Centro de Controle Operacional deve ser entregue no primeiro bimestre de 2020

O Centro de Comando e Controle Operacional (CCO) deve ser entregue no primeiro semestre de 2020. A ordem de serviço foi assinada na manhã desta quarta-feira (13), pelo prefeito Firmino Filho. A central tecnológica vai permitir a inovação na segurança, operação e monitoramento do trânsito da capital.

A obra, com investimento total de quase R$26 milhões oriundos de recursos federais, é uma iniciativa da Prefeitura de Teresina, através da Strans e Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), com apoio de instituições de segurança.

A Central contará, inicialmente, com 479 câmeras instaladas  através de um sistema de visualização profissional, estação de monitoramento, controle de semáforos, corredores, estações e terminais.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, afirmou que, no primeiro momento, a central permitirá o melhor gerenciamento dos corredores, estações e terminais, tendo como base o transporte público. “Essa central será de grande valor nos setores de segurança e mobilidade urbana, sendo voltada, inicialmente, para o transporte coletivo. Nosso propósito é melhorar a atuação das estações, corredores e terminais e trazer mais segurança para os teresinenses”, explicou.

O Centro também possuirá a mais alta tecnologia, por meio de uma sala de servidores (Datacenter), para a gravação de arquivos, gerenciamento, conexão e controle da energia dos equipamentos que compõem o CCO internos e externos.

Weldon Bandeira, superintendente da Strans, enfatizou que o investimento tecnológico da obra é essencial para que o monitoramento seja realizado de forma eficaz, permitindo mais segurança para população teresinense. “Tudo será equipado com o que há de mais moderno, de modo que se possa servir melhor a população da cidade”, destacou Weldon.

O secretário da Semcaspi, Samuel Silveira, ressaltou que a assinatura é um dos pontos de partida para o funcionamento do centro. “A assinatura da ordem de serviço é um passo fundamental para que essa central comece a operar em breve e para que possamos ampliar os serviços. Ao final do processo, junto ao BNDES, teremos mais de mil câmeras instaladas em Teresina”, revelou o secretário.

O centro terá seu foco, primeiramente, no setor de transporte público, com o monitoramento e manutenção frequente dos corredores, estações, terminais e semáforos. Posteriormente, a expansão abrangerá a segurança e gerência das entradas e saídas dos principais bairros e avenidas da cidade.

Strans expediu mais de 4 mil cartões de estacionamento para idosos e pessoas com deficiência

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) expediu, de janeiro a outubro deste ano, 4.201 cartões de estacionamento. Foram 3.334 para vaga especial de idoso e 867 para vaga de pessoa com deficiência. A Strans inovou com a digitalização de expedição do cartão e não é mais necessário a ficha de inscrição.

Quem tem direito a esse benefício deve comparecer à sede da Strans, das 7h30 às 12h30, com originais da carteira de identidade, CPF e comprovante de endereço.

Já a pessoa com deficiência que deseja retirar o cartão pela primeira vez, precisa se cadastrar junto ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua casa, com a cópia da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e o laudo do médico com o Código de Identificação da Doença (CID). Com esses documentos, a pessoa deve se dirigir à sede da Strans.

De acordo com o chefe do setor de Monitoramento da Superintendência, Danilo Araújo, com o novo sistema não há necessidade de preencher requerimento para solicitar o cartão para vaga especial tanto para idoso como para pessoas com deficiência, por isso ficou menos burocrático. “Avançamos muito na expedição do cartão, antes a gente entregava com cinco dias, mas agora já entregamos no momento da solicitação”, acrescenta.

As pessoas idosas e com deficiência ou com dificuldades de locomoção têm direito a estacionar nas vagas especiais nas vias públicas, em estabelecimentos públicos ou privados e de uso coletivo (art.24, VI Código de Trânsito Brasileiro), nos shoppings e estabelecimentos comerciais. Entretanto essas vagas só podem ser usadas mediante o uso do cartão de estacionamento para vaga especial, no painel do veículo, em local visível. O cartão é emitido gratuitamente pela Strans.

O cartão de estacionamento especial para idoso e pessoa com deficiência foi elaborado em conformidade com as Leis Federais de Nº 9503/1997 e 10.741/2003 e a Lei Municipal Nº 3.488/2006, por esse motivo o cartão é válido em todo o território nacional.

Para o funcionário público estadual Antônio Ferreira Castelo Branco, 68 anos, o cartão de estacionamento para vaga especial é muito importante para facilitar a vida dos idosos. “Vim à Strans para renovar o meu cartão, pois sempre que vou aos shoppings ou aos supermercados utilizo essas vagas especiais e o cartão me garante esse espaço”, disse.

Ao chegar na Strans, Antônio ficou surpreso com a agilidade no atendimento. “Quando eu tirei o primeiro cartão, esperei cinco dias para receber, mas agora recebi o documento na mesma hora e nem precisei trazer cópias dos documentos. Estão todos de parabéns pela agilidade”, acrescenta.

Encerram nesta sexta(1) as inscrições para o Prêmio de Educação no Trânsito

Serão encerradas nesta sexta-feira(1) as inscrições para o VIII Prêmio Cidade de Teresina de Educação no Trânsito, promovido pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Os candidatos que pretendem se inscrever devem comparecer à sede da Strans das 7h30 às 13h30.

O prêmio para o 1º colocado em cada categoria é de R$ 2 mil e o segundo colocado receberá R$ 1mil. Podem se inscrever professores, estudantes da educação infantil ao ensino superior, profissionais da comunicação (tv, rádio, jornal, revista, portal), empresas públicas e privadas, organizações não governamentais. O público em geral também pode participar, através da categoria fotografia.

A gerente de Educação no Trânsito, Samyra Motta, afirma que são registrados muitos acidentes com vítimas, envolvendo condutores de veículos e pedestres e que o prêmio é também para as pessoas refletirem sobre as condutas no trânsito. “Com esse prêmio queremos chamar a atenção da população para a problemática e envolvê-la em ações que possam contribuir para a redução dos acidentes”, diz.

Os trabalhos que irão concorrer ao prêmio devem ser enviados à sede da Strans em envelope ou pacote fechado, com o título do prêmio desta edição, a categoria e a subcategoria em que estiver concorrendo e a ficha de inscrição preenchida.

Strans vai organizar fluxo de veículos nos cemitérios no Dia de Finados

Por conta do feriado do Dia de Finados, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) fará uma operação especial nas entradas dos principais cemitérios da cidade. A ação será realizada das 7h às 19h, no próximo sábado (2), nas proximidades dos cemitérios do Buenos Aires, São José (Zona Norte), Renascença e Jardim da Ressurreição (Zona Sudeste).

De acordo com o Gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima, os Agentes de Trânsito estarão nas entradas dos principais cemitérios para fazer a orientação dos motoristas. “Todos os anos no Dia de Finados temos um grande fluxo de veículos nessas áreas, por isso as equipes sempre vão a esses locais orientar os condutores e diminuir o problemas com o fluxo dos veículos”, acrescenta.

Lima reforça que as pessoas devem optar por fazer a visita aos cemitérios cedo pela manhã, pois assim reduz a possibilidade de enfrentar congestionamentos. “Estaremos nesses locais para orientar os condutores e garantir o acesso aos cemitérios da melhor maneira possível”, enfatiza.

Inicia nesta terça-feira pesquisa domiciliar do Plano Diretor de Mobilidade Urbana de Teresina

Nesta terça-feira, 22, tem início em Teresina a pesquisa de destino domiciliar junto à população da cidade. Esse estudo é uma das etapas da elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável (PDMUS) da capital, que está sendo iniciado este mês.

O objetivo da pesquisa é mapear o comportamento das pessoas com relação aos seus deslocamentos pela cidade. O coordenador da pesquisa, Helder Paixão, explica que os entrevistados estarão devidamente identificados e uniformizados quando se apresentarem nas residências.

“Os pesquisadores usarão, boné, camiseta, crachá e anotarão os dados em um tablet. É importante que as pessoas os recebam em suas casas e respondam o questionário, pois assim teremos dados reais do comportamento e das necessidades da população”, diz. Ele informa que nesta segunda (21) um grupo de pesquisadores está realizando pesquisa piloto, no bairro Marquês, zona Norte.

Outra medida voltada para proporcionar mais segurança à população é que a Ouvidoria da Strans também pode ser acionada pelo fone 0800 086 3122 opção 1. Também tem o fone 3122 7600. A pesquisa será realizada em todos os bairros de Teresina e terá duração de um mês. Um segundo levantamento também será realizado em março.

O assessor técnico da Strans, Ricardo Freitas, informa que os dados da pesquisa são muito importantes para a identificação das necessidades da população. “As pessoas serão perguntadas sobre os transportes que elas utilizam, qual a finalidade, se não utilizam quais são as razões, enfim teremos um mapeamento completo”, ressalta. Ele esclarece que a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana de Teresina vai apontar soluções que incluem o melhor uso das vias e a sustentabilidade nas questões ambientais, sociais e econômicas.

Deficientes visuais recebem atendimento dos fiscais nos terminais de integração

Nos terminais de integração, os fiscais conduzem os deficientes visuais até que estejam acomodados dentro do ônibus. Esse é um serviço que agrada a quem necessita de orientação para fazer os deslocamentos dentro dos terminais, que atendem as especificações técnicas de acessibilidade.

O casal de deficientes visuais Luiza de Sousa Ferreira e Antônio Carlos de Sousa utilizam diariamente o Terminal Zoobotânico, zona Leste de Teresina, e constata que esse atendimento facilita o deslocamento.

Segundo Luiza, o serviço contribui para que ela se desloque mais rápido e com segurança. “O fiscal e o motorista são gentis no atendimento e eu gosto porque fica fácil ir até o ônibus que eu preciso”, declara.

Para Antônio de Sousa é útil receber essa atenção por parte dos fiscais. “Eu acho bom o serviço e gosto porque os fiscais e os motoristas auxiliam a gente. Só peço que os motoristas tenham mais atenção para que o ônibus fique bem perto da entrada da plataforma para que a gente não tenha nenhum perigo de cair no espaço entre o ônibus e a plataforma”, diz.

A engenheira da Strans Adelia de Melo explica que as plataformas nos terminais foram construídas com dispositivos para garantir a segurança dos usuários. “Esses dispositivos são taxões que auxiliam o balizamento do ônibus junto à plataforma e assim o ônibus fica o mais próximo possível da plataforma para que não haja espaço que comprometa a segurança do usuário”, afirma.

Ela informa que as estações e os terminais estão dentro das normas de acessibilidade. “Todos têm piso tátil, rampas e semáforos sonorizados para auxiliar com segurança os deslocamentos dos deficientes visuais”, destaca.

Strans realiza reunião com moradores da zona Norte

Com o objetivo de discutir as mudanças que serão implementadas no entorno do Terminal do Buenos Aires, acontece nesta quinta-feira (29), às 17h, uma reunião com as lideranças comunitárias e comerciantes da região norte, no Centro de Educação Infantil (CMEI) Tia Luluzinha, situado à Rua José Marques, 3315, no Bairro Buenos Aires.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, considera muito importante esse tipo de encontro. “Já realizamos algumas reuniões para explicar para os moradores as mudanças, e assim estamos colocando a comunidade por dentro de todas as alterações, que devem começar em breve”, acrescenta.

Falcão reforça que algumas ruas passarão por mudanças de sentido, a fim de melhorar a fluidez do trânsito no local. “Colocamos nova sinalização e solicitamos o asfaltamento de algumas vias para criar rotas alternativas para as pessoas. A partir do momento que as mudanças começarem a funcionar, os agentes de trânsito estarão nos locais para tirar as dúvidas dos condutores. A nossa expectativa é que as mudanças tragam um trânsito melhor e mais seguro para todos”, disse.

O vereador R. Silva, que vai participar do encontro, enfatizou que foram feitas algumas reuniões para explicar as mudanças. “Estamos otimistas com as reuniões que já aconteceram. Hoje faremos mais um encontro para tirar as dúvidas das pessoas e para mostrar as vantagens das mudanças”, afirma.

Strans prorroga até 06 de setembro a renovação de alvará para mototaxistas

Ascom Strans

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) prorrogou até o dia 6 de setembro o prazo para que os mototaxistas de Teresina façam a renovação do alvará. A decisão de prorrogação consta na Portaria nº 49/2019 e favorece a categoria, que tem um prazo maior para procurar a Strans e se regularizar. Dos 2.315 mototaxistas cadastrados, somente 1.340 fizeram a renovação, o que corresponde a 58% do total. O prazo para esse procedimento havia encerrado na última quinta-feira (15).

No ato da renovação é feita a vistoria da moto, com a verificação do bom funcionamento dos freios, luzes, pedais e outros componentes. Os casos em que a moto tenha algum problema mecânico, o proprietário precisa providenciar o conserto.

Este ano, o processo para renovação do alvará foi simplificado com a redução da quantidade de documentos exigidos e também do prazo de entrega do novo alvará, que antes era de 20 dias e agora é de apenas cinco dias.

A gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Cintia Machado, diz que os mototaxistas devem procurar a Strans e explica sobre a documentação necessária para realizar o procedimento. “Os documentos exigidos são a permissão do ano anterior, documento da moto, CNH do condutor, certificado do curso de transporte de passageiro mototáxi e certidão negativa de débito da Prefeitura de Teresina”, informa.

A documentação exigida consta na Portaria da Strans nº 034/2019 que especifica a lista de documentos necessários considerando o Decreto nº 18.684 de 07 de junho deste ano.

João Batista Rodrigues, residente no Parque Afonso Gil, zona Sul de Teresina, trabalha há oito anos como mototaxista. Ele já fez a renovação da permissão e afirma que o processo foi simples. “Achei mais fácil este ano e estou satisfeito com o meu serviço porque me dedico todos os dias da semana, das 5h da manhã até o início da noite. Tenho passageiros certos e nem penso em ter outro trabalho”, diz.

Agentes organizarão o trânsito durante os eventos do aniversário de Teresina

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) disponibiliza equipes de agentes de trânsito para organizar o fluxo de veículos nos locais dos eventos desta sexta-feira, 16, quando Teresina completa 167 anos e a cidade terá programação diversificada.

Equipes de agentes de trânsito estarão, antes das 9h, nas proximidades da Igreja Matriz Nossa Senhora do Amparo, próxima à Praça da Bandeira, onde será celebrada missa solene. Às 11h tem sessão solene na Câmara Municipal de Teresina, localizada na Avenida Marechal Castelo Branco, e os agentes também estarão nas vias próximas.

À tarde o trabalho das equipes é na zona Norte, onde, às 16h, acontece o corte do bolo, na Praça do Poti velho, zona Norte, com a presença de moradores da região. À noite, encerrando as festividades desta sexta-feira, tem, às 20h, a solenidade de outorga da Medalha do Mérito Conselheiro Saraiva, no Theatro 4 de Setembro.

No domingo, 18, às 7h, a comemoração é com a corrida de rua Volta da Frei. A concentração é no adro da igreja São Benedito e agentes estarão no local horas antes do evento para fazer toda a organização do trânsito.

O agente de trânsito Francisco Sidney cita que o trabalho desse profissional é essencial no dia a dia da cidade, para que seja mantida a harmonia do trânsito. “Fazemos essa organização dando prioridade ao pedestre, que é a peça mais frágil nesse cenário. Dependendo do local e do evento, temos que fazer a coordenação de todos que compõem o trânsito, como no caso dessa corrida em que vias são interditadas”, declara.

Strans cria Seção de Acidentes de Trânsito

Um novo serviço é disponibilizado pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) com a criação da Seção de Acidentes de Trânsito. Desde julho, esse serviço atende as pessoas que se envolvem em acidentes de trânsito.

A seção funciona com 28 agentes de trânsito que respondem ao chamado pelo telefone 3122-7617. Os agentes se deslocam até o local do ocorrido e fazem o boletim de ocorrência de acidentes de trânsito e, quando necessário, realizam o laudo. Desde o início desse trabalho já foram atendidas mais de 100 ocorrências, sendo 61 com perícia.

O Coronel Jaime Oliveira, da Diretoria de Operações de Trânsito da Strans, informa que a equipe de agentes foi qualificada para realizar as funções durante as ocorrências, alguns receberam treinamento no Paraná e fazem uso de smartphones e programa específico para registro de dados.

“A pessoa que se envolver em acidente de trânsito em Teresina pode contar com esse serviço no horário das 6h às 23h,  e já contatamos a empresa de telefonia para em breve disponibilizar um número de telefone com três dígitos para que todos memorizem facilmente”, informa.

Antes da criação da Seção de Acidentes de Trânsito, o serviço era realizado nas vias urbanas de Teresina pela Companhia Independente de Trânsito (CIPTran), mas essa função passou a ser da Strans. Nas rodovias estaduais é feito pelo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) e nas rodovias federais pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).