Teresina recebe mais dois semáforos sonoros

Começaram a funcionar sábado (3) mais dois semáforos sonoros para pedestres em Teresina. Um está localizado na Avenida Barão de Castelo Branco, em frente ao Centro de Estimulação para Crianças com Deficiência Sensorial (CIES), na zona Sul da cidade, e o outro na Avenida Henry Wall de Carvalho, próximo à sede do Sistema Social da Indústria (Sesi), também na zona Sul. Os semáforos visam oferecer mais segurança para as pessoas que atravessam as avenidas diariamente.

 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) tem trabalhando na ampliação de semáforos para pedestres buscando garantir a travessia segura para as pessoas em vários bairros da cidade.

 

Segundo o diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, essa é uma reivindicação antiga da comunidade, que vem sendo atendida aos poucos desde o iníco da gestão. “Nesse local especificamente existe um grande fluxo de pessoas, por isso o semáforo para pedestres é essencial”, explicou.

 

O diretor ressalta que os semáforos são implementados baseados nas solicitações dos pedestres e após a realização de um estudo de viabilidade de pontos que existem a demanda de deficientes visuais. “O semáforo ficará em modo piscante no horário das 23h às 5h por  medida de segurança”, lembrou Falcão.

 

Recentemente, a Prefeitura readequou os sinais sonoros para pedestres já existentes em Teresina. Atualmente, a cidade possui os equipamentos nos seguintes pontos: Barão de Castelo Branco com cruzamento da Igreja São Francisco (Vermelha), Barão de Castelo Branco, próximo à Itapemirim, Barão de Castelo Branco, próximo a Servemplac, Pires de Castro com a Santa Luzia, Maranhão próximo a Paraíba, Marechal Castelo Branco, próximo à Câmara Municipal, Raul Lopes, próximo à Ponte Estaiada e Raul Lopes, próximo ao Shopping Riverside.

 

Calçadões do centro estão interditados a partir de hoje (30)

A partir desta quarta-feira (30) até o dia 2 de janeiro os calçadões das Ruas Álvaro e Simplício Mendes estarão fechados para a passagem de veículos. A medida visa garantir a circulação tranquila dos pedestres no centro da cidade, nesse período de final de ano, em que cresce a procura das pessoas às lojas do centro interessadas nas compras de Natal e Ano Novo.
De acordo com o Gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima, a presença dos agentes de trânsito será mais intensa nesse período do ano com intuito de melhorar a fluidez dos veículos na área central da cidade. “Neste período recebemos um grande fluxo de veículos e pessoas no centro da cidade, por isso precisamos realizar uma ação mais intensa na área. Estaremos com várias equipes na área para orientar os condutores”, enfatizou.
O gerente ressalta que é importante que os condutores respeitem a sinalização e evitem parar em fila dupla e local proibido, pois esse tipo de atitude poderá causar um problema maior no trânsito. “Aconselhamos, inclusive, que as pessoas façam a opção de ir ao centro fazer suas compras de táxi ou de ônibus, pois assim será evitado o aumento da quantidade de veículos no centro”, enfatizou.
A costureira Maria da Cruz Sousa reconhece que a interdição dos calçadões no final de ano é muito importante para que as pessoas possam circular com mais tranquilidade. “Muitas pessoas fazem as compras no centro da cidade, com isso aumenta a quantidade de pessoas e de carros, mas com a interdição e a presença dos agentes de trânsito para orientar as pessoas, com certeza, o trânsito fica um pouco melhor”, finalizou.

Plano Diretor é discutido em reunião com o Ministério Público

Aconteceu , no Ministério Público Estadual uma reunião para acompanhamento da implantação do Plano Diretor de Transportes e Mobilidade Urbana, principalmente no que se refere ao sistema de drenagem da Avenida Presidente Kennedy após as obras de implantação do referido plano.

Participaram da reunião o superintendente da Strans, Carlos Augusto Daniel, a Diretora de transportes Públicos da Strans, Cintia Machado,  os Promotores de Justiça Denise Aguiar e Sávio Carvalho, o engenheiro calculista Pedro Wellington G. N. Teixeira; o representante da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste – SDU Leste, Francisco Canindé Dias Alves; a professora da Universidade Federal do Piauí – UFPI Ângela Braz Napoleão; o consultor em hidrologia José Medeiros Noronha Pessoa; o representante do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Piauí, Emanuel Castelo Branco, e a representante do Setor de Perícias e Pareceres Técnicos do MPPI, Danielle Arêa Leão Dantas.

Durante a audiência foram propostas soluções para resolver o problema do escoamento de água no local, vários outros locais da avenida possuem pontos de alagamento. De acordo com o superintendente da Strans, Carlos Daniel, o problema de alagamento na avenida já existe há mais de vinte anos. “A construção da estação para passageiros não agravou a situação, pois o problema de escoamento de águia no local já existe há muito tempo e não foi a obra que agravou a situação. Faremos um levantamento topográfico a fim de apontar uma solução para o problema”, enfatizou.

O superintendente reforçou que o engenheiro calculista Pedro Wellington se comprometeu em apresentar uma solução para o problema do escoamento da água neste local.  “ Fizemos uma visita ao local da obra e diante das soluções que irão nos apresentam iremos analisar e posteriormente executar  as medidas a fim de resolver a questão. Não temos como dá uma data para o início da execução da obra, pois ainda iremos aguardar a apresentação da solução”, finalizou.

Agentes de trânsito de Teresina passam por curso de capacitação

Os agentes de trânsito do município estão participando, a partir de hoje (28), do Curso Especializado de Condutores de Transportes de Veículos de Emergência. O objetivo é atualizar os conhecimentos na condução de viaturas para atendimentos de ocorrências em situação de emergência.

 

A capacitação é uma exigência da Resolução 522, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A partir de 1º de janeiro, os agentes de trânsito precisam ter esses conhecimentos para conduzirem as viaturas. O curso está sendo ministrado no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças – CFAP.

 

O curso é composto por três módulos que envolvem Legislação de Trânsito, Direção Defensiva, Noções de primeiros socorros, respeito os meio ambiente e convívio social no trânsito e ainda Relacionamento Interpessoal, e está sendo ministrado por professores do Serviço Social do Transporte (Sest)/ Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat). A carga horária é de 50 horas/aula, que corresponde a duas semanas.

 

De acordo com o Diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, o curso visa capacitar os agentes de trânsito para melhor conduzirem as viatura em uma situação de emergência. “A partir de 1º de janeiro todos os agentes vão precisar ter o certificado para realizarem os trabalhos diários. Por isso, é muito importante que todos participem”, acrescentou.

 

O diretor reforça que serão abordadas também as questões de relacionamentos interpessoais no trânsito. “Os agentes têm um trabalho diário nas ruas que requer muito equilibro, por isso estamos oferecendo orientações nesse sentido”, disse.

 

A agente de trânsito Fabiana Ferreira considera o curso muito importante para o desenvolvimento do seu trabalho diário. “Estou gostando muito do curso. Nessa primeira etapa estamos compreendendo melhor a necessidade de um equilíbrio emocional na nossa rotina de trabalho, pois somente com muito controle conseguiremos oferecer uma trânsito melhor para nossa cidade”, finalizou.

Strans cadastra pessoas idosas e deficientes para estacionamento em vagas especiais

As pessoas idosas e com deficiência têm direito de estacionar seus veículos nas mais de 200 vagas especiais disponibilizadas nas via públicas de Teresina. Para usufruir deste direito, é necessário obter uma credencial, uma carteirinha impessoal e intransferível.
Para fazer o cadastro, o idoso deve comparecer à sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito, portando cópia da identidade, CPF e comprovante de residência. Já a pessoa com deficiência, precisa procurar o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) mais próximo da sua casa com a cópia da identidade, CPF, comprovante de residência e o laudo do médico com o Código de Identificação da Doença (CID).
O cartão de estacionamento especial para idoso e pessoa com deficiência foi elaborado em conformidade com as Leis Federais de Nº 9503/1997 e 10.741/2003 e a Lei Municipal Nº 3.488/2006. Com regência da lei federal, o cartão é válido em todo território nacional.
De acordo com a gerente de Educação da Strans, Samyra Motta, no centro da cidade existem muitas vagas de estacionamento especial. “Tanto os idosos como as pessoas com deficiência têm direito a utilizar esse espaço, mas é preciso que eles façam o cadastro e recebam o cartão”, destacou.
Samyra alerta ainda que ao estacionar numa vaga especial, as pessoas devem o cartão de estacionamento especial em local visível dentro do veículo. “É necessário que os idosos e os deficientes utilizem no momento de estacionar o veículo na vaga especial que deve ser colocado no painel do carro, pois assim estarão respeitando o código de trânsito e evitarão maiores problemas”, finalizou.

Taxistas contemplados em licitação tem novo prazo para apresentar documentos

 

 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito prorrogou o prazo para que as pessoas contempladas na licitação para alvará de taxista apresentem a documentação necessária. O novo prazo é de 30 dias, a partir da data da publicação no Diário Oficial do Município.

 

Atualmente, o município de Teresina possui 1.556 taxistas regulamentados e foram licitadas mais 484 vagas, que estão sendo preenchidas. Ao total, a cidade contará com o serviço de 2040 profissionais, quantidade suficiente para atender à demanda de Teresina.

 

De acordo com o assessor jurídico da Strans, Marcus Vinícius Moraes, as pessoas estão tendo uma certa dificuldade em conseguir providenciar a documentação para regularizarem as permissões, por isso a superintendência decidiu prorrogar o prazo, tendo em vista que o edital já previa. “A nossa ideia é oferecer mais tempo para que as pessoas se organizem e possam providenciar a documentação completa”, explica.

 

Moraes reforça que é importante que as pessoas observem a nova data e com isso consigam fazer a regulamentação em tempo hábil. “Temos prazos que precisam ser respeitados, por isso é importante que os novos taxistas obedeçam”, finalizou.

 

Strans vai interditar os calçadões a partir do dia 30

 

 

 

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), da Prefeitura de Teresina, vai interditar os calçadões das Ruas Álvaro Mendes e Simplício Mendes a partir do dia 30 deste mês. A medida visa garantir a circulação tranquila dos veículos e dos pedestres no centro da cidade, nesse período de final de ano, em que cresce a procura das pessoas às lojas do centro interessadas nas compras de natal e ano novo.

 

De acordo com o Diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Coronel Jaime Oliveira, a operação irá ajudar a organizar o trânsito no centro da cidade. “Nesse período de final de ano, aumenta consideravelmente o fluxo de veículos e de transeuntes no centro da cidade, por esse motivo estaremos com uma operação especial para oferecer uma melhor circulação de veículos nas ruas do centro”, acrescentou.

 

O diretor informa ainda que, a partir do dia 30, estará proibida a circulação de veículos nas Ruas Álvaro Mendes e Simplício Mendes. “O fechamento dessas duas vias visa oferecer mais segurança para os pedestres que devem procurar o centro para fazer compras. Aconselhamos que as pessoas optem por ir às compras de transporte coletivo ou táxi, pois assim estaremos reduzindo a quantidade de veículos no centro as cidade ”, complementou.

 

Jaime enfatiza que os condutores devem evitar estacionar em local proibido, pois o serviço de reboque será utilizado para garantir a circulação dos veículos. “Pedimos que os condutores respeitem a sinalização, pois somente assim poderemos evitar maiores problemas. Estaremos todos os dias fazendo o trabalho de rotina com o nosso reboque para desobstruir as vias e garantir a fluidez do trânsito e a segurança dos pedestres”, disse.

Strans vai entregar mais três terminais de integração até o final do ano

As obras dos terminais de integração dos transportes coletivos estão em ritmo acelerado. A previsão é que até o final deste ano três terminais de integração sejam entregues para a população. No próximo ano serão construídos os dois terminais da zona Leste (Piçarreira e Santa Isabel) e o terminal do Parque Piauí, na zona Sul.

 

De acordo com a diretora de Transportes Públicos da Strans, Cintia Machado, as obras estão dentro do prazo previsto e as pequenas alterações de datas se deram por conta de algumas mudanças nos projetos, nos que diz respeito a localização do terminais. “Estamos fazendo algumas adequações nos terminais da zona Leste e no do Parque Piauí, por isso essas obras irão começar no próximo ano”, informou.

 

A diretora explica ainda que com a conclusão dos terminais de integração o transporte coletivo da cidade irá ganhar mais agilidade. “O terminais irão proporcionar um transporte mais ágil e com isso os intervalos entre um ônibus e outro serão reduzidos”, disse.

 

Para que o sistema de transporte público funcione bem, estão sendo construídos seis corredores exclusivos para os ônibus. No momento, quatro estão com as obras em execução e a previsão de conclusão é para o primeiro semestre de 2017. “Os corredores exclusivos darão mais agilidade aos ônibus, com isso os carros farão as viagens em menor espaço de tempo, podendo atender melhor os usuários”, complementou Cintia.

 

Os corredores em obras são os das seguintes avenidas: Miguel Rosa, Prefeito Wall Ferraz, Barão de Gurgueia, Henry Wall de Carvalho, Presidente Kennedy, João XXIII e Gil Martins. “Nessas avenidas as intervenções estão bem encaminhadas e é natural que as pessoas sintam um pouco de dificuldade em transitar nesses locais, mas precisamos entender que esses transtornos são passageiros e, ao serem concluídas, as obras vão trazer um grande benefício para cidade”, explicou a diretora de trânsito.

 

Cintia reforça ainda que as obras estão sendo fiscalizadas diariamente, a fim de diminuir os transtornos para população. “Nossos fiscais estão sempre atentos e, em caso de algum problema, notificamos a construtora”, finalizou.

Strans revitaliza sinalização nas avenidas

 

Para oferecer mais segurança na travessia dos pedestres a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está refazendo sinalização horizontal no principais cruzamentos da cidade. A sinalização está passando por verificação de equipes da Strans e, quando necessário, estão sendo implantadas novas placas.

 

O Diretor de Trânsito e Sistema Viário, José Falcão, explica que esse trabalho de pintura de sinalização horizontal está sendo realizado em várias avenidas de todas as área da cidade. “Estamos revitalizando as  principais avenidas para refazer a sinalização, com  isso estamos oferecendo mais segurança para os pedestres”, acrescentou.

 

Falcão informou que uma avenida que que recebeu nova sinalização recentemente foi a Avenida Maranhão. “Esse é um corredor de grande importância para a ligação entre as zonas Norte e Sul e que tem uma grande movimentação de veículos, por isso requer uma atenção especial, principalmente no que diz respeito à segurança dos pedestres, por isso refizemos a faixas de pedestres nos cruzamentos”, disse.

 

Além da pintura das faixas nos cruzamentos está sendo feita ainda pintura de faixas em frente às escolas, igrejas e hospitais. “Estamos refazendo a sinalização nesses locais com grande movimentação de pessoas”, finalizou.

Strans promove educação para o trânsito nas portas de escolas

Está sendo realizado nas portas das escolas particulares no centro da cidade o Projeto “Pedestre, eu respeito”, que tem como objetivo melhorar a fluidez no trânsito, principalmente nos horários de pico. O projeto teve início no centro da cidade por ser uma área de maior concentração de escolas e tráfego intenso.

 

Inicialmente foram ministradas as aulas teóricas para colaboradores das escolas, buscando repassar noções técnicas de legislação de trânsito no que diz respeito à circulação de veículos e noções de comportamento e relacionamento interpessoal. Agora, estão sendo realizadas as aulas práticas com a presença de educadores e agentes de trânsito, onde os colaboradores estão sendo preparados para facilitar a travessia dos pedestres (alunos) nas faixas e para orientar os pais a respeitarem a sinalização, deixando o trânsito melhor e mais seguro.

 

De acordo com a gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, a expectativa é melhorar o trânsito nas portas das escolas. “Estamos nos unindo para melhorar o trânsito na nossa cidade. Cuidar dos nossos estudantes é importante, por isso fizemos uma parceria com as escolas, e assim melhorar a vida de todos”, disse.

 

Para Iranildes Sipaúba, técnica que ministrou a parte teórica do projeto, os colaboradores foram preparados para compreender os conceitos no que diz respeito à circulação de veículos e travessia de pedestres. “Além do trabalho dos colaborares, precisamos contar com a ajuda dos pais para o sucesso do projeto, pois eles precisam ter a consciência de que o respeito à faixa de pedestre é uma proteção à vida do seu filho. Estamos sendo bem recebidos nas escolas e temos a certeza de que esse projeto irá beneficiar a todos”, enfatizou.

 

O agente de trânsito Jomerito Ribeiro diz que a parte prática é essencial para o sucesso do projeto, pois foi adaptada à realidade do trânsito de cada escola. “Estamos fazendo um trabalho colocando em prática as orientações do Código de Trânsito e levando em conta o fluxo de veículos próximo a cada escola, com isso iremos proporcionar mais segurança para os pedestres e consequentemente melhorar a qualidade do trânsito nas portas das escolas”, disse.

 

Para Denise Maria Aguiar, que costuma pegar a sobrinha na escola, esse tipo de iniciativa é sempre bem-vinda. “Estamos felizes por encontrar essas pessoas aqui nos orientando. Acho que as pessoas precisam mudar suas atitudes para garantir um trânsito melhor para todos nós”, complementou.

 

Já Danilo Rocha, pai de aluno, diz que o local está todo sinalizado, por isso não deveria ser necessário esse tipo de ação, mas a pessoas não respeitam a sinalização, diante disso a presença do agente é muito importante. “Acredito que os pais deveriam dar o exemplo para os filhos no dia a dia, mas a presença dos educadores é sempre muito válida”, enfatizou.

 

O colaborador de escola particular que está participando do projeto, Antônio de Deus, reforça que o projeto está ajudando a melhorar o trânsito. “As pessoas precisam ser orientadas, espero que a partir de agora haja mais respeito à faixa, pois assim teremos um trânsito melhor para todos”, finalizou.