Avenida Frei Serafim está com nova sinalização horizontal

A Avenida Frei Serafim está com nova sinalização horizontal nos dois sentidos da via. Os serviços foram realizados com pintura das linhas divisórias de fluxo de veículos, faixas de passagem de pedestre, dos trechos próximos ao abrigos de passageiros de ônibus e das áreas de proteção que servem para controlar e dar mais segurança ao fluxo do trânsito à direita, no sentido bairro centro. Os trabalhos foram executados pelas equipes da Diretoria de Trânsito e Sistema Viário da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e concluídos na noite desta segunda-feira (7).

Para Cássio Adler, engenheiro da Strans, as vias bem sinalizadas são necessárias para orientar condutores e pedestres sobre as condições de uso. “A Avenida Frei Serafim tinha essa sinalização horizontal, mas ao longo do tempo sofre desgaste e com essa nova obra facilita a visibilidade para os motoristas e motociclistas nos cruzamentos e para os pedestres nos locais permitidos para a travessia segura proporcionando um trânsito mais harmônico com respeito às leis de trânsito’, diz,

A Strans executou em agosto a sinalização horizontal da Avenida Campos Sales, centro, com pintura das linhas divisórias de fluxo, delimitações para permissões de estacionamentos e paradas, pintura nas áreas dos abrigos de passageiros e instalações de marcas de canalização, que coíbem estacionamentos irregulares à menos de 5 metros das esquinas. Essa via recentemente recebeu recapeamento asfáltico. A sinalização horizontal também foi executada em agosto na Avenida Duque de Caxias, zona norte,

 

Teresina registra redução de 19% nas mortes de trânsito no último trimestre do ano passado

Teresina reduziu em 19% a quantidade de mortos no trânsito no 4º trimestre de 2019, em relação ao mesmo período de 2018. Os dados são do relatório do Programa Vida no Trânsito (PVT) e ao serem comparados esses dois trimestres destaca-se ainda que não houve nenhuma morte de ciclista, teve redução de 6,7% para acidentes graves nessa categoria e a redução de 50% em acidentes de automóveis com vítimas fatais.

 

Considerando o grupo de vítimas motociclistas foi registrado aumento tanto para as vítimas fatais (4%), quanto para os graves (3,2%). Entre as vítimas fatais e graves, o maior percentual é do sexo masculino, respectivamente, 76,5% e 81,2%. No grupo dos fatais e acidentes graves, as faixas etárias com maiores percentuais foi de 26 a 35 anos com 35,3% e 24,6% respectivamente, seguidos das faixas etárias de 18 a 25 anos com 20,6% dos fatais e 24% dos graves e de 46 a 59 anos com 20,6% dos fatais e 16,9% graves.

 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito informa que pedestres idosos são os mais vulneráveis e a gerente de Educação no Trânsito da Strans, Samyra Motta, destaca que os idosos estão muito expostos a possíveis acidentes. “Existem várias dificuldades nessa fase da vida com os problemas de visão, a dificuldade de caminhar, todas as comorbidades adquiridas com a idade e os que andam desacompanhados estão mais suscetíveis para a ocorrência de acidentes”, cita.

 

Quanto aos dias da semana, o relatório aponta que a maior parte dos acidentes do 4º trimestre de 2019, com vítimas fatais, ocorreram aos domingos (23,6%), sábados (17,6%) e sextas e segundas-feiras (14,7%). Os turnos com maiores incidências desse tipo de acidentes foram as noites dos domingos (11,8%), noites de segunda-feira e sábados (8,8%).  Os acidentes graves foram aos domingos (23%), sábados (17,3%) e as terças-feiras (13,8%). Os turnos com maior incidência de acidentes graves foram as noites dos sábados (7%), tardes de domingo (6,8%) e noites de domingo (6,6%).

 

Os dados do relatório do PVT possibilitam analisar a eficácia das ações desenvolvidas pelo poder público com o objetivo de reduzir o número de óbitos e feridos graves de acidentes de trânsitos ocorridos em Teresina.

Prefeitura mantém restrições e circulação dos ônibus será suspensa neste fim de semana

A Prefeitura de Teresina determinou a continuidade das restrições para o funcionamento das atividades econômicas nos próximos dois finais de semana e a circulação dos ônibus será suspensa em 100% neste sábado (15) e domingo (16). O novo decreto nº 19.995 pretende coibir a proliferação da Covid-19 na capital, que teve aumento nesta semana de 9% da taxa de transmissibilidade.

O gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Weldon Bandeira, ressalta que as restrições realizadas nos finais de semana têm gerado bons resultados, e que com o não funcionamento de boa parte dos setores, não há necessidade para deslocamentos. “A intenção é que as pessoas fiquem em casa e evitem a proliferação dessa doença infecciosa na capital. Os resultados têm sido positivos e os deslocamentos só devem ser feitos em casos essenciais”, recomenda o superintendente.

Nos próximos dois finais de semana (15 e 16 de agosto, e 22 e 23 de agosto) estão autorizados a funcionar apenas as seguintes atividades e estabelecimentos: farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, água e gás de cozinha; órgãos e profissionais de comunicação; serviços e rituais religiosos; situações comprovadas de urgências e emergências.

Neste domingo, 16 de agosto, foram mantidos somente os eventos que serão transmitidos de forma virtual para a celebração do aniversário de Teresina. Já nos sábados, 15 e 22 de agosto, fica autorizado o funcionamento e operação das atividades da base de combustível (terminal) e das atividades de distribuição de combustíveis. Os postos revendedores de combustíveis estarão autorizados a abrir no horário das 7h às 24h na sextas-feiras, 14 e 21 de agosto.

Ônibus voltam a circular nesta terça-feira (11) com 100% da ordem de serviço para o período de pandemia

Os ônibus da capital voltam a circular nesta terça-feira (11) com 100% da frota da ordem de serviço prevista para o período de pandemia, em torno de 120 veículos. O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) comunicou oficialmente a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) sobre a retomada das atividades dos operadores na manhã desta segunda-feira (10).

Com a volta da circulação dos ônibus, a Strans fará o monitoramento diário da demanda de usuários por meio do sistema de bilhetagem eletrônica, realizando a adequação gradual de veículos à quantidade de passageiros por viagem. “Recebemos com muita satisfação nesta manhã o ofício do Sintetro, e estamos otimistas para a retomada dos serviços dos motoristas e cobradores. Acompanharemos, todos os dias, a demanda de passageiros para irmos adequando a frota, conforme houver necessidade. Queremos garantir que não existam aglomerações”, pontuou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro. Também não será mais necessária a circulação dos veículos cadastrados, que vinham atendendo aos usuários durante a paralisação.

Medidas de segurança

A Prefeitura permanecerá realizando a higienização dos veículos ao final de cada viagem nas paradas finais dos bairros. Já no final de cada turno, durante a noite, o Setut é responsável pela sanitização dos ônibus nas garagens. Além disso, a Strans também determinou que todos os ônibus devem circular com as janelas abertas, inclusive os que têm ar condicionado.

Também é verificada a temperatura dos profissionais, bem como disponibilizado álcool em gel e ainda é exigido o uso da máscara facial. A Strans recomenda também que, para uso do transporte público, seja feita fila mantendo o distanciamento para evitar qualquer tipo de aglomeração e forma de contágio pela Covid-19.

Nas estações de embarque e desembarque de passageiros e nas paradas de ônibus, as ações de sanitização são feitas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh). Essa sanitização é feita com a pulverização de solução de água com hipoclorito de sódio, por meio de bombas costais e caminhões pipas e fumaceiros.

Strans adequará a frota de ônibus após fim da paralisação dos operadores

Após anúncio sobre o fim da paralisação dos operadores do transporte público em Teresina, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai adequar a frota de ônibus de acordo com a demanda da cidade. A medida pretende evitar possíveis aglomerações. Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro.

“Vamos aguardar um comunicado oficial do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro) e voltaremos a atender os passageiros de todas as zonas da cidade sem a necessidade da circulação dos veículos alternativos cadastrados”, informou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

A Strans esteve acompanhando as negociações entre os empresários e trabalhadores do serviço de transporte público durante esses mais de 80 dias de paralisação. Até então, estava circulando 70% da frota em horário de pico, 6h às 9h e 16h às 19h, e 30% nos demais horários, ambos com percurso direto entre os bairros e centro.

Avenidas de Teresina recebem reforços na sinalização vertical

As principais avenidas de Teresina estão recebendo reforços de sinalização vertical em seus cruzamentos. As placas de Vire à Direita estão sendo instaladas pela Diretoria de Trânsito e Sistema Viário da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) nas vias perpendiculares às avenidas que possuem canteiro central .

A placa Vire à Direita será implantada para avisar aos condutores que obrigatoriamente eles devem dobrar nesse sentido e não podem fazer conversões à esquerda.

O engenheiro da Strans, Cássio Adler, explica que as instalações estão sendo executadas após estudos das equipes de sinalização, que constataram a necessidade de reforços nesses trechos. “Fizemos um estudo para detectar quais pontos tinham mais necessidades de reforços de sinalização. Com esse trabalho visamos intensificar a atenção dos condutores e evitar acidentes”, enfatiza.

As vias que já tiveram instalações concluídas em seus cruzamentos foram Alameda Parnaíba, Jóquei Clube, Dom Severino, Nossa Senhora de Fátima, Gil Martins, Barão de Gurgueia, Pedro Freitas, Elias João Tajra, Presidente Kennedy, e Doutor Luís Pires Chaves.

Strans  informa horários de ônibus passando pelos shoppings

 

Para atender trabalhadores dos três shoppings da capital e demais usuários, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) disponibiliza desde terça-feira (4) as linhas de ônibus no turno da noite passando por esses estabelecimentos. Os ônibus saem de diversos bairros rumo aos shoppings e retornam para esses mesmos bairros, mesmo os motoristas e cobradores estando em greve os ônibus estão circulando, mas de forma reduzida.

 

Conforme o gerente de Planejamento da Strans, Denilson Guerra, essa medida é necessária para que os usuários tenham acesso aos transportes coletivos. “Com a reabertura dos shoppings na terça-feira reorganizamos a frota para que, principalmente os trabalhadores, não sejam prejudicados nos deslocamentos no retorno para casa. Essa medida que está em ação desde terça-feira deve permanecer nos dias em que os shoppings estejam em funcionamento”, afirma.

Ele alerta para que os passageiros tomem medidas de prevenção contra a Covid-19 com o uso de máscaras faciais, fazendo fila obedecendo o distanciamento mínimo e evitem aglomerações no momento de entrarem nos ônibus.

 

Os motoristas e cobradores estão em greve desde o dia 15 de maio e em 7 de julho, após intermediação do Ministério Público do Trabalho (MPT), a frota voltou a funcionar com 70% nos horários de pico das 6h às 9h e das 16h às 19h e de 30% nos demais horários.

 

 

 

Strans segue com atendimentos pela plataforma Teresinense Digital

Uma das estratégias da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) para continuar oferecendo serviços ao público externo durante a pandemia da Covid-19 é o atendimento online pela plataforma Teresinense Digital. Os serviços presenciais foram suspensos no dia 20 de março para evitar a propagação da doença infecciosa na capital.

Requerimentos, consultas e recursos de infrações também devem ser realizados online. Os serviços de renovação, alteração do veículo, transferência da permissão e solicitação de cadastro de 2º operador (para táxi e mototáxi) devem ser realizados somente pela plataforma online Teresinense Digital.

Alyne Costa, gerente de Gestão de Trânsito da Strans, pontua que o atendimento online, que já estava disponível antes da pandemia, tem preservado a saúde tanto do público externo, como dos próprios funcionários da Strans. “Os serviços online têm sido essenciais para que os nossos trabalhos continuem. Nossas equipes estão trabalhando para que a população continue tendo atendimento sem precisar sair de casa e expor sua saúde neste momento”, afirma.

Para o cadastro na plataforma o usuário deve acessar o site da Prefeitura de Teresina (pmt.pi.gov.br/teresinensedigital) no Menu > Trânsito > Clicar em um dos serviços. O aplicativo Teresinense Digital também está disponível em aparelhos Android e IOS.

O cidadão pode realizar os seguintes procedimentos pela plataforma Teresinense Digital:

– Consulta de infrações

– Recurso de infrações

– Requerimento de pagamento dos fornecedores da Strans

– Serviços para permissionários de Táxi

– Serviços para permissionários de Mototáxi

– Serviços para permissionários de Transporte Escolar

– Localização de radares

– Horários dos transportes coletivos

Para mais informações sobre o cadastro de usuários, basta clicar no link abaixo e baixar a Cartilha do Usuário Externo:

https://docs.google.com/document/d/13QZ4ZPbLV_SZpn0v9r5UtvV8r0yIuhO8aFG5K0B0GDw/edit

Centro de Teresina tem aumento considerável no tráfego nesta segunda (3)

Com a reabertura de mais estabelecimentos comerciais na manhã desta segunda-feira (3), no centro de Teresina, foi verificado aumento considerável na quantidade de pessoas e no tráfego de veículos naquela área da capital. Mesmo com a reabertura permanece a necessidade de conter aglomeração e evitar contaminação pela Covid-19 e por essas razões a Superintendência Municipal de Transportes e trânsito (Strans) mantém a interdição de algumas ruas no centro.

Com essa operação continua permitida a circulação de veículos nas ruas Desembargador Freitas, David Caldas, Paissandú e Avenida Maranhão, mas os condutores não podem fazer conversões dentro do trecho que permanece interditado.

Já era esperado esse aumento no fluxo de pessoas no centro, em especial nas áreas de agências bancárias, por ser período de pagamento de aposentados e pensionistas e que coincidiu com a data de reabertura de mais lojas.

O gerente de operação de Trânsito da (Strans), Dênis Lima, informa que os agentes estão no centro das 6h às 18h de segunda a sexta-feira, para fazer a organização da passagem de veículos permitidos a transitarem no perímetro interditado. “A operação segue sem previsão de término e nossas equipes estão localizadas nos pontos estratégicos dos cruzamentos interditados dando orientações e permitindo o acesso apenas dos veículos autorizados conforme o decreto municipal”, informa.

A interdição de algumas vias do centro teve início dia 13 de julho e chegou a registar redução de 90% no tráfego de veículos e pessoas no centro de Teresina. Esse índice foi reduzindo nos últimos dias com a abertura de parte do comércio no dia 27 de julho. A interdição consta no Decreto 19.908 e tem sido uma das medidas de conter aglomeração e evitar contaminação pela Covid 19.

O gerente informa que existe penalidade para quem desobedecer o decreto ao cometer infração grave, com aplicação de multa de R$ 195,26 e cinco pontos no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação.

 

Teresina registra redução de 21% de acidentes com motociclistas na pandemia da Covid-19

A quantidade de acidentes envolvendo motociclistas caiu em 21% de março a junho deste ano na capital. O dado é comparado ao mesmo período de 2019 e consta nas informações do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), que atende pacientes acidentados envolvendo motocicleta. Nesse período de quatro meses, a cidade já estava com medidas restritivas de serviços e de circulação de pessoas devido à pandemia da Covid-19.

Na data de hoje (27) quando é comemorado o Dia Nacional do motociclista percebe-se o aumento na quantidade de motociclistas nas ruas de Teresina, devido à demanda pelo serviço de entrega de mercadorias que prioriza o serviço em motocicleta.

Sobre a quantidade de acidentes, os dados do HUT revelam que de março a junho do ano passado foram 2.879 ocorrências com motos, sendo 748 em março, 689 em abril, 755 em maio e 678 em junho. Em 2020 foram 2.272 acidentes o que comprova a redução de 21%, sendo 638 acidentes em março, 469 em abril, 604 em maio e 561 em junho.

Sobre as condutas corretas no trânsito pelos motociclistas, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) alerta para a necessidade dos condutores observarem as normas obedecendo os limites de velocidade de cada via, a atenção nos cruzamentos e o uso do capacete.

O agente de trânsito da Strans, Hudson Rabelo, cita quais são as principais condutas para evitar acidentes. “A utilização do capacete afivelado, o uso do retrovisor e o respeito ao limite de velocidade em cada via evitam a ocorrência de acidentes graves”, diz.

O condutor da motocicleta está sempre em situação de vulnerabilidade no trânsito e alguns atos contribuem para acontecer acidentes, como explica o agente de trânsito, Torquato Neto. “Numa simples observação do comportamento do motociclista percebemos muitas atitudes proibidas sendo praticadas e em especial nesse período em que houve redução do tráfego. São manobras como subir em canteiros, trafegar pelas calçadas, não respeitar a sinalização e o excesso de velocidade são atitudes que causam muitos acidentes”, analisa.