Prazo para renovação da permissão dos transportes escolares termina nesta sexta-feira (31)

O prazo para a renovação da permissão dos transportes escolares terminará nesta sexta-feira (31). Das 36 permissões cadastradas, 12 já foram renovadas. O objetivo é garantir o transporte seguro de crianças e adolescentes.

De acordo com o gerente de Licenciamento e Concessão, Rômulo Rêgo, o prazo não será estendido e quem não realizar a renovação poderá ser multado e ter o veículo recolhido em fiscalizações.

“Não vamos estender o prazo de renovação, porque demos o mês de janeiro inteiro para os condutores regularizarem a situação. Até o dia 31 vamos estar fazendo as vistorias nos veículos e renovando as permissões. O condutor que não fizer isso dentro do prazo poderá ser multado e, se parado em uma fiscalização, o veículo será recolhido”, afirma o gestor.

Durante a vistoria, são conferidos os itens de segurança do veículo, como freios, extintores, cintos de segurança e se o tacógrafo está funcionando corretamente. O motorista também precisa dar entrada no protocolo da superintendência com os documentos pessoais e com o comprovante do curso de condutor da categoria de transporte escolar.

Confira os documentos necessários para a renovação:

– Requerimento reconhecido firma ou assinatura do requerente presencial no protocolo;

– Cópia da permissão original ou protocolo;

– Cópia do documento do veículo;

– Extrato de multa;

– Cópia da CNH atual com observação de apto a transporte renumerado;

– Cópia de aferição tacógrafo;

– Certidão criminal da Justiça Federal;

– Certidão criminal da Justiça Estadual 1ª instância, caso positivo, apresentar certidão criminal da Justiça Estadual 2º instância;

– Cópia certidão negativa de débito do município;

– Cópia alvará de funcionamento do município;

– Cópia de comprovante de residência;

– Declaração de inexistência de vínculo empregatício com carteira assinada e de caráter efetivo nas esferas federal, estadual e municipal.

Strans fiscaliza itinerário de ônibus intermunicipais com trajeto acima de 100 km

Pensando no ordenamento do tráfego da área central, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está intensificando as fiscalizações de ônibus intermunicipais com trajeto acima de 100 km de Teresina. A operação iniciou, na manhã desta sexta-feira (24), de forma educativa, com a presença de fiscais da Diretoria de Transporte Público da Strans, agentes de trânsito e Polícia Militar na Avenida Maranhão.

Na segunda-feira (27), a fiscalização se concentrará na Ladeira do Uruguai e Avenida Presidente Kennedy, na altura da rotatória do São Cristóvão, com veículos sujeitos à apreensão, caso as empresas desrespeitem a maneira de circulação correta.

O diretor de transporte público da Strans, Adriano Barreto, pontua que o objetivo da ação é cumprir com a circulação correta dos ônibus intermunicipais. “A presença desses veículos em vias que não estão estabelecidas no itinerário colabora com a intensificação do congestionamento da cidade. Estamos cumprindo os decretos nº 4.286/2000 e sua atualização de nº 15.628/2016 com o objetivo de dar mais fluidez ao trânsito da capital”, explica Adriano.

Conforme a última atualização, através do decreto nº 15.628/2016, fica permitido o acesso à área central somente os ônibus que fazem linha em um percurso cuja distância máxima de Teresina seja de até 85 km.

As linhas, com trajeto superior a 100 km de Teresina, deverão obedecer aos seguintes itinerários:

Norte:

Chegada a Teresina:

Opção 1:

Avenida Presidente Kennedy

Avenida João XXIII

Avenida dos Expedicionários

Avenida Deputado Paulo Ferraz – Br 343

Terminal Rodoviário

Opção 2:

Avenida Presidente Kennedy

Avenida João XXIII

Avenida Frei Serafim

Avenida Miguel Rosa (Norte)

Estação Ferroviária – Ponto Final

Saída de Teresina:

Opção 1:

Terminal Rodoviário

Avenida Dep. Paulo Ferraz – Br 343

Avenida dos Expedicionários

Avenida João XXIII

Avenida Presidente Kennedy

Opção 2:

Estação Ferroviária – Ponto Inicial

Avenida Miguel Rosa (Norte)

Avenida Frei Serafim

Avenida João XXIII

Sul:

Chegada a Teresina:

Opção 1:

Avenida Tancredo Neves – BR 343/316

Avenida Deputado Paulo Ferraz – BR 343

Terminal Rodoviário

Opção 2:

Avenida Henry Wall de Carvalho – PI 130

Avenida Getúlio Vargas – BR 316

Avenida Deputado Paulo Ferraz – BR 343

Terminal Rodoviário

Saída de Teresina:

Opção 1:

Terminal Rodoviário

Avenida Dep. Paulo Ferraz – BR 343

Avenida Tancredo Neves – BR 343/316

Opção 2:

Terminal Rodoviário

Avenida Dep. Paulo Ferraz – BR 343

Avenida Getúlio Vargas – BR 316

Avenida Henry Wall de Carvalho – PI 130

Leste:

Chegada a Teresina:

Avenida João XXIII

Rotatória do São Cristóvão

Avenida dos Expedicionários

Avenida Deputado Paulo Ferraz – BR 343

Terminal Rodoviário

Saída de Teresina:

Opção 1:

Terminal Rodoviário

Avenida Dep. Paulo Ferraz

Avenida João XXIII

Opção 2:

Estação Ferroviária – Ponto Inicial

Avenida Miguel Rosa (Norte)

Avenida Frei Serafim

Avenida João XXIII

Atenção e cuidados no trânsito devem ser redobrados no período chuvoso

A partir do mês de janeiro começa o período chuvoso em Teresina, por isso os condutores devem redobrar a atenção no trânsito e providenciar a manutenção dos veículos. Alguns cuidados são necessários como conferir os pneus, freios, suspensão, limpador de para brisa e fazer regularmente a calibragem, além do alinhamento e balanceamento.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que durante as chuvas os condutores devem ser cautelosos no trânsito, uma vez que a visibilidade da via fica comprometida.

“Dependendo da intensidade da chuva, a visibilidade da pista fica um pouco comprometida. Por isso, é importante redobrar a atenção, diminuir a velocidade para que se tenha tempo suficiente caso seja necessário frear o veículo. Não podemos esquecer também de ligar os faróis. Essas medidas são essenciais para evitar acidentes”, afirma o gestor.

Um dos cuidados que motoristas e motociclistas devem ter também é com os pedestres. Denis Lima lembra que arremessar água e detritos nas pessoas e em outros veículos é infração de trânsito, que custa R$ 130,16.

“Infelizmente, algumas pessoas têm essa má conduta de jogar água nos pedestres e em outros veículos de propósito. Lembramos que é uma infração média e o condutor está sujeito a 4 pontos na CNH. Então, vamos respeitar quem estiver transitando pelas ruas”, declara.

Vistorias de transportes escolares iniciam nesta quinta-feira (02)

As vistorias dos transportes escolares da capital iniciam nesta quinta-feira (02). Durante todo o mês de janeiro, a Gerência de Licenciamento e Concessão da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) estará averiguando as condições dos veículos para renovação da licença, que ocorre a cada seis meses. Em Teresina, são 36 veículos cadastrados.

Rômulo Rêgo, gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, explica que serão analisadas as documentações e condições físicas dos veículos. “Nas vistorias, analisamos a documentação e condições físicas dos veículos. São vistoriadas a manutenção, limpeza, presença de itens de segurança, como cintos, extintor de incêndio, e também iluminação e freios”, diz o gerente.

O gerente reforça que as vistorias promovem a segurança das crianças e adolescentes que são transportados nestes veículos e que o papel dos pais em verificar se o veículo contratado está licenciado é essencial. “Ao contratar esse tipo de serviço, é recomendável que os pais dos alunos verifiquem se o veículo possui licença, para segurança de seus filhos. Os pais podem pedir para conferir esse documento quando solicitar o serviço de transporte”, completa.

Os condutores que não fizerem a vistoria, entre os dias 02 e 31 de janeiro, sofrerão uma penalidade, com aplicação de multa.

Confira os documentos necessários para a renovação:

– Requerimento reconhecido firma ou assinatura do requerente presencial no protocolo;

– Cópia da permissão original ou protocolo;

– Cópia do documento do veículo;

– Extrato de multa;

– Cópia da CNH atual com observação de apto a transporte renumerado;

– Cópia de aferição tacógrafo;

– Certidão criminal da Justiça Federal;

– Certidão criminal da Justiça Estadual 1ª instância, caso positivo, apresentar certidão criminal da Justiça Estadual 2º instância;

– Cópia certidão negativa de débito do município;

– Cópia alvará de funcionamento do município;

– Cópia de comprovante de residência;

– Declaração de inexistência de vínculo empregatício com carteira assinada e de caráter efetivo nas esferas federal, estadual e municipal.

Strans faz vistorias anuais nos ônibus e fiscalizações diárias

 

As vistorias nos ônibus que circulam em Teresina são realizadas anualmente pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans). Neste ano, o trabalho de fiscalização começou no mês de julho e será concluído ainda em dezembro. Estão sendo vistoriados 400 carros dos consórcios Poty, Urbanus, Theresina e Transcol.

Mais de 200 carros já foram vistoriados e, por mês, uma média de 50 veículos são revistoriados em fiscalizações diárias.

As vistorias são feitas no final de semana, para não atrapalhar os horários de circulação dos ônibus. Os fiscais analisam a parte elétrica dos veículos, a documentação e acessibilidade, sempre com a presença de um responsável pela empresa.

O diretor de transportes públicos da Strans, Adriano Barreto, explica que nos casos em que são constatadas irregularidades, os proprietários são notificados e os carros recebem um selo indicando que não estão aptos a circular.

“Os proprietários devem resolver os problemas assim que os carros recebem o selo. Enquanto não for resolvido, o veículo não é liberado. Quando os defeitos são corrigidos, os responsáveis entram em contato com a gente e mandamos um fiscal para fazer uma nova vistoria. Se estiver tudo em ordem, retiramos o selo e o veículo pode voltar a circular normalmente”, declara o gestor.

Mesmo com as vistorias anuais, a Superintendência também realiza fiscalizações diárias nos terminais.

“Quando chegam denúncias de usuários, nós pedimos que os fiscais façam uma vistoria no ônibus para constatar algum problema apontado. Se encontrada alguma irregularidade, colocamos o selo para que o ônibus saia das ruas e o problema seja resolvido”, pontua Adriano.

Para denunciar problemas nos ônibus, a população pode encontrar em contato pela Ouvidoria através dos telefones 0800 86 3122 e (86) 3122-7600 ou pelo aplicativo Colab.

Strans deve aumentar em 40% os testes de alcoolemia durante blitzen

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), em parceria com outros órgãos de trânsito, está realizando este ano mais blitzen de fiscalização. Com essa ação, a constatação é que até o final do ano terá aumento de 20% no número de abordagens aos condutores de veículos e de 40% no número de testes de alcoolemia para constatar a presença de álcool na corrente sanguínea.

Os dados são da Diretoria de Operações de Trânsito da Strans e especificam que no ano de 2018, durante as blitzen de fiscalização, foram realizadas 24.501 abordagens a veículos e destes, 3.105 condutores foram submetidos a testes de alcoolemia, 104 haviam ingerido álcool e considerados com embriaguez administrativa e 34 casos em que o condutor estava com índices acima de 0,36ml foram submetidos à aplicação da lei, que determina prisão em flagrante delito, condução para a Central de Flagrantes e suspensão do direito de conduzir veículo por até um ano.

Este ano, até o dia 19 deste mês, já foram realizadas 14.910 abordagens e 2.218 testes de alcoolemia, sendo identificados 52 casos com embriaguez administrativa e 12 casos com constatação de embriaguez.

Para coronel Jaime Oliveira, diretor de Operações e Fiscalização de Trânsito da Strans, já se percebe o aumento na identificação dos casos de condutores embriagados. “Esse índice maior deve-se a intensificação da fiscalização, pois os condutores ainda insistem em beber e dirigir”, diz. Ele especifica que as blitzen são em parceria com o Detran, Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTRAN), Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e Polícia Militar e são realizadas de quinta a domingo, em vários pontos da cidade, das 23h às 4h.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, esclarece que os dados das operações de trânsito são determinantes para que ações sejam planejadas tanto para blitz, como ações educativas, e ainda para as intervenções na área de engenharia. “Diariamente são realizadas blitzen e os condutores infratores são submetidos à legislação. Nossos dados são tornados públicos no portal da Prefeitura de Teresina para que qualquer pessoa tenha acesso, mas a nossa intenção é que as pessoas evitem esse tipo de comportamento para termos em Teresina um trânsito mais seguro”, analisa.

A gerente de Educação no Trânsito da Strans, Samyra Motta, avalia que é urgente a necessidade de mudança de comportamento dos condutores. “Temos fiscalização nas vias, realizamos campanhas educativas nas escolas e empresas com o Programa Vida no Trânsito e organizamos os dados de ocorrências para serem utilizados no planejamento de ações. Todos sabem que é crime beber e dirigir, é perigoso e o importante não é o valor da multa, é a vida das pessoas, pois ainda são verificadas muitas mortes e pessoas com sequelas”, destaca.

Cruzamento da Av. Gil Martins com Celso Pinheiro terá fiscalização eletrônica

Começa a funcionar, em breve, a fiscalização eletrônica no cruzamento da Avenida Gil Martins com a Avenida Celso Pinheiro, na zona sul da cidade. Com a construção da Ponte Anselmo Dias e implantação do Corredor Sudeste foi necessária a instalação de fiscalização eletrônica no cruzamento.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, foi necessária a implantação do semáforo nesse local juntamente com a fiscalização eletrônica para garantir o bom funcionamento do Corredor Sudeste. “Inicialmente foram colocados os semáforos, foi feito o asfaltamento e a sinalização das vias perpendiculares e a partir de agora faremos a fiscalização eletrônica no local”, afirmou.

Falcão reforça que é importante que as pessoas observem a sinalização e a obedeçam para evitar problemas. “Os condutores devem observar a sinalização e dirigir com todo cuidado. A fiscalização é necessária para garantir o funcionamento do corredor exclusivo”, finalizou.

Sem ocorrências graves, Strans removeu apenas três veículos irregulares na Raul Lopes

No último sábado (23), o Corso de Zé Pereira levou milhares de teresinenses para a Avenida Raul Lopes e, para oferecer segurança aos condutores e foliões, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizou modificações no trânsito na região do evento. Antes da festa, os agentes de trânsito estiveram em alguns pontos para orientar os motoristas.

O diretor de Operação e Fiscalização de Trânsito da Strans, Coronel Jaime, fez uma análise positiva do Corso. Devido ao trabalho realizado pela superintendência, não houve ocorrências graves e a quantidade de carros que estavam na avenida de modo irregular foi pequena.

“Tudo transcorreu dentro da normalidade. Às 14h todas as vias estavam bloqueadas e após esse horário, saímos limpando o corredor da folia com os carros que ainda se encontravam na avenida. Três veículos foram removidos, porque desobedeceram o que já estava previsto, planejado e amplamente divulgado pela mídia. Nós terminamos nosso trabalho por volta de 2h30 da manhã, sem ocorrências graves”, declarou o diretor.

Strans cadastra veículos e fiscaliza cumprimento da lei de greve

A Superintendência de Trânsito e Transportes de Teresina (Strans) cadastrou 90 vans e ônibus que estão atuando no transporte de passageiros durante a greve. O cadastramento prossegue hoje, até às 17h, na sede da Superintendência, localizada à rua Pedro Freitas,1252.  Para obter a autorização, é necessária a apresentação da documentação dos condutores e dos veículos, que também passam por vistoria, necessária para a segurança dos usuários. A autorização concedida pela STRANS estipula as rotas que deverão ser afixadas em local que facilite a identificação por parte dos usuários.

A gratuidade para idosos e a tarifa estudantil (meia passagem) serão respeitadas, porém o usuário deve apresentar carteirinha (estudantes) e o cartão que dá direito aos benefícios (idosos acima de 60 anos). Em caso de descumprimento das normas de autorização, os usuários devem denunciar à STRANS, pelo whatsapp: 86 99460-2486. Se foram comprovadas as denúncias, a autorização para o transporte será suspensa.

A STRANS também disponibilizou para os usuários os itinerários dos ônibus que irão circular. A Lei de Greve prevê que “nos serviços ou atividades essenciais, os sindicatos, os empregadores e os trabalhadores ficam obrigados de comum acordo a garantir, durante a greve, a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade. Esta garantia deve ser de no mínimo 30% (trinta por cento) dos serviços em funcionamento” (Lei.783/89), o que corresponderia a 126 veículos da frota de 420 ônibus.

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina e dos Trabalhadores do Sistema de Transportes Rodoviários devem notificar sobre a frota em circulação.  A STRANS reforçou também a fiscalização para garantir o cumprimento da Legislação e direitos dos usuários do transporte coletivo.