Mais cinco estações de passageiros foram alvos de furtos nesta semana

Ascom/Strans

Nesta semana, mais cinco estações de passageiros foram alvos de furtos em Teresina. Foram levados cabos de iluminação, plugs e tubulações de cobre das máquinas de ar-condicionado das estações Fórum Sul, Justiça Federal, Chesf, Pio XII e Nações Unidas, na zona Sul da capital. É a segunda vez que os equipamentos públicos são alvos de furtos em menos de duas semanas.

Na semana passada, os furtos ocorreram nas estações Ivan Tito, Albertão, Justiça Federal, Pio XII (nos dois sentidos) e Nações Unidas. Foram levados cabos de cobre, plugs e cortinas de ar-condicionado.

O coronel John Feitosa, da Assistência Militar da Prefeitura de Teresina, assegura que desde o início da semana, os trabalhos de policiamento vêm sendo redobrados. “Além dos trabalhos de fiscalização das equipes da Guarda Municipal durante todo o dia, contamos com o apoio da Secretaria de Segurança do Estado e Polícia Militar para identificar e prender quem vem cometendo esses atos que vandalizam os equipamentos públicos”, informa.

O diretor de operação e fiscalização da Strans, coronel Jaime Oliveira, revela que os furtos acontecem, normalmente, no intervalo de troca das equipes que realizam as rondas. “Os responsáveis costumam realizar os furtos no intervalo de troca das equipes, mas já estamos colocando em prática as estratégias para coibir essas ações”, explica.

A reposição dos equipamentos furtados e danificados é feita pela Strans e cada ocorrência é registrada para manter as estações em bom funcionamento e evitar transtornos aos usuários.

Strans já gastou R$ 40 mil em recuperação de estações de passageiros

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) investiu cerca de R$ 40 mil, em três meses, na recuperação das estações de embarque e desembarque de passageiros por furtos de equipamentos e atos de vandalismo.

De julho até o início deste mês, foram registradas 38 ocorrências de furtos de fios e lâmpadas e duas ocorrências de quebra de vidros. O último caso foi na noite desta quarta-feira (24), quando foram quebrados os vidros da Estação Fórum Sul, na Avenida Professor Wall Ferraz, zona Sul.

A reposição dos equipamentos furtados e danificados é feita pela Strans e cada ocorrência é registrada para manter as estações em bom funcionamento e evitar transtornos aos usuários. Outra medida do órgão para garantir a segurança é a realização de Boletim de Ocorrência nos Distritos Policiais e o convênio com a Polícia Militar.

O diretor de Operações e Fiscalização da Strans, Coronel Jaime Oliveira, informa que já foi implantado o sistema eletrônico de alarme na Estação Lourival Parente. “Essa estação teve a maior quantidade de ocorrência e, por essa razão, já está em funcionamento o sistema eletrônico, para evitar essa prática delituosa que está se repetindo em várias estações onerando os custos de manutenção das estações de passageiros”, fala. Esse sistema de alarme funciona das 23h às 5h, quando não existe fluxo de passageiros.

O supervisor de manutenção da Strans, Marco Antonio Cunha, explica que a cada ocorrência registrada é feito o reparo. “Fazemos rotineiramente a manutenção com a reposição de fios e de lâmpadas nas 54 estações que já estão em funcionamento em Teresina”, diz.

Dados de furtos nas estações

Conforme dados da Strans, a maior quantidade de ocorrências em três meses foi em 13 estações nos corredores Sul I (Avenidas Barão de Gurgueia e Henry Wall de Carvalho), Sul II (Miguel Rosa e Pref. Wall Ferraz) e Sudeste (Avenida Gil Martins).

A estação Lourival Parente Sul/Norte teve a maior quantidade de ocorrências, com um total de sete casos, e na estação Lourival Parente Norte/Sul foram seis ocorrências de furtos de equipamentos. A Estação Justiça Federal Sul/Norte teve cinco ocorrências, e Balão da Miguel Rosa Sul/Norte e Ivan Tito Sul/Norte tiveram quatro ocorrências.