Strans aumenta número de veículos cadastrados durante a greve

A Superintendência de Trânsito e Transportes de Teresina (Strans) cadastrou até a manhã desta terça-feira (05), 110 veículos que estão atuando no transporte da população durante a greve dos motoristas e cobradores de ônibus. Os proprietários estão sendo orientados a respeitarem a gratuidade para idosos e a tarifa estudantil (meia passagem).  É importante lembrar que o usuário deve apresentar carteirinha (estudantes) e o cartão que dá direito aos benefícios (idosos acima de 60 anos).

De acordo com o diretor de Transportes Públicos da Strans, Francisco Nogueira, os usuários devem estar atentos se os veículos estão identificados e em bom estado para a circulação. “Quando os proprietários vem até a Strans nós fazemos todas as recomendações e vistorias, mas os passageiros devem estar atentos aos transportes que estão circulando nas ruas, se estão devidamente identificados com a placas da prefeitura e também se estão em boas condições físicas”, explicou.

Para obter a autorização da circulação, é necessária a apresentação da documentação dos condutores e dos veículos, que passam por vistoria. A autorização concedida pela STRANS estipula as rotas que deverão ser afixadas em local que facilite a identificação por parte dos usuários.

Os passageiros que presenciarem veículos clandestinos e o descumprimento das normas podem denunciar os casos por meio do whatsapp: (86) 99460-2486. Se forem comprovadas as denúncias, a autorização para o transporte será suspensa.

Strans cadastra veículos e fiscaliza cumprimento da lei de greve

A Superintendência de Trânsito e Transportes de Teresina (Strans) cadastrou 90 vans e ônibus que estão atuando no transporte de passageiros durante a greve. O cadastramento prossegue hoje, até às 17h, na sede da Superintendência, localizada à rua Pedro Freitas,1252.  Para obter a autorização, é necessária a apresentação da documentação dos condutores e dos veículos, que também passam por vistoria, necessária para a segurança dos usuários. A autorização concedida pela STRANS estipula as rotas que deverão ser afixadas em local que facilite a identificação por parte dos usuários.

A gratuidade para idosos e a tarifa estudantil (meia passagem) serão respeitadas, porém o usuário deve apresentar carteirinha (estudantes) e o cartão que dá direito aos benefícios (idosos acima de 60 anos). Em caso de descumprimento das normas de autorização, os usuários devem denunciar à STRANS, pelo whatsapp: 86 99460-2486. Se foram comprovadas as denúncias, a autorização para o transporte será suspensa.

A STRANS também disponibilizou para os usuários os itinerários dos ônibus que irão circular. A Lei de Greve prevê que “nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os empregadores e os trabalhadores ficam obrigados de comum acordo a garantir, durante a greve, a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade. Esta garantia deve ser de no mínimo 30% (trinta por cento) dos serviços em funcionamento” (Lei.783/89), o que corresponderia a 126 veículos da frota de 420 ônibus.

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina e dos Trabalhadores do Sistema de Transportes Rodoviários devem notificar sobre a frota em circulação.  A STRANS reforçou também a fiscalização para garantir o cumprimento da Legislação e direitos dos usuários do transporte coletivo.