Prefeitura mantém restrições e circulação dos ônibus será suspensa neste fim de semana

A Prefeitura de Teresina determinou a continuidade das restrições para o funcionamento das atividades econômicas nos próximos dois finais de semana e a circulação dos ônibus será suspensa em 100% neste sábado (15) e domingo (16). O novo decreto nº 19.995 pretende coibir a proliferação da Covid-19 na capital, que teve aumento nesta semana de 9% da taxa de transmissibilidade.

O gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Weldon Bandeira, ressalta que as restrições realizadas nos finais de semana têm gerado bons resultados, e que com o não funcionamento de boa parte dos setores, não há necessidade para deslocamentos. “A intenção é que as pessoas fiquem em casa e evitem a proliferação dessa doença infecciosa na capital. Os resultados têm sido positivos e os deslocamentos só devem ser feitos em casos essenciais”, recomenda o superintendente.

Nos próximos dois finais de semana (15 e 16 de agosto, e 22 e 23 de agosto) estão autorizados a funcionar apenas as seguintes atividades e estabelecimentos: farmácias e drogarias; serviços de saúde; serviços de segurança e vigilância; serviços de delivery exclusivamente para alimentação pronta, água e gás de cozinha; órgãos e profissionais de comunicação; serviços e rituais religiosos; situações comprovadas de urgências e emergências.

Neste domingo, 16 de agosto, foram mantidos somente os eventos que serão transmitidos de forma virtual para a celebração do aniversário de Teresina. Já nos sábados, 15 e 22 de agosto, fica autorizado o funcionamento e operação das atividades da base de combustível (terminal) e das atividades de distribuição de combustíveis. Os postos revendedores de combustíveis estarão autorizados a abrir no horário das 7h às 24h na sextas-feiras, 14 e 21 de agosto.

Teresina registra redução de 21% de acidentes com motociclistas na pandemia da Covid-19

A quantidade de acidentes envolvendo motociclistas caiu em 21% de março a junho deste ano na capital. O dado é comparado ao mesmo período de 2019 e consta nas informações do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), que atende pacientes acidentados envolvendo motocicleta. Nesse período de quatro meses, a cidade já estava com medidas restritivas de serviços e de circulação de pessoas devido à pandemia da Covid-19.

Na data de hoje (27) quando é comemorado o Dia Nacional do motociclista percebe-se o aumento na quantidade de motociclistas nas ruas de Teresina, devido à demanda pelo serviço de entrega de mercadorias que prioriza o serviço em motocicleta.

Sobre a quantidade de acidentes, os dados do HUT revelam que de março a junho do ano passado foram 2.879 ocorrências com motos, sendo 748 em março, 689 em abril, 755 em maio e 678 em junho. Em 2020 foram 2.272 acidentes o que comprova a redução de 21%, sendo 638 acidentes em março, 469 em abril, 604 em maio e 561 em junho.

Sobre as condutas corretas no trânsito pelos motociclistas, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) alerta para a necessidade dos condutores observarem as normas obedecendo os limites de velocidade de cada via, a atenção nos cruzamentos e o uso do capacete.

O agente de trânsito da Strans, Hudson Rabelo, cita quais são as principais condutas para evitar acidentes. “A utilização do capacete afivelado, o uso do retrovisor e o respeito ao limite de velocidade em cada via evitam a ocorrência de acidentes graves”, diz.

O condutor da motocicleta está sempre em situação de vulnerabilidade no trânsito e alguns atos contribuem para acontecer acidentes, como explica o agente de trânsito, Torquato Neto. “Numa simples observação do comportamento do motociclista percebemos muitas atitudes proibidas sendo praticadas e em especial nesse período em que houve redução do tráfego. São manobras como subir em canteiros, trafegar pelas calçadas, não respeitar a sinalização e o excesso de velocidade são atitudes que causam muitos acidentes”, analisa.

 

Centro de Teresina permanece interditado com retorno do funcionamento de estabelecimentos

 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que esta semana continuam interditadas as ruas do centro, mesmo com a autorização de funcionamento de alguns estabelecimentos comerciais, a partir desta segunda-feira, 27.

Quanto ao serviço de carga e descarga permanecerá com as mesmas condições de antes da interdição, sendo proibido somente o acesso de veículo acima de 5 toneladas. Esses veículos só podem realizar carga e descarga entre 18h e 6h da manhã.

O gerente de operações de Trânsito da Strans, Denis Lima, explica que a operação terá continuidade da mesma forma de antes quando não havia permissão de funcionamento de estabelecimentos comerciais. “Os agentes estarão a postos para garantir que circularão somente os veículos permitidos pelo Decreto Municipal e como já estamos realizando há duas semanas.  Quanto aos demais veículos poderão optar pelas vias paralelas ou próximas aos locais interditados”, explica. Ele ressalta que o resultado da interdição tem sido satisfatório com redução de 90% no tráfego de veículo na área central da cidade.

A primeira etapa da fase 2 inicia nesta segunda, 27, quando estarão autorizados a funcionar o comércio atacadista e varejista de itens não essenciais, como eletrodomésticos, além de pet shop, agências de viagens, serviços administrativos, de edifícios, missas, serviços religiosos.

A interdição que teve início dia 13 último continua sendo fiscalizada por agentes da Strans de segunda-feira a sábado, das 6h às 18h, no perímetro das ruas Desembargador Freitas, Paissandu, David Caldas e Avenida Maranhão com  permissão de circular os veículos previstos no Decreto 19.908 que especifica ações para conter aglomeração e contaminação pela Covid-19.

Frota de ônibus em Teresina será de 30% nesta sexta (24)

Como vem sendo feito em todos os finais de semana deste mês, Teresina terá frota de 30% dos ônibus em circulação nesta sexta-feira (24). No sábado (25) e domingo (26) o serviço será suspenso.  A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) diz que essa determinação é semelhante a que ocorreu nos finais de semana ao longo desse mês. A medida é para conseguir melhores índices de isolamento social e evitar a contaminação pela Covid-19.

No final de semana passado os índices de isolamento foram de 38,2% na sexta-feira (17), de 49% no sábado (18) e de 55,5% no domingo (19). Esses dados revelam que houve redução do índice em comparação aos do final de semana anterior quando foram registrados na capital 42,7% na sexta (10); 51,8 % no sábado (11) e 55,7% no domingo (12).

 

Este é o último final de semana de restrições mais duras com base no Decreto Municipal 19.890 de 6 de julho, que trata sobre da intensificação de medidas de isolamento social mais rigorosas nas sextas, sábados e domingos deste mês por conta da pandemia de Covid-19.

O gestor da Strans, Weldon Bandeira, analisa que essa estratégia que atinge o transporte público de passageiros contribui nas medidas de combate a Covid-19. “As pessoas precisam se convencer da necessidade de isolamento, esse índice precisa melhorar este final de semana. O poder público conta com a colaboração coletiva da população. Ficando em casa estamos protegendo nossa família, amigos e a vida de muitos teresinenses.”, solicita.

Conforme o decreto, haverá restrição de funcionamento de serviços nesta sexta-feira (24) quando é permitido o funcionamento apenas de supermercados, mercados, postos de combustíveis, serviços bancários, casas lotéricas, distribuição e comercialização de combustíveis, farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery para entrega de comida pronta, comunicação e situações comprovadas de urgência e emergência.
No sábado (25) e domingo (26) só funcionarão farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para entrega de produtos de alimentação pronta, comunicação e situações comprovadas de urgência e emergência.

 

Strans prorroga renovação de alvará dos taxistas para janeiro de 2021

Em virtude da pandemia da Covid-19, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) prorrogou a renovação de alvará dos taxistas para 31 de janeiro de 2021. O objetivo é evitar o atendimento presencial para evitar a disseminação do vírus.

“Prorrogamos o prazo como forma de garantir que não haja riscos para os profissionais envolvidos nessas vistorias, como os taxistas e os funcionários da própria Strans. É de suma importância seguirmos as recomendações das autoridades de saúde, evitando esse tipo de contato físico”, destaca o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

Em janeiro deste ano, a Strans já havia prorrogado por 60 dias as vistorias e renovações dos taxistas da capital. Com a nova Portaria, o prazo mais recente passa a valer por mais 306 dias, contando a partir do dia 31 de março de 2020.

Confira a Portaria nº 11/2020

Teresina terá frota de ônibus de 30% nesta sexta (17)

Nesta sexta-feira (17)  haverá redução para 30% da frota de transporte público em Teresina. No sábado (18) e no domingo (19) o serviço será suspenso. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) informa que essa determinação é semelhante a que ocorreu no último final de semana e que contribuiu para o registro de melhores índices de isolamento social com 42,7% na sexta;  51,8% no sábado e de 55,7% no domingo.

Essas alterações no funcionamento do serviço de transporte público ocorrem em consideração ao cumprimento do Decreto Municipal 19.890 de 6 de julho, que trata sobre  a intensificação de medidas de isolamento social mais rigorosas nas sextas, sábados e domingos deste mês de julho. Essa foi uma das formas de combater a Covid-19.

 

O gestor da Strans, Weldon Bandeira, analisa que essas estratégias no funcionamento do transporte público contribuem para melhorar o isolamento. “Ficamos satisfeitos com os índices alcançados no final de semana passado, mesmo não sendo os ideais. Dessa forma todos contribuindo iremos sair mais rápido desse tempo de pandemia”, diz.

 

Conforme o decreto, existe restrição de funcionamento de serviços nas sextas-feiras. É permitido o funcionamento apenas de farmácias e drogarias, mercados, supermercados, bancos, loterias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para entrega de produtos de alimentação pronta, comunicação e situações comprovadas de urgência e emergência.

 

Também conforme o decreto nos sábados e domingos só funcionam farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para alimentação pronta, comunicação, e em situações de comprovada urgência e emergência.

Strans divulga informações solicitadas pelo Ministério Público Eleitoral do Piauí

Por recomendação do Ministério Público Eleitoral do Piauí, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) divulga as informações de contratos exigidas pelo artigo 4º, § 2º, da Lei Federal nº 13.919/2020. Em cumprimento ao Item nº 03 da Recomendação Administrativa nº 001/2020 (Documento nº 0861654), oriunda da 1ª Promotoria Eleitoral de Teresina.

Os contratos tiveram como objeto a contratação de empresa especializada no fornecimento imediato de materiais de higienização e de equipamentos de proteção individual, em virtude da necessidade de minimizar os riscos de contaminação pela Covid-19.

  Nome do Contratado Inscrição na Receita Federal do Brasil

(CNPJ)

 

Prazo Contratual Valor (R$) Processos de Contratação/

Aquisição

 

Contrato nº 05/2020 – STRANS

(Dispensa de Licitação nº 01/2020 – SEMA)

 

J R PESSOA FILHO EIRELI – EPP (VIP NEGÓCIOS) 02.939.111/0001-93 06 (seis) meses
73.705,00
Processo Eletrônico nº 00042.000021/2020-04 – SEMA/PMT e nº 00077.007003/2020-54 – STRANS
Contrato nº 06/2020 – STRANS

(Dispensa de Licitação nº 01/2020 – SEMA – Relançamento)

 

J R PESSOA FILHO EIRELI – EPP (VIP NEGÓCIOS) 02.939.111/0001-93 06 (seis) meses 609.545,00 Processo Eletrônico nº 00042.000021/2020-04 – SEMA/PMT e nº 00077.007003/2020-54 – STRANS

 

As informações necessárias foram publicadas no Diário Oficial do Município de Teresina – DOM, na data de 11 de maio de 2020, conforme Publicações dos Contratos nº 05/2020 – STRANS e Contrato nº 06/2020 – STRANS, em cumprimento do artigo 4º, § 2º, da Lei Federal nº 13.919/2020, acessível no seguinte endereço:

http://dom.pmt.pi.gov.br/admin/upload/ANEXO%20AO%20DOM2765-11052020-ASSINADO.pdf

Transporte coletivo será suspenso no sábado (11) e domingo (12)

O serviço de transporte coletivo será suspenso neste sábado (11) e domingo (12) devido às medidas restritivas para evitar a propagação da Covid-19 em Teresina. Na segunda-feira (13), os coletivos retornam com 70% da frota em horários de pico, das 6h às 9h, e das 17h às 19h. Nos demais horários, a frota será de 30%.

A determinação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) é mais uma tentativa de melhorar os índices de isolamento social na capital. Segundo Weldon Bandeira, gestor da Superintendência, medidas mais duras precisam ser adotadas aos finais de semana, incluindo a restrição de alguns serviços essenciais. “Esse é o momento de todos contribuírem para reduzir a contaminação, para que a cidade possa restabelecer todos os serviços”, diz.

Nos finais de semana estão em vigor medidas restritivas previstas no Decreto Municipal 19.890. Conforme o documento, nos sábados (11, 18 e 25) e domingos (12, 19 e 26) só funcionarão farmácias e drogarias, serviços de saúde, segurança e vigilância, delivery exclusivo para entrega de produtos de alimentação pronta, comunicação e situações comprovadas de urgência e emergência.

A motivação para restrições é que os dados dos órgãos de saúde comprovam a necessidade de manter o distanciamento social.  Até o momento, a capital contabiliza 11.415 casos e 498 mortes desde o início da pandemia, de acordo com dados do painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

Ônibus voltam a circular nesta quarta-feira (08) com a frota reduzida

A partir desta quarta-feira (08) o transporte público de Teresina volta a funcionar de forma reduzida, com 70% da frota, das 6h às 9h e das 17h às 19h, que correspondem aos horários de pico, e 30% nos demais horários. Os ônibus sairão dos bairros com destino ao Centro e serão aceitos os cartões eletrônicos.

A desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Liana Chaib, determinou na terça-feira o retorno do transporte público sob pena de multa diária de R$ 50 mil por dia para o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro). A decisão da desembargadora foi com base no pedido de dissídio coletivo ajuizado pelo procurador Regional do Trabalho, João Batista Machado Júnior.

Weldon Bandeira, gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), especifica que apesar das dificuldades de negociação foi possível estabelecer parâmetros para o retorno da circulação dos ônibus. “Foi acatada a decisão do TRT pelo bem da parcela da população que necessita desse serviço público para os deslocamentos que devem ser os estritamente necessários, pois ainda estamos vivendo uma pandemia”, cita.

A Strans vai fiscalizar o cumprimento da frota estipulada pelo TRT e será responsável pela sanitização das estações de embarque e desembarque de passageiros, paradas de ônibus e durante o trajeto dos veículos. Ao Setut cabe a sanitização dos ônibus ao final de cada turno.

Funcionamento do serviço

O retorno do serviço de transporte público de Teresina será com terminais de integração fechados, nesta primeira fase, mas a integração poderá ser feita em um prazo de duas horas em qualquer ponto das linhas com o Centro e nas avenidas Frei Serafim e João XXIII. Enquanto a frota de ônibus estiver reduzida, permanecem funcionando os veículos cadastrados.

Continuam suspensos a gratuidade dos idosos e o passe estudantil, segundo os decretos nº 19.541 de 23 de março e nº 19.635 de 04 de abril, respectivamente.

Transporte público de Teresina volta a funcionar na terça com frota reduzida

 

O transporte público de Teresina voltará a funcionar a partir da próxima terça-feira, dia 7, com 70% da frota de ônibus circulando nos horários de pico, ou seja, de 6h às 9h e de 16h às 19h horas. Nos demais horários, a frota será reduzida em 30%. O serviço será retomado após intermediação do Ministério Público do Trabalho para garantir o fim da greve dos motoristas e cobradores, que durou mais de 50 dias.

Com o objetivo de evitar aglomerações, o serviço volta a funcionar com restrições na primeira fase da retomada das atividades econômicas. De acordo com a Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito) todos os terminais permanecerão fechados e o atendimento será feito com percursos diretos entre os bairros e o Centro da cidade.

Para evitar o aumento na circulação de pessoas nesta primeira etapa, Strans também vai manter suspensos o passe do estudantil e a gratuidade dos idosos. “O fluxo de passageiros será monitorado constantemente. Em caso de necessidade de ampliação da demanda para os serviços autorizados a funcionar, as ordens de serviços poderão ser revistas, aumentando a quantidade de ônibus em circulação”, explicou o superintendente da Strans, Weldon Alves, ressaltando que, desde o início da pandemia, o transporte público da capital vinha atendendo cerca de 10 mil pessoas diariamente.

A Strans vai garantir também a sanitização diária de todos os veículos, estações de embarque e desembarque de passageiros, além das paradas de ônibus abertas de todas as zonas da cidade. Outra medida será a disponibilização de álcool em gel para todos os operadores dos veículos. A todos os passageiros será exigido o uso de máscaras dentro dos veículos e dos equipamentos públicos destinados ao transporte coletivo.