a rua Batalha e a rua Gonçalves Lêdo, nas proximidades do restaurante Novo Point da Picanha. Toda a área estará devidamente sinalizada.

 

Orientações de percurso

Neste período, o motorista que irá transitar no sentido Norte-Sul deverá seguir na avenida Centenário até a rua Batalha, onde irá fazer uma leve curva à esquerda, seguirá pela faixa contrária da avenida até a rua Gonçalves Lêdo, e fazer uma leve curva à direita para seguir o fluxo normal. Já a orientação para quem vem no sentido Sul-Norte será fazer a conversão à direita na rua Gonçalves Lêdo, e uma nova conversão à esquerda na rua Desembargador Pires de Castro ou na rua Primeiro de Maio, seguindo até a rua Batalha, onde deverá realizar uma conversão à esquerda e seguir até a avenida Centenário.

 

As intervenções no trânsito seguirão pelas próximas semanas. É importante frisar que os seguimentos serão sucessivos até que as obras avancem nas proximidades da Praça do Itaperu. A Águas de Teresina fará a comunicação dos novos trechos interditados e das novas rotas de desvios na medida que as obras avançarem, sempre em parceria com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS).

 

A concessionária Águas de Teresina vem fazendo um planejamento para causar o menor impacto possível na mobilidade urbana. Algumas etapas necessitam da interdição de vias para viabilizar o trabalho de implantação das novas redes de coleta de esgoto.

 

“O bairro Aeroporto é um dos contemplados por esta fase de obras aqui na região do Lagoas do Norte e os trabalhos estão avançando. Na medida que isso acontece, há a necessidade dessas intervenções para que possamos implantar as redes. A compreensão da população é importante e reforçamos que trabalhamos para dar melhores condições sanitárias aos moradores”, diz Cassiano Costa, gerente de Engenharia da Água de Teresina.

 

Até o momento, já foram investidos R$ 15 milhões na ampliação da cobertura de esgotos na capital. A Estação Elevatória de Esgoto Aeroporto está com 60% dos trabalhos executados e a Estação Elevatória de Esgoto Castelo do Piauí está com 40%. Já foram implantados 2.600 metros de rede de recalque, o que representa 60% do total a ser executado. Ao longo de todo o contrato de subconcessão, a Águas de Teresina investirá o total de R$ 1,7 bilhão. Deste montante, 80% será para a ampliação do serviço de esgotamento.

 

Em quatro anos, Teresina já evoluiu sua cobertura de esgoto de 19% para 35,65%. A expectativa da empresa é encerrar o ano de 2021 com 40%. A concessionária está investindo R$ 23 milhões nesse pacote de obras na região do Lagoas do Norte, com previsão de entrega no primeiro semestre de 2022.

 

Forças de Segurança da capital realizam operação em conjunto de combate aos rolezinhos

Na noite desta quinta-feira (21), foi realizada uma operação de combate aos “rolezinhos” em conjunto com as forças de segurança da capital, na Ponte Estaiada, zona Leste da capital. A ação foi realizada para coibir a prática de “rolezinhos”, onde jovens se reúnem para realizar acrobacias com motocicletas.

A operação contou com a participação dos órgãos de segurança pública e de trânsito, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), a Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar do Piauí e Detran/PI.

Com o objetivo de garantir a segurança no trânsito e a ordem pública, e atendendo às normas de trânsito.  Durante a operação foram apreendidas cerca de 30 motocicletas que estavam irregulares.

A operação contou com a presença dos Agentes de Trânsito que compõe a Diretoria de Operações e Fiscalização de Trânsito da Strans, que tem a frente o Diretor Coronel Ricardo Almeida.

Strans investe em sinalização viária em cruzamentos para mais segurança no trânsito

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) com o objetivo de tornar o trânsito mais seguro, reduzindo os riscos de conflitos, acidentes relacionados à circulação nas vias nas regiões e melhorando o fluxo de trânsito, está executando a sinalização viária nas ruas asfaltadas pela Prefeitura de Teresina.

 

A ação está ocorrendo na Avenida Governador Gayoso e Almendra e nos cruzamentos das ruas com maior fluxo de veículos na região, assim como no cruzamento da Rua Noronha Almeida, no bairro São João, na região Leste da cidade.

 

A Engenheira da Strans, Ananda Patrícia de Oliveira, da Divisão de Sinalização de Trânsito, explica, que a iniciativa reduzirá as colisões em cruzamentos, permitindo uma melhor visualização aos condutores e pedestres através do reforço na sinalização. As vias contempladas receberam pinturas de parada obrigatória no asfalto, sinalização horizontal e vertical.

 

“Fizemos intervenções na sinalização dos cruzamentos de maior fluxo na avenida Governador Gayoso e Almendra, foi feito reforço na sinalização, instalação de sinalização horizontal, com pintura na via de legenda Pare no chão, colocação de tachões refletivos principalmente para o período noturno, faixa de retenção, nas linhas de aproximação para não ter as conversões erradas foram colocadas as tachinhas, na tentativa da redução da velocidade e orientação para o condutor”, esclarece a engenheira da Strans, Ananda Patrícia.

 

Ainda de acordo com a engenheira, os serviços executados proporcionarão mais segurança para os pedestres e motoristas que transitam na região.

 

A gerente de Operações de Trânsito da Strans, Carla Sales, alerta que tem observado que algumas colisões que vem ocorrendo em alguns cruzamentos de determinados pontos da cidade não seria provocada por falta de sinalização e nem por falta de fiscalização, e sim pela imprudência e falta de atenção do condutor no trânsito.

 

“O que está faltando é educação por parte dos condutores, obediência as normas e regras de trânsito, que tem infringido as leis de trânsito, causando assim várias colisões, onde em determinados cruzamentos fazem o avanço da preferencial, com o aumento da velocidade, achando que com isso não irá haver a fiscalização, mas o condutor, ele precisa ter a observância tanto das leis de trânsito, como as sinalizações que são existentes em vários cruzamentos da capital, para evitar acidentes no trânsito”, destaca a gerente de Operações de Trânsito da Strans, Carla Sales.

 

A auxiliar Administrativo, Lídia Félix, da Gerência de Gestão de Trânsito da Strans, revela que segundo levantamento realizado pelo setor de multas e infrações de trânsito, verificou-se que grande parte das ocorrências são ocasionadas não pela falta de sinalização, mas sim por conta de condutas irregulares por parte dos condutores.

 

“O levantamento apontou um grande número de ocorrências em razão do excesso de velocidade praticados por esses condutores nas vias da nossa cidade, assim como estacionar em locais irregulares, transitar em faixas exclusivas para ônibus, a infração transitar em velocidade superior em até 20% e avançar o sinal vermelho do semáforo estão entre as 5 maiores causas de infração de trânsito em Teresina”, alerta a auxiliar administrativo da Gerência de Gestão de Trânsito da Strans, Lídia Félix.

 

É importante destacar que muitas dessas infrações são cometidas mais de uma vez pelo mesmo condutor, o que demonstra a insistência do motorista em não se adequar as normas de trânsito.

 

A Strans tem trabalhado e atuado também na parte educativa para que os condutores de veículos, motociclistas, ciclistas e pedestres contribuam para deixar o trânsito mais seguro, obedecendo a legislação.

 

Outros bairros asfaltados na cidade em outras regiões da cidade estão recebendo reforços na sinalização viária pela Strans, após o tempo que é necessário aguardar para iniciar as pinturas da sinalização no asfalto.

Mais segurança para o trânsito: Empresa de tecnologia testa equipamento com câmeras

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) autorizou a instalação de um equipamento de videomonitoramento (totem) para melhorar a segurança do trânsito em Teresina. O totem, que está em fase de testes e foi instalado na Avenida Miguel Rosa cruzamento com a Rua Quintino Bocaiuva (Centro/Norte), utiliza câmeras que terão a função educativa e preventiva.

 

O Totem é um posto avançado de videomonitoramento que está em fase de teste e foi instalado pela empresa IT Tecnologia e Informação, a ITT NET. A STRANS esclarece que o equipamento não tem objetivo de multar. “O totem não é um radar fixo, mas sim um equipamento que propiciará mais qualidade ao trânsito pois servirá como meio de prevenção e educação”, esclareceu o superintendente da Strans, Major Cláudio Pessoa.

 

O equipamento possibilita o reconhecimento facial a longas distâncias e é composto por câmeras capazes de identificar placas de veículos em até 80km. Além do reconhecimento facial, o totem será um aliado para os condutores que se envolvam em ocorrências. “O totem dispõe de um botão do pânico, que pode ser acionado para atendimento em casos de acidentes de trânsito e assaltos”, disse.

 

A STRANS ressalta que o equipamento não é um radar fixo e não tem o objetivo de aplicar multas ou infrações, e sim está em fase de teste para possíveis futuras instalações.

 

 

Ônibus vão circular com 100% da ordem de serviço para o período, nesta segunda (18)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) esclarece a população que os ônibus da capital irão circular normalmente nesta segunda-feira (18), com 100% da frota da ordem de serviço prevista para o período, em torno de 200 veículos.

 

Após reunião realizada na última sexta-feira (15), na sede da Procuradoria Geral do Município (PGM) de Teresina, com a Strans, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) e representantes dos Consórcios que operam o transporte público na capital, onde ficou acordado com o Sintetro pela suspensão da paralisação.

 

“Durante a reunião foi tratado sobre os termos do acordo extrajudicial que foi lavrado há uma semana atrás. Todas as empresas já receberam o montante referente a primeira parcela do acordo entre a PMT e o Setut. Agora ficou a obrigação das empresas de cumprirem com dois quesitos, o primeiro seria exatamente aquele que foi objeto do prefeito que era a contra prestação para os trabalhadores, ou seja, parte desse valor que foi repassado e que será repassado para as empresas, elas deverão ter proporcionalmente ter um repasse aos trabalhadores em cima já do acordo que fora estabelecido no ano de 2020. E o segundo é exatamente o cumprimento da ordem de serviço exarada pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito que deve ser cumprida tão logo esse pagamento seja efetuado”, declara o superintendente da Strans, Cláudio Pessoa.

 

Ainda de acordo com o superintendente, “dessa reunião ficou estabelecido o seguinte, que eles reveriam essa situação de paralisação, o presidente do Sintetro iria conversar com os sindicalizados, tratando exatamente daquilo que foi dito na reunião, ou seja, nós vamos pegar a documentação das empresas, demos um prazo de 72 horas para que eles comprovassem que efetuaram os pagamentos aos empregados, diante dessa informação nós encaminharemos para a Procuradoria Judicial e ele vai atestar o cumprimento desse acordo junto ao judiciário. Isso porque o pagamento subsequente das parcelas fica condicionado ao cumprimento total e restrito de todas essas cláusulas. Além do cumprimento da ordem de serviço, deve-se também as empresas apresentarem os comprovantes de pagamento para os trabalhadores”, acrescenta o superintendente da Strans, Cláudio Pessoa.

 

A Strans fará o monitoramento diário da demanda de usuários, realizando a adequação gradual de veículos à quantidade de passageiros por viagem. Conforme houver necessidade, iremos adequar a frota de maneira gradativa para garantir um melhor atendimento aos usuários de todas as regiões da cidade.

 

Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro.

 

“Lembramos que a integração continua, a integração temporária, que é aquela em que o usuário se desloca em diferentes zonas da cidade pagando somente uma passagem no tempo máximo de duas horas”, esclarece o gerente de Transporte Público da Strans, Felipe Leal.

 

Ainda de acordo com o gerente de Planejamento de Transporte Público, Felipe Leal, as três empresas que operam na zona Sudeste, que fazem parte do Consórcio Theresina, as empresas Emtracol, Transfácil e Teresina irão voltar, elas estavam paradas e as linhas que estavam desassistidas irão retornar a operar a partir desta segunda-feira (18). Assim como as linhas circulares, Rodoviária I e II e Universidade I e II, voltam a operar também nesta segunda-feira.

Trecho da Avenida Centenário seguirá interditado para obras de esgoto até a próxima sexta (22)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que devido as obras de esgoto que estão sendo realizadas pela empresa Águas de Teresina, com as escavações, houve a necessidade de novas intervenções no trecho já interditado da Avenida Centenário, entre as ruas Território Fernando de Noronha e Gonçalves Lêdo. Com isso, a área permanecerá interditada até a próxima sexta-feira (22).

 

A Strans segue dando suporte no trânsito no local com a presença dos Agentes de Trânsito. Todo o trecho permanece sinalizado para melhor orientação a quem trafega pela região.

 

Orientações de percurso

Os motoristas devem considerar as seguintes orientações ao trafegar por essa região: quem irá transitar no sentido Norte-Sul deverá seguir na avenida Centenário até a rua Gonçalves Lêdo, onde irá fazer uma leve curva à esquerda, seguirá pela faixa contrária da avenida até a rua Território Fernando de Noronha e fará uma leve curva à direita para seguir o fluxo normal. Já o condutor que irá transitar no sentido Sul-Norte, deverá fazer a conversão à direita na rua Território Fernando de Noronha, e uma nova conversão à esquerda na rua Coelho de Resende, de onde seguirá até reencontrar a avenida Centenário.

 

O bairro Aeroporto é um dos contemplados na ampliação da rede de esgotamento sanitário na cidade. As obras já iniciaram e estão sendo implantadas as novas redes coletoras.

 

“Tivemos um fato novo durante os trabalhos e houve a necessidade de prorrogar o prazo para que consigamos executar essa etapa da obra. Mas seguimos trabalhando com o compromisso de causar o menor impacto possível”, destaca Cassiano Costa, gerente de Engenharia da Águas de Teresina.

 

Com o avançar das obras nessa região da cidade, em alguns momentos, intervenções como essas são necessárias para viabilizar a execução do projeto.

 

Os desconfortos são momentâneos, porém, os benefícios que as obras de esgotamento sanitário trazem para cidade são duradouros e refletem direta e significativamente na qualidade de vida e saúde das pessoas.

 

Com informações da empresa Águas de Teresina

Trecho da Avenida Centenário na zona Norte será interditado para obras de implantação da rede de esgotamento sanitário

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS) informa que o trecho na Avenida Centenário, no bairro Aeroporto, na zona Norte, será interditado temporariamente, nesta quarta-feira (13) até segunda-feira (18), para obras de implantação da rede de esgotamento sanitário que serão realizadas pela empresa Águas de Teresina.

 

O trecho da avenida Centenário que ficará temporariamente interditado em razão dos trabalhos será no sentido Norte-Sul, entre as ruas Território Fernando de Noronha e Gonçalves Lêdo, nas proximidades da Praça Graça Leocádia.

 

A STRANS orienta aos condutores que durante esse período de interdição haverá mudança no percurso, o motorista que irá transitar no sentido Norte-Sul deverá seguir na avenida Centenário até a rua Gonçalves Lêdo, onde irá fazer uma leve curva à esquerda, seguirá pela faixa contrária da avenida até a rua Território Fernando de Noronha e fará uma leve curva à direita para seguir o fluxo normal.

 

Já o condutor que irá transitar no sentido Sul-Norte, deverá fazer a conversão à direita na rua Território Fernando de Noronha, e uma nova conversão à esquerda na rua Coelho de Resende, de onde seguirá até reencontrar a avenida Centenário.

 

O Coordenador de Engenharia da empresa Águas de Teresina, José Viana, explica que a obra visa implantar o coletor que irá recolher o esgoto do bairro Aeroporto até uma estação elevatória situada nas proximidades da praça do Itaperu.

 

“Essa estação elevatória irá retrocar o esgoto coletado nos bairros da zona Norte e direcionar na estação de tratamento no Pirajá, essa obra visa trazer mais qualidade de vida a população da zona Norte da cidade”, destaca o Coordenador de Engenharia da Àguas de Teresina.

 

Os trabalhos serão executados e de responsabilidade da empresa Águas de Teresina, com o propósito de causar o mínimo de impacto no tráfego de veículos da região. Os trechos serão devidamente sinalizados.

 

 

Transporte Público de Teresina tem aumento na frota de ônibus após ajustes da STRANS

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), na última sexta-feira (08), em reunião na sede da STRANS, por meio da Diretoria de Transporte Público, definiu com os chefes de tráfego das empresas que operam o sistema de transporte público de Teresina, a determinação de um incremento da frota de ônibus do sistema público de Teresina, um aumento da quantidade de ônibus em circulação a partir desta segunda-feira (11), e no decorrer de toda a semana.

O Gerente de Planejamento de Transporte Público da STRANS, Felipe Leal, explica que a frota de ônibus na capital terá um incremento de 40% em relação a frota anterior, com ampliação das ordens de serviço e que esse não será um número fixo, ou seja, essa frota pode mudar de acordo com a necessidade e demanda de passageiros, que será avaliada toda semana pelos técnicos.

“Durante a semana será feito acompanhamento, análise, estudo de demanda, reuniões entre a STRANS e os empresários dos Consórcios para verificar a necessidade de aumento da frota de ônibus por região, de maneira gradativa essa quantidade de ônibus poderá aumentar, de acordo com a demanda de passageiros, para atender aos usuários do transporte público”, destaca o gerente de Planejamento de Transporte Público da STRANS, Felipe Leal.

Com o aumento de 40% na quantidade de ônibus em circulação, a distribuição de cada Consórcio que atende diferentes regiões na capital ficará da seguinte maneira: Consórcio Poty que atende a zona Norte com 42 veículos; Consórcio Urbanus que atende a zona Leste com 47 veículos; Consórcio Teresina, que atende a zona Sudeste com 47 veículos; Empresa Transcol que atende a zona Sul com 64 veículos. Com um total de 200 veículos com o aumento de 40% da frota de ônibus na capital.

Ainda de acordo com o gerente de Planejamento de Transporte Público, Felipe Leal, algumas linhas de ônibus que não estavam sendo utilizadas voltam com esse incremento na frota de ônibus do sistema público de Teresina, principalmente para atender aos usuários que precisam se locomover na cidade.

Gratuidade dos Estudantes

Na reunião realizada na última sexta-feira na STRANS, não foi discutido sobre as gratuidades dos estudantes, mas vale lembrar que os estudantes continuam a pagar o valor de R$1,35 na passagem, nada foi mudado até o momento.

Integração

Nesse primeiro momento os terminais permanecerão fechados e o atendimento continuará sendo feito com percursos diretos entre os bairros e o Centro da cidade.

“O que se tem discutido nos últimos dias é a volta dos terminais de integração, esses distribuídos em todas as zonas da cidade, mas vale lembrar que a integração continua, a integração temporária, que é aquela em que o usuário se desloca em diferentes zonas da cidade pagando somente uma passagem no tempo máximo de 2 horas. Mas os estudos e projetos estão sendo elaborados para que o sistema de integração com os terminais volte a funcionar, contudo sem tempo definido para a sua volta”, esclarece o gerente de Planejamento de Transporte Público, Felipe Leal.