Teresina passa a contar com táxis adaptados para pessoa com deficiência

Já estão circulando pela cidade os novos táxis eficientes, que são carros adaptados para atender às pessoas com deficiência. Esses veículos entraram no sistema de através da licitação que foi realizada recentemente pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito. No processo licitatório foram oferecidas 40 vagas para esse tipo de transporte, entretanto, apenas 10 carros conseguiram o alvará.
De acordo com a gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Cintia Machado, o táxi eficiente vem para atender à necessidade para pessoas que precisam de um carro adaptado. “Esses carros ficarão parados em um ponto na área central e poderão atender às pessoas que precisam de um tratamento diferenciado”, explicou.
A gerente ressalta que essa é uma conquista das pessoas com deficiência e que trará mais comodidade para todos. Para Edvaldo Moura de Abreu, que entrou na licitação e conseguiu um alvará para o táxi eficiente, esse serviço é muito importante para as pessoas com deficiência.  “Decidi entrar nessa área por acreditar que terei uma grande clientela e que conseguirei uma renda extra para conseguir sustentar a minha família. Já entramos em contato com várias pessoas para divulgar o nosso serviço”, enfatizou.
Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Piauí, 17,5% da população têm algum tipo de deficiência, o que representa um número superior a 500 mil pessoas no Estado. Em Teresina, o número de pessoas com deficiência é de cerca de 100 mil, incluindo todos os tipos de deficiência, não só motora, como auditiva ou visual, por exemplo.

Prefeitura realiza vistoria no transporte escolar

 

 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está realizando durante todo o mês de janeiro a vistoria e renovação das permissões dos veículos que fazem transporte escolar. No município de Teresina são 25 vans que prestam esse tipo de serviço e que passarão por esse vistoria com o objetivo de garantir o transporte escolar seguro para as crianças e adolescentes.

De acordo com a Gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Cíntia Machado, a vistoria é realizada todos os anos nos meses de janeiro e julho para verificar as condições dos veículos e garantir segurança dos usuários desse tipo de serviço. “As pessoas que trabalham nessa área devem comparecer à Strans com o veículo, a documentação pessoal e do carro a fim de realizar a vistoria, a renovação e a permissão para o transporte escolar”, acrescentou.

Para evitar problema com o retorno ao período letivo, a Strans solicita que os proprietários procurem o órgão o quanto antes. “Gostaríamos que as pessoas comparecessem o mais rápido possível à Strans a fim de agilizar a vistoria e para evitar problemas de última hora”, alerta a gerente afirmando ainda que somente poderão prestar o serviço as pessoas que estejam credenciados junto ao órgão com a sua  permissão renovada  e o carros devidamente vistoriado.

 

 

Integração é ampliada em outros cinco bairros da zona Sudeste

A partir deste fim de semana os moradores do Conjunto São Paulo, Parque Poty, Manuel Evangelista e Renascença I e III, na zona Sudeste de Teresina começaram  a ser beneficiados com o Sistema de Interação Urbano de Teresina. No sábado (21) a ampliação chegará aos bairros Todos os Santos, Jardim Europa, Deus Quer e Gurupi.  Até o final do mês 100% da região vai ter acesso à integração, nos finais de semana.

De acordo com a Gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Cintia Machado, a ampliação visa principalmente oferecer um melhor serviço para os usuários dos ônibus. “ É preciso que fique claro que teremos ônibus saindo dos bairros com destino aos dois terminais, por isso é importante o usuário defina antes de sair de casa a rota que pretende seguir para o deslocamento,  se irá pelas avenidas Miguel Rosa e Barão de Gurgueia deverá pegar o coletivo que vai para o Terminal do Itararé, caso queira ir para  a Avenida João XXII, São Cristóvão Shopping ou Ponte Wall Ferraz deve pegar o ônibus que vai para o Terminal do Livramento”, explicou.

A gerente enfatiza inda que a principal vantagem da integração nos terminais é redução do tempo de espera no bairro. “As linhas que vão para o Terminal do Livramento e do Itararé terão carros com intervalo de 18 minutos, é uma forma do usuário se programar melhor e uma maior quantidade de linhas para o centro da cidade”, explicou.

Além disso, ao chegar aos terminais os usuários terão uma maior quantidade de ônibus para se deslocarem para o centro da cidade. “Serão beneficiados todos os moradores, mas aqueles que vivem nos bairros menos populosos terão um maior número de opções para se deslocarem para o centro da cidade. Todos os bairros terão as mesmas opções, com isso ficará mais fácil chegar ao centro, serão mais ônibus com uma frequência maior”, acrescentou.

A gerente reforça ainda que a operação de integração está sendo realizada nos finais de semana para que as pessoas se acostumem com as mudanças. “A nossa ideia é fazer com o usuários entendam se acostumem com o sistema, somente após essa fase iremos oferecer o serviço durante a semana”, complementou.

A dona de casa Maria dos Santos Soares diz que ainda está tentando entender o funcionamento do novo sistema, mas espera que com isso melhore o serviço. “A mudança é grande, mas esperamos que tudo fique melhor para todos nós. Acho que se a gente se programar tudo vai dar certo”, finalizou.

Prefeitura amplia integração do transporte público a partir de amanhã

 

 

A partir de amanhã (7) será ampliado o sistema de integração do transporte público na Zona Sudeste da cidade serão contemplados os moradores do Conjunto São Paulo, Parque Poty, Manuel Evangelista, Renascença I e III. Já no sábado (21), a ampliação vai chegar aos Bairros Todos os Santos, Jardim Europa, Deus Quer e Gurupi. Dependendo do destino do passageiro, ele poderá pegar o ônibus no seu bairro e seguir para o Terminal do Itararé ou do Livramento e, a partir dos terminais, seguir destino para o centro.

 

Já está sendo realizada uma ampla divulgação na zona em toda a região, um panfleto informativo está sendo entregue em todas as casas e nos terminais por pessoas que poderão tirar as dúvidas dos usuários dos transportes públicos.

 

De acordo com o Gerente de Planejamento da Strans, Vinícius Rufino, os usuários devem ficar atentos para o destino que querem seguir a partir do início da viagem, pois essa definição será muito importante para que ele se desloque para o terminal correto. “Estamos alertando as pessoas para observarem os letreiros dos ônibus, pois esses dados são muito importantes para que os usuários consigam chegar ao seu destino de maneira tranquila”, explicou.

Além disso, o gerente ressalta que a integração será possível apenas para as pessoas que possuem o Cartão Mais Fácil seja ele do estudante, do trabalhador ou o cartão expresso. “O cartões podem ser adquiridos nos postos de atendimento do Setut, nos terminais ou os nos ônibus da Zona Sudeste”,

 

A integração traz para a vida os usuários muitas vantagens, entre elas poderemos citar a redução dos gastos e o tempo de espera nas paradas. “Após esses seis meses já percebemos uma redução no tempo de espera pelo ônibus. A nossa expectativa é que com a conclusão dos corredores exclusivos esses tempo de espera reduza ainda mais”, acrescentou.

Vinícius reforça que o sistema o que está acontecendo é uma ampliação para atender a mais pessoas. “O ônibus da linha alimentadora (bairro/terminal) fará uma viagem mais curta. Com isso, poderá retornar de forma mais rápida para o bairro. Ao mesmo tempo, o usuário terá um maior número de linhas com destino ao centro da cidade, que são as linhas troncais (terminal/centro)”, explicou.

Passagem para estudantes é congelada pelo sexto ano consecutivo

A tarifa do transporte coletivo municipal para os estudantes permanecerá congelada em R$ 1,05. Já a passagem inteira ficará em R$ 3,30, a partir da próxima sexta-feira, dia 06. Este é o sexto ano consecutivo que a classe estudantil paga a tarifa nesse valor.  O realinhamento dos preços foi definido com base em planilhas de custos analisadas e aprovadas pelo Conselho Municipal de Transportes Coletivos, que reúne representantes de instituições públicas, usuários e operadores de transporte representantes de diversas categorias, como servidores públicos, estudantes, empresários e sociedade civil organizada.

O decreto que estabelece  o reajuste dos transportes coletivos será publicado amanhã(05) pela Prefeitura de Teresina. Para chegar ao valor de R$ 3,30, o Conselho Municipal de Transportes Coletivos levou em consideração o valor dos insumos para manutenção do sistema e os investimentos realizados para melhoria do transporte público.

A frota de ônibus tem passado por uma grande renovação, que terá continuidade ao longo de todo o ano de 2017. A Superintendência Municipal de Trânsito informa que este ano a população que utiliza o sistema vai contar com 100 novos ônibus, todos com ar condicionado e que permitem a acessibilidade  aos usuários.

Em referência à tarifa dos estudantes, o valor congelado corresponde a 32% da passagem normal.  Diferente da meia passagem que é cobrada na maioria das cidades, em Teresina a classe estudantil vai pagar apenas um terço do valor normal.

A Prefeitura ressalta que o realinhamento da tarifa foi necessário para manter o serviço em funcionamento, considerando vários custos como os salários dos servidores do sistema, que teve reajuste  de 7,39%, e o preço dos veículos, que ficou 15,24% mais caros.

O Conselho Municipal de Transportes Coletivos que definiu o reajuste tem o objetivo de estabelecer as diretrizes básicas da Política de Transportes de Teresina. Entre suas atribuições está a de avaliar a planilha de cálculos da tarifa de transportes públicos e taximétricos, após acompanhamento dos estudos.

Melhorias

A Prefeitura vem realizando várias melhorias no sistema. Este ano serão entregues os terminais de integração cujas obras já estão iniciadas. Os 100 novos veículos serão adquiridos para permitir o funcionamento do novo sistema que vai contar com os corredores exclusivos de ônibus.

Ao longo dos últimos dois anos, a Strans trabalhou na implantação de faixas exclusivas para ônibus nas principais avenidas da cidade para garantir maior agilidade no percurso dos ônibus. A medida reduz o percurso, diminuindo também o tempo de espera nas paradas.

O sistema de transporte público de Teresina terá várias melhorias. Além da ampliação da integração na zona Sudeste, está prevista a conclusão de outros três terminais de integração, sendo os dois da zona Norte (Rui Barbosa e Buenos Aires) e um da zona Sul (Bela Vista) até junho. A implantação será de forma gradativa, em três etapas: primeiro aos finais de semana em bairros específicos, depois amplia para mais bairros e em seguida passa a operar todos os dias da semana.

Conselho de Transporte define valores das tarifas de ônibus, táxi e mototáxi

Após duas horas de discussão, o Conselho Municipal de Transportes definiu os reajustes nas tarifas dos transportes públicos de Teresina. A partir de agora o resultado será encaminhados para o prefeito de Teresina para que ele faça a apreciação e dê a palavra final.
De acordo com a planilha, a tarifa de ônibus ficará no valor de R$ 3,30 e a passagem para o estudante ficará no valor de R$ 1,15. Já o valor da tarifa de táxi ficou com bandeirada em R$ 4,50, a bandeira 1 em R$ 2,51 e a bandeira 2 custando R$ 3,01. Para os mototaxistas o valor da bandeirada ficou de R$ 3,30, a bandeira 1 em R$ 1,11 e bandeira 2 em R$ 1,33.
De acordo com o Diretor Administrativo Financeiro da Strans e membro do Conselho Municipal de Transportes, Ricardo Freitas, durante a reunião foram discutidas e aprovadas as planilhas de custos dos transportes públicos. “Tivermos uma reunião com representantes dos diversos setores da sociedade. Debatemos as planilhas e chegamos as sugestões de valores para as tarifas dos transportes públicos. Agora vamos encaminhar o documento para o prefeito para que ele dê a palavra final do processo. Precisamos aguardar o posicionamento do senhor prefeito e a publicação do decreto no Diário Oficial do Município”, explicou.
Participaram da reunião representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Câmara Municipal de Teresina (CMT), Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU-SUL), Superintendência de Desenvolvimento Rural (SDR), Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMAM), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), Procuradoria Geral do Município (PGM), Coordenadoria da Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (CMPPM), Associação de Usuários de ônibus, Sindicato dos Trabalhadores da empresas de transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro), Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (Adeft), Sindicato das Empresas de Transportes Urbano de Teresina (Setut),  Associação dos Taxistas de Teresina, Sindicato de Transportes Alternativos de Passageiros de Teresina (Sintrapi), Sindicato dos Mototaxistas de Teresina (Sindmot), e ainda o representante dos transportes coletivos da Linhas Rurais. Foi registrada a ausência dos representantes dos estudantes.

Strans divulga ampliação da integração para lideres comunitários

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) reuniu as lideranças comunitárias da zona Sudeste para apresentar para os moradores como vai funcionar a ampliação da integração do sistema de transportes públicos de Teresina, que começa a partir de sábado (7) no Conjunto São Paulo, Parque Poty, Manoel Evangelista, e Renascença I e III.

O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira, 29, na sede da Superintendência. Durante a reunião, foi informado ainda que a integração, também vai incluir os bairros Jardim Europa, Deus Quer, Gurupi e Todos os Santos, a partir do dia 21 de janeiro.

De acordo com a Diretora de Transportes Públicos da Strans, Cintia Machado, a reunião foi importante para dirimir dúvidas em relação à integração. “Tivemos uma boa conversa com as lideranças, que irão nos ajudar a divulgar para os moradores esta nova etapa da ampliação da integração na zona Sudeste. Entregamos para eles um folder que irá nos ajudar nesse trabalho de divulgação, além disso, na ainda nesta semana teremos carros de som circulando em todos os bairros informando a ampliação da integração”, disse.

O gerente de Planejamento da Strans, Vinicius Rufino, explicou que, após seis meses da implantação do funcionamento dos terminais de integração, a Zona Sudeste avalia que a operação está mais otimizada. “Fizemos muitos ajustes e mostramos para as lideranças que já percebemos uma melhoria considerável nas viagens dos ônibus. Ganhamos tempo nas viagens e a tendência é que consigamos fazer um ajuste ainda melhor no serviço”, acrescentou.

A líder comunitária do Manuel Evangelista, Adalgisa Sousa da Costa, considera esse tipo de reunião muito importante para ajudar a divulgar para os moradores. “Estamos dispostos ajudar as pessoas a entenderem como irá funcionar essa ampliação. Todos nós estamos ansiosos e esperando que o serviço de transporte público melhore”, enfatizou.

Para o líder comunitário Rodrigo Saraiva, que mora no Grande Dirceu, área que será beneficiada nesta etapa pela integração, a expectativa com a ampliação da integração é grande entre os moradores. “Estamos na torcida para que essa ampliação melhore para todos nós. Viemos para a reunião para entender e ajudar a divulgar a ampliação para os moradores da nossa região. Esperamos que tudo funcione de acordo com o planejado”, pontua.

Vale lembrar que os usuários só vão conseguir fazer a integração se tiver o cartão do estudante, o cartão do trabalhador ou cartão expresso, que podem ser adquiridos nos postos de atendimento do Setut, nos terminais de integração e nos ônibus da zona Sudeste.

Strans realiza reunião para divulgar ampliação da integração na zona Sudeste

 

Nesta quinta-feira, ás 9 horas, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai promover uma reunião com as lideranças comunitárias da Zona Sudeste da cidade. O encontro tem como objetivo explicar para os moradores como vai funcionar a ampliação da integração do sistema de transportes públicos de Teresina.

A partir do primeiro sábado de janeiro, (7) a integração irá incluir o Conjunto São Paulo, Parque Poty, Manoel Evangelista, e Renascença I e III. Na segunda etapa, que acontecerá no dia 21 de janeiro, a ampliação vai chegar aos bairros Jardim Europa, Deus Quer, Gurupi e Todos os Santos.

De acordo com a Diretora de Transportes Públicos da Strans, Cintia Machado, a reunião visa explicar para os moradores como irá funcionar ampliação da integração. “Vamos ampliar o atendimento para os demais bairros da zona Sudeste, entretanto vale lembrar que a integração nos terminais irá continuar funcionando somente nos finais de semana para que as pessoas se acostumem como o novo serviço”, explicou.

A diretora ressalta ainda que será feita um grande divulgação com distribuição de material informativo para os moradores para que as mudanças sejam mais facilmente entendidas. “As pessoas que moram na zona Sudeste já estão tendo acesso à integração, as agora iremos ampliar a quantidade de beneficiados na região. Estamos aos poucos ampliando o atendimento para que pessoas possam ter acesso à integração”, disse.

A grande vantagem da integração é a redução do tempo de espera, que têm garantido mais agilidade ao transporte público. Vale lembra que os usuários só vão conseguir fazer a integração se tiverem o cartão do estudante, o cartão do trabalhador ou cartão expresso, que podem ser adquiridos nos postos de atendimento do Setut, nos terminais de integração e nos ônibus da zona Sudeste.

Conselho se reúne para tratar sobre reajustes nas tarifas de ônibus, táxi e mototáxi

Integrantes do Conselho Municipal de Transportes se reuniram nesta terça-feira (27) para discutir os reajustes nas tarifas de ônibus, táxi e mototáxi em Teresina. O encontro aconteceu na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) e contou com a participação de representantes de diversas áreas, como usuários, estudantes e empresários, além de membros da própria administração municipal.
Durante a reunião, a Strans apresentou planilhas detalhas de custos do transporte público na capital. É baseado nesse documento que a Prefeitura de Teresina fará o reajuste do preço da passagem de ônibus e das tarifas de táxi e mototáxi, medida prevista no contrato de licitação com as empresas e que deve ser revisado anualmente.
“Todos os custos que giram em torno do sistema são apurados. Há gastos fixos, como remuneração de funcionários, depreciação de veículo e garagens, e os gastos variáveis, como pneu, combustível, lubrificante e peças. Tudo isso é catalogado numa planilha para composição dos gastos”, detalha o diretor administrativo e financeiro da Strans, Ricardo Freitas.
Essa planilha de custos agora será analisada pelos integrantes do Conselho Municipal de Transportes, que reúne representantes de usuários, estudantes, empresários, sindicatos de taxistas e mototaxistas, além de representantes da própria Prefeitura de Teresina.
Esses mesmos integrantes do Conselho devem se reunir em janeiro para referendar o documento. Depois disso, a planilha será enviada ao prefeito Firmino Filho devidamente auditada. “O Conselho não tem o poder de reajustar as tarifas. Ele vai somente referendar”, explica Ricardo Freitas.
Ainda não há previsão de quando as novas tarifas passarão a ser cobradas.

Strans amplia integração do transporte público na zona Sudeste

A Prefeitura de Teresina vai ampliar o sistema de integração do transporte público na Zona Sudeste da cidade, contemplando todos os bairros da área. No sábado, dia 7 de janeiro, serão beneficiados os moradores do Conjunto São Paulo, Parque Poty, Manuel Evangelista, Renascença I e III. Já no sábado (21), a ampliação vai chegar aos Bairros Todos os Santos, Jardim Europa, Deus Quer e Gurupi. Dependendo do destino do passageiro, ele poderá pegar o ônibus no seu bairro e seguir para o Terminal do Itararé ou do Livramento e, a partir dos terminais, seguir destino para o centro.
Ao superintendência irá realizar uma ampla divulgação da ampliação a integração na zona Sudeste a partir da próxima semana em toda a região. Um panfleto informativo será entregue em todas as casas e nos terminais por pessoas que poderão tirar as dúvidas dos usuários dos transportes públicos.
A ampliação ocorre após seis meses de funcionamento dos terminais, que beneficiou inicialmente os bairros Alto da Ressurreição, Redonda e Parque Jurema. “Estamos ampliando o atendimento para uma parcela maior de usuários do serviço, mas vale lembrar que o atendimento continua sendo realizado nos terminais somente aos finais se semana”, explica a Diretora de Transportes Públicos da Strans, Cintia Machado.
O gerente de planejamento do órgão, Vinícius Rufino, ressalta que a grande vantagem da integração é a redução do tempo de espera, que têm garantido mais agilidade ao transporte público. “O sistema é o mesmo e estamos ampliando para atender a mais pessoas. O ônibus da linha alimentadora (bairro/terminal) fará uma viagem mais curta. Com isso, poderá retornar de forma mais rápida para o bairro. Ao mesmo tempo, o usuário terá um maior número de linhas com destino ao centro da cidade, que são as linhas troncais (terminal/centro)”, explicou.
Ele ressalta que os usuários só vão conseguir fazer a integração se tiverem o cartão do estudante, o cartão do trabalhador ou cartão expresso, que podem ser adquiridos nos postos de atendimento do Setut, nos terminais de integração e nos ônibus da zona Sudeste.