Tráfego de veículos na Estrada da Alegria será liberado amanhã

Mais da metade da pista da Estrada da Alegria estará liberado para o tráfego de veículos na manhã desta quarta-feira (22). A substituição da galeria existente no local já está bem adiantada e deve ser concluída até o final dessa semana.

A obra teve início na semana passando quando parte da pista sofreu um rebaixamento após chuva registrada na capital. Como medida preventiva, já que galeria instalada embaixo deste trecho era de metal e antiga, a Prefeitura de Teresina, através da SDU Sul, decidiu trocá-la por tubos de concreto.

O superintendente da SDU Sul, Paulo Lopes, esteve hoje (21) no local para verificar o andamento da obra. “Estamos trabalhando aqui ininterruptamente para possibilitar o quanto antes o tráfego de veículos. Sabemos da importância dessa via para as comunidades da região”, destacou.

Strans interdita trecho da Estrada da Alegria

Diante do risco de afundamento de parte da pista, a Prefeitura de Teresina interditou trecho da Estrada Alegria na noite de ontem (15) para evitar acidentes. No final da tarde, logo que houve a comunicação do problema, representantes da SDU Sul e da Strans se deslocaram até o local para as providências iniciais.

 

Por conta da interdição, inicialmente, as duas vias alternativas de desvios são a Avenida Manoel Aires, no sentido Sul-Norte, e a Rua Elesbão Veloso, que dá acesso ao conjunto Bela Vista.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strnas) informa que  ônibus que faz a linha do Cantinho Sul, na zona Rural da cidade, por conta da interdição da Estrada da Alegria, vai circular pela Avenida Manuel Aires Neto, em seguida pela BR 316, seguindo pela Avenida Miguel Rosa com destino ao centro da cidade.

 

Segundo o gerente de obras da SDU Sul, Isaac Meneses, as primeiras providências são verificar a estrutura da galeria existente no local. “Temos que ver se houve o rompimento da galeria, simplesmente uma acomodação do solo ou mesmo um vazamento. Se a galeria tiver sido danificada teremos que retirá-la e substituir por uma nova, de concreto”, explicou.

 

Realizadas as primeiras ações, serão buscadas outras alternativas de desvios para facilitar o deslocamento no local. “Vale solicitar que as pessoas que residem nesse trecho que foi isolado com a interdição, que retirem os cones para conseguir passar, mas que em seguida coloquem de volta, justamente para evitar que motoristas desavisados corram riscos”, concluiu.

Prefeitura define horário para carros abastecerem camarotes e barracas

Por conta da realização do Corso 2017, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) irá interditar para circulação de veículos a Ponte da Primavera e as alças da Ponte Estaiada, que dão acesso à Avenida Raul Lopes, a partir das 6h do sábado (18). Estará liberada a travessia da Ponte Estaiada.

 

De acordo com diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, os carros que vão abastecer os camarotes e barracas somente poderão fazer o abastecimento até às 13h, após esse horário apenas os carros que vão participar do desfile poderão entrar na Avenida Raul Lopes. “Não aceitaremos carros pequenos no local do desfile após às 13h, pois dificultará a realização do evento”, disse.

 

O diretor reforça ainda que as pessoas que vão participar do Corso devem fazer a opção de ir de táxi, mototáxi ou ônibus, para evitar um grande número de veículos no loca l. “Por uma questão de segurança para todos é preferível que os foliões façam a opção de usar o transporte público ou então que peçam para alguém ir deixá-los em local próximo da festa, ou ainda usem táxi ou mototáxi. É mais seguro principalmente para quem bebe”, disse Jaime.

 

Prefeitura define em reunião detalhes do Corso

A Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FMCMC) reuniu os representantes de diversos órgãos para definir os últimos detalhes para a realização do Corso de Teresina, que acontece no dia 18 de fevereiro. O encontro aconteceu no Palácio da Música e contou com as presenças de representantes da Strans, Polícia Militar, Policia Rodoviária Federal, Semam, Semduh, Eletrobrás, SDU Leste, Semdec e outros.

 

O coronel Jaime Oliveira, coordenador de Operações da Strans, explicou que um esquema especial foi montado para o evento com o objetivo de garantir a fluidez no trânsito e com o mínimo de prejuízo aos teresinenses que não irão para a festa. “A partir das 13h do dia 18, serão retirados todos os veículos do corredor da folia, para que somente os veículos que vão participar do Corso possam trafegar”, explicou, destacando que os agentes de trânsito estarão disponíveis para orientar as pessoas.

 

No quesito segurança, o comandante metropolitano da Polícia Militar, coronel Wagner Torres, destacou que 709 policiais militares estarão disponíveis para garantir a segurança do folião. “Eles estarão divididos em turnos, iniciando às 8h e encerrando somente às 3h da manhã do dia seguinte. Teremos três elevados com policiais militares prontos para atender qualquer ocorrência. Nesses elevados teremos também a presença dos Bombeiros para auxiliar os trabalhos. Nossos homens estarão ainda os grupamentos de elite como o Bope, a Rone e a cavalaria”, explicou.

 

O presidente da Fundação Cultural Monsenhor Chaves, Luís Carlos Martins, explicou que tudo está sendo pensado para que o Corso repita o sucesso de anos anteriores. “Queremos colocar na avenida toda a estrutura necessária para que os foliões possam brincar com segurança e fazer o Corso a festa bonita que ele tradicionalmente é. Por isso, convocamos todos os órgãos e a população. Essa festa é da cidade, é de vocês”, frisou.

 

Marlon Rodner, membro da Comissão Organizadora do Carnaval, ressaltou que as inscrições permanecem abertas para aqueles que desejam colocar o caminhão na avenida, podendo ser feitas na sede da FMCMC. Os interessados devem comparecer levando o RG do responsável e CNH do motorista, além da documentação regularizada do caminhão. Só serão permitidos carros fabricados a partir de 1985. “Estabelecemos algumas normas para garantir a segurança, não apenas de quem vai nos caminhões, mas também de quem vai no chão. Cada veículo deverá ter o guarda-copo de madeira ou ferro, com no mínimo 1,20m de altura,  e todos os motoristas serão submetidos a teste do bafômetro antes e durante o percurso. O uso de banheiros químicos será obrigatório e só será permitido o uso de bebidas em lata e plástico”, reiterou.

 

O Corso de Teresina acontecerá no sábado (18), a partir das 16h, com concentração na Avenida Petrônio Portela. O percurso dos caminhões acontecerá na Avenida Raul Lopes.

 

Prefeitura interdita via na zona Leste para pré carnaval

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) comunica que por conta da realização do 7º Carnaval de Rua do Boteco, no próximo domingo (12), a partir das 13h, serão interditadas algumas vias públicas na zona Leste da cidade. A interdição tem como objetivo garantir a segurança para as pessoas que vão participar do evento carnavalesco.
O trecho interditado corresponde da Avenida Dom Severino, entre as Avenidas Homero Castelo Branco e Raul Lopes. O bloco sairá do Bar Boteco e seguirá pela Avenida Homero Castelo Branco, dobra à direita na Avenida Dom Severino e percorre a avenida sentido a Avenida Raul Lopes, no momento da passagem do bloco a avenida ficará interditada e à medida que os foliões passarem a avenida será liberada para circulação de veículos. Além das avenidas, as ruas transversais à Avenida Dom Severino serão interditadas durante a passagem do bloco.
De acordo com o diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, os agentes de trânsito estarão presentes nos locais das interdições, a partir das 13h e a previsão para o encerramento da festa é a meia noite. “Estaremos com o nosso pessoal em todos os cruzamentos que serão interditados, e à medida que o bloco for passando as vias serão liberadas”, acrescentou.
O diretor alerta as pessoas que costumam circulam por este local evitem o trajeto. “Este evento costuma atrair muitas pessoas, com isso ficar comprometido o fluxo de veículos, sendo assim, estamos pedindo que as pessoas evitar circular pela área no horário da passagem do bloco”, finalizou.

Rotas dos ônibus no dia do Corso serão modificadas pela Strans

No próximo dia 18 de fevereiro a Prefeitura de Teresina realiza o Corso 2017 e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) fez mudanças nas rotas dos transportes coletivos para o dia do evento.  As modificações nas rotas acontecerão a partir do meio dia de sábado (18), no domingo (19) a circulação dos ônibus voltará ao normal.

Os ônibus que circulam na zona Leste via Shopping Riverside farão desvio na Avenida Nossa Senhora de Fátima, seguindo pela Avenida João XXIII. Já os coletivos que fazem a zona Norte e Sul via Shopping seguem direto na pela Avenida João XXIII, fazendo o retorno pela Rua Miguel Arcoverde. Os transportes coletivos da zona Sudeste via Shopping com destino ao Centro entrarão na Rua Miguel Arcoverde e seguem pela Avenida João XXIII,  na volta, seguirão pela Rua Lima Rebelo voltando para o bairro.

De acordo com o gerente de Planejamento da Strans, Vinícius Rufino, as mudanças dos itinerários dos coletivos foram feitas por conta da realização do Corso e para não causar transtornos para os usuários de transporte coletivo. “Estaremos com essa modificação a partir do meio dia de sábado, no domingo a circulação dos ônibus voltará ao normal”, disse.

Rufino ressalta que os fiscais de transportes públicos estarão nos locais das mudanças dos itinerários para tirar as dúvidas dos usuários. “Os nossos agentes estarão em campo para fazer com que as rotas sejam respeitadas e ainda para dar informações para os usuários dos coletivos”, finalizou.

Prefeitura define pontos de táxis e motáxis para Corso 2017

Para garantir mais segurança para as pessoas que vão participar do Corso 2017, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) definiu os pontos de táxis e mototáxis próximo à Avenida Raul Lopes, onde será realizado o evento.

 

Os pontos de táxis ficarão localizados nas avenidas Coronel Costa Araújo, Elias João Tajra, Jóquei Clube, no balão da Avenida Universitária e no acesso à Potycabana. Já os pontos de mototáxis ficarão nas ruas Anfrísio Lobão, José Paulino e Senador Cândido Ferraz.

 

De acordo com o gerente de planejamento da Strans, Vinícius Rufino, os pontos de táxi e mototáxi estarão localizados nas ruas perpendiculares a um quarteirão da Avenida Raul Lopes, onde vai acontecer a festa. “Estamos orientando as pessoas a optarem pelo uso de táxi, mototáxi ou transporte coletivo para ir ao Corso, pois é mais seguro e gera menos congestionamento”, disse.

 

O gerente também enfatiza que a ida ao evento nesses meios de transporte evita o problema de encontrar vaga para estacionar os carros. “Serão muitas pessoas na rua, então o ideal é deixar os carros em casa, assim o retorno pra casa também é mais seguro, já que muita gente ingere bebidas alcoólicas nesse tipo de evento”, finalizou.

Strans inicia renovação de alvarás de táxis

A Prefeitura de Teresina através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) iniciou hoje (01) e termina no dia 3 de abril a renovação dos alvarás dos taxistas. São 2.010 taxistas que precisam procurar a Superintendência para renovar o alvará.
De acordo com a gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Cíntia Machado, os taxistas precisam comparecer a Strans neste período com os documentos pessoais e do carro para proceder a renovação dos alvarás. “Estamos aguardando os taxistas para realizar a renovação dos alvarás o mais rápido possível. Os condutores devem trazer os documentos pessoais e do veículo e ainda o Cadastro Mercantil do Contribuinte (CMC) que é expedido pela prefeitura”, acrescentou.
O diretor alerta que neste ano o taxista precisa apresentar ainda o certificado do Curso de Taxista, que está sendo realizado no Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) e no Centro de Formação de Condutores (CFC) e que tem como objetivo qualificar o taxista. “Desde 2015, com as mudanças que foram feitas no regulamento dos taxistas ficou decidido que a partir agora é preciso que os taxistas façam o curso para que ofereçam um atendimento melhor para os usuários do serviço e a outra mudança é que o carro deverá ter o máximo seis anos de uso”, acrescentou.
A gerente explica que o taxista que não estiver com a documentação obrigatória não poderá renovar o alvará. “Solicitamos que os taxistas compareçam o quanto antes para que não haja problema. Além da análise da documentação faremos a vistoria dos veículos, verificando inclusive os equipamentos de segurança”, finalizou.
Taxista há mais de 20 anos, Pedro de Jesus Barbosa diz que todos os anos faz questão de vir renovar seu alvará logo no primeiro dia. “Venho logo no começo para que eu possa trabalhar tranquilo e ficar em dia”, explicou.
O profissional acredita que o curso é muito importante para qualificação do taxista. “Fiz o curso e gostei muito, mas é importante lembrar que todos os ensinamentos que recebemos no curso precisamos levar para a nossa rotina de trabalho, mas infelizmente muitos dos nossos colegas fazem o curso somente para apresenta o certificado no momento da renovação do alvará”, finalizou.

Strans vai realizar cadastro de vans e ônibus em horário extra

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) irá funcionar hoje (27) no turno da tarde e neste sábado (28), das 7h30 às 12h, para realizar o cadastramento dos ônibus e vans com o objetivo de garantir a circulação das pessoas, a partir de segunda (30), quando inicia a greve dos motoristas e cobradores de ônibus.

 

Com o cadastro serão amenizados os prejuízos causados pela greve do sistema de transportes públicos, entretanto, a Superintendência alerta as pessoas para que utilizem apenas os carros cadastrados pelo órgão.

 

De acordo com o gerente de Planejamento da Strans, Vinicius Rufino, os fiscais de transporte público estarão em campo nas praças Saraiva, da Bandeira e João Luís, fiscalizando os ônibus cadastrados e de frota normal que fazem as linhas diametrais e circulares. “Vamos trabalhar para fiscalizar os carros cadastrados a fim de garantir a segurança dos usuários do serviço”, afirmou.

 

O gerente reforça ainda que para circular os carros precisam procurar a Strans a fazer o cadastro. “Os carros que estão cadastrados na Superintendência foram vistoriados e estão preparados para fazer o transporte de passageiros. Além disso, os carros estão devidamente identificados com as linhas e itinerários das ordens de serviço expedidas pela Strans”, acrescentou.

 

O instrutor de autoescola Horácio Raimundo de Sousa Filho, que faz esse serviço há cinco anos, afirma que toda vez que tem a greve de ônibus ele se cadastra para garantir uma renda extra. “Fazer a vistoria é muito importante, pois ficamos tranquilos para oferecer um trabalho seguro para quem precisar”, disse.