Transporte público é suspenso e atenderá apenas trabalhadores de serviços essenciais a partir desta segunda (04)

A partir desta segunda-feira (04) o transporte público da capital está suspenso e será implantando um novo sistema para atender, exclusivamente, os trabalhadores dos serviços essenciais que possuam o cartão eletrônico. Não será aceito, em nenhum caso, pagamento da passagem em dinheiro.

Cerca de 17 mil pessoas continuavam usando o transporte público diariamente, entre elas usuários que não integravam os serviços considerados essenciais, conforme mostrou pesquisa realizada pela Prefeitura. Com a nova determinação, os terminais de integração também serão totalmente fechados. A decisão foi tomada para garantir a separação de usuários de acordo com cada zona da cidade, diminuindo o risco de propagação do novo coronavírus.

O Setut (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina) fará o controle sobre a recarga dos cartões eletrônicos, que será feita apenas para quem comprovar que está atuando nos serviços essenciais. Assim, o sistema atenderá somente os trabalhadores que estão atuando na linha de frente durante a pandemia.

A integração poderá ser feita em qualquer ponto de cruzamento das linhas, como o centro da cidade e as avenidas João XXIII e Frei Serafim. Da mesma forma que funcionava antes, a troca de ônibus deve ser feita em um prazo máximo de duas horas.

Nos últimos 15 dias o número de pessoas usando o transporte público voltou a crescer, mesmo após as medidas para reduzir a circulação de usuários. “O transporte público sempre foi um motivo de preocupação, pois é um grande ponto de aglomeração de pessoas. A suspensão do passe livre para o idoso e do subsídio para os estudantes tiveram efeito imediato, mas como a demanda voltou a crescer, foi necessário adotar medidas mais duras”, ressaltou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

Ele informou ainda que a Strans também vai dar continuidade ao cadastro de vans e ônibus na sede do órgão na próxima segunda-feira (04), das 8h às 12h, para complementar a frota, caso haja necessidade. “Esses veículos podem ajudar a atender os trabalhadores caso a frota disponibilizada não seja suficiente”, destaca.

A suspensão do transporte público da capital foi uma decisão do prefeito Firmino Filho anunciada na última sexta-feira, após avaliar que os índices de isolamento social na capital não têm sido satisfatórios. Na última quinta-feira apenas 43% das pessoas cumpriram a orientação de ficar em casa. Enquanto isso, Teresina vem registrando aumento no número de casos da doença. Neste sábado (02) o número já chegou a 458 pacientes infectados e 14 óbitos.

As medidas não têm prazo de validade, devendo ser mantidas enquanto durar o estado de calamidade pública em saúde na capital.

Ônibus vão circular dos bairros direto para o centro de Teresina

A frota de ônibus do sistema público de Teresina continuará circulando, mas o percurso será direto dos bairros para o centro e só os trabalhadores dos serviços essenciais terão acesso ao cartão eletrônico. As medidas adotadas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) têm como objetivo evitar as aglomerações e reduzir possíveis riscos de contaminação pela Covid-19.

A integração poderá ser feita em qualquer ponto de cruzamento das linhas, como o centro da cidade e as avenidas João XXIII e Frei Serafim. Da mesma forma que funcionava antes, a troca deve ser feita num prazo máximo de duas horas. “Vamos voltar ao sistema antigo. Nas linhas alimentadoras, o percurso será o mesmo, mas os ônibus não irão entrar nos terminais. A viagem seguirá até o centro para evitar a aglomeração nos terminais”, pontuou o superintendente da Strans, Weldon Bandeira.

A Strans também vai dar continuidade ao cadastro de vans e ônibus na sede da Strans na próxima segunda-feira, das 8h às 12h, para complementar a frota, caso haja alguma necessidade. “Esses veículos podem ajudar a atender a população. Há vários dias o sistema de transporte alternativo com vans foi paralisado por determinação do sindicato dessa categoria”, informou.

Ele explica que os oito terminais serão fechados, ocorrendo a separação de usuários por bairros. “Queremos evitar aglomeração de pessoas de áreas diferentes da cidade, diminuindo o risco de contágio da doença”, disse, ressaltando que as medidas deverão ser mantidas enquanto durar o estado de calamidade pública em saúde.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura vem monitorando o perfil dos usuários do transporte público. O levantamento apontava que, mesmo diante do fechamento das atividades econômicas e a suspensão das aulas, cerca de 3 mil idosos e 2,5 mil estudantes continuavam usando o transporte público diariamente. “Por conta disso, cancelamos a gratuidade e também o subsídio do estudante. Com isso, tivemos uma queda para 10% da demanda normal, que acreditamos que seja dos trabalhadores dos serviços considerados essenciais. Mas esse número voltou a aumentar nos últimos 15 dias, exigindo medidas mais enérgicas”, argumentou o superintendente.

As mudanças no sistema de transporte público foram adotadas porque a cidade vem registrando queda do índice de isolamento social, que ficou em 43% na última quinta-feira, e o aumento do número de casos da Covid-19. Foram 62 novos registros nas últimas 24 horas, totalizando 420 pessoas com a doença.

Strans cadastra veículos neste sábado (2) para cadastro

Vans e ônibus serão cadastrados pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito ( Strans) a partir deste sábado, 2, das 8h ao meio dia, na sede do órgão. Os interessados devem comparecer com documentos do veículo, carteira nacional de habilitação e apresentar o veículo para ser vistoriado.  Os veículos cadastrados passarão a funcionar a partir de segunda-feira, 4,  para atender os usuários do transporte coletivo que atuam em serviços essenciais, como saúde, comércio e indústria.

Esse cadastro é em virtude da determinação do prefeito Firmino Filho neste sexta, 1 , de suspender o serviço de transporte público a partir da próxima segunda-feira 4.  Foi verificada queda do índice de isolamento social na capital que ficou em 43% e aumento no número de casos da Covid-19.

O gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Rômulo Rego, orienta que serão obedecidos critérios no ato do cadastro. “Temos que garantir a segurança dos usuários e alguns itens de segurança serão verificados para aprovação do cadastro”, informa.  Ainda estão sendo definidos horários e roteiros dos veículos que funcionarão a partir da próxima segunda-feira.

O usuário que necessitar desse transporte alternativo  poderá fazer o pagamento da passagem com vale transporte ou em dinheiro no valor de R$ 4,00 e não será aceita meia passagem.

Fluxo de veículos reduz, mas excessos de velocidade se mantêm na capital

Apesar da redução no fluxo de veículos em Teresina durante a pandemia da Covid-19, o número de excessos de velocidade tem se mantido proporcional à quantidade do registro de infrações anterior à pandemia.  De acordo com levantamento feito pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) referente ao mês de março, entre os dias 01 e 19, os excessos de velocidade correspondiam à 46% do total de infrações, já entre os dias 20 e 31 de março, em que o isolamento social foi intensificado, correspondiam à 70% do total de infrações.

Os dados também apontam que o fluxo veicular teve uma redução de 62% na primeira semana do isolamento social pela Covid-19, voltando a crescer 40% na segunda semana de quarentena.

Alyne Costa, gerente de Gestão de Trânsito da Strans, explica que apesar de o fluxo estar reduzido, os excessos de velocidade permaneceram. “O fluxo veicular reduziu, só que os condutores continuaram desrespeitando as leis de trânsito, cometendo excessos nas principais avenidas da capital e aumentando a média de velocidade praticada nas vias”, pontua.

A gerente ressalta, ainda, que de acordo com a deliberação 185 do Contran, não há suspensão dos serviços de fiscalização de trânsito. “Somos um serviço público de fiscalização que envolve a preservação da vida. Uma das formas de garantir a segurança dos nossos condutores e pedestres, é realizando o monitoramento dessas vias, para que assim a população respeite as leis de trânsito e a vida dos teresinenses seja preservada, principalmente durante esse momento difícil que o mundo tem enfrentado. Afinal, quanto menos acidentes, mais leitos de hospitais estarão disponíveis durante a pandemia”, completa.

Segundo o Contran, em termos de fiscalização, estão suspensos apenas os prazos de recursos e de vencimento de documentos, por tempo indeterminado. As medidas previstas na lei devem resguardar o exercício e o funcionamento de serviços públicos e atividades essenciais. 

Durante pandemia da Covid-19 maioria dos usuários de transportes coletivos é dos serviços essenciais

Durante a pandemia da Covid-19 os usuários do transporte coletivo de Teresina foram identificados por meio de pesquisa que aponta que 60% são de trabalhadores do comércio essencial (supermercados, farmácias, postos de gasolina, entre outros); 25% são da área da saúde e 15 % de setores diversos. A pesquisa foi realizada nos 8 terminais de integração pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

Teresina tinha um fluxo diário de 220 mil pessoas utilizando o sistema de transporte coletivo e com a pandemia da Covid-19 houve redução para 1/3 da frota e atualmente fazem uso dos ônibus 20 mil usuários, por dia, para os deslocamentos.

Weldon Bandeira, gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), explica que com base nesses dados verificou-se que era necessário alterar horários de funcionamento de estabelecimentos comerciais que estão em funcionamento. “Por meio de decreto foi feita essa alteração dos horários para evitar aglomeração nos terminais”, cita.

Os dados da pesquisa apontaram que 55,7% dos usuários do transporte coletivo são mulheres que trabalham em setores essenciais e na iniciativa privada, 88% dos usuários informaram que precisam sair de casa uma vez por semana e 44% saem todos os dias para trabalhar, 17,6% são funcionários públicos e 30,4% são na faixa etária de 36 a 50 anos, que está sendo a mais atingida pelos efeitos dessa crise provocada pela pandemia do novo corona vírus.

Dados da pesquisa deverão ser usados para planejamento e outras tomadas de decisão em relação ao uso dos transportes coletivos

Agentes da Strans coordenam fluxo de veículos em barreiras sanitárias

Os agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) estão coordenando o fluxo de veículos nas barreiras sanitárias presentes nas três pontes que ligam a capital ao município de Timon, no Maranhão. As paradas acontecerão por tempo indeterminado e têm o objetivo de fazer um controle do estado de saúde das pessoas que entram em Teresina.

Além de sinalizar as vias próximas às pontes, a Strans está coordenando a saída e entrada dos veículos durante a abordagem, priorizando as recomendações da Fundação Municipal de Saúde (FMS), com preferência por veículos com mais de duas pessoas dentro, veículos que sejam de outros municípios e ambulâncias.

“Nossos agentes estarão por tempo indeterminado auxiliando o trabalho da FMS nesses pontos em horários pré-estabelecidos nos três turnos do dia. Orientamos os condutores durante as paradas e, mais à frente, os profissionais de saúde da FMS fazem a abordagem com questionários e medição de temperatura”, explica o gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima.

Strans continua com atendimentos pela plataforma Teresinense Digital

O atendimento online pela plataforma Teresinense Digital tem sido uma das estratégias da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) para prosseguir com os serviços ao público externo durante a pandemia da Covid-19. Os atendimentos presenciais foram suspensos no dia 20 de março para evitar a propagação da doença infecciosa na capital.

Os serviços de renovação de permissão para taxistas, alteração do veículo, transferência da permissão e solicitação de cadastro de 2º operador (táxi e mototáxi) devem ser realizados somente pela plataforma online Teresinense Digital. Requerimentos, consultas e recursos de infrações também devem ser realizados online.

Alyne Costa, gerente de Gestão de Trânsito da Strans, esclarece que os serviços online já estavam disponíveis antes da pandemia, e que nesse momento foram essenciais. “O atendimento online tem permitido que os serviços continuem, preservando a saúde do público externo e dos funcionários da Strans. Apesar de já estarem disponíveis mesmo antes da pandemia, hoje possuem um papel essencial”, pontua.

Para o cadastro na plataforma o usuário deve acessar o site da Prefeitura de Teresina (pmt.pi.gov.br/teresinensedigital) no Menu > Trânsito > Clicar em um dos serviços. O aplicativo Teresinense Digital também está disponível em aparelhos Android e IOS.

Você pode realizar os seguintes procedimentos pela plataforma Teresinense Digital:

– Consulta de Infrações

– Recurso de Infrações

– Requerimento de Pagamento dos Fornecedores da STRANS

– Serviços para Permissionários de Táxi

– Serviços para Permissionários de Mototáxi

– Serviços para Permissionários de Transporte Escolar

– Localização de radares

– Horários dos Transportes Coletivos

Para mais informações sobre o cadastro de usuários, clique aqui e baixe a Cartilha do Usuário Externo.

Agentes de trânsito da Strans fazem doação de sangue no Hemopi

Como ação de solidariedade, um grupo de 15 agentes de trânsito da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) fez doção de sangue no Hemopi, na manhã desta quinta-feira, 23. Todos já são doadores e se uniram para realizar esse gesto nesse tempo de pandemia da Covid-19 que tem reduzido ainda mais o estoque do banco de sangue do Piauí e também de outros estados.

O supervisor geral dos agentes de Trânsito, Torquato Neto, diz que ao saber dessa necessidade do Hemopi resolveu juntar o grupo de colegas de trabalho para a realização desse gesto que pode salvar vidas. “É uma iniciativa que pretendemos realizar com freqüência porque sabemos da importância desse gesto que pode salvar a vida de muitas pessoas”, fala.

Ele convida outras categorias de profissionais a fazerem o mesmo porque existe muita necessidade de sangue por pessoas vítimas de doenças e em casos de cirurgias. “ Faça a sua doação individualmente, organize com amigos, parentes, colegas de trabalho e contribua para manter uma boa quantidade de estoque de sangue para atender as necessidades de quem precisa”, conclama.

As pessoas que desejam doar sangue podem fazer agendamento pelo telefone 98894 6614. O Hemopi funciona de segunda a sábado das 7h15 às 18h, na rua Primeiro de Maio, 235, Centro/Sul.

 

 

Frota funcionará equivalente ao domingo durante o feriado de Teresina

Durante o feriado de Teresina, o transporte público funcionará com a frota constitucional mínima, equivalente ao domingo normal. Por conta da pandemia do novo coronavírus, o aniversário da cidade, comemorado no dia 16 de agosto, foi antecipado para esta sexta-feira (17).

Weldon Bandeira, gestor da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), explica que esse redimensionamento ocorre em todos os feriados, visto que a circulação de passageiros é baixa comparada aos dias normais.

“Em virtude do isolamento social ocasionado pela pandemia do novo coronavírus, o fluxo de passageiros reduziu mais de 90%. Durante o feriado a redução de usuários será ainda maior. Dessa forma, não existe demanda para manter a mesma quantidade de ônibus dos dias convencionais”, pontua.

O gestor ressalta, ainda, que será dada uma atenção especial aos profissionais de saúde que dependem do transporte público, com funcionamento mais intenso da frota nos horários de 6h às 9h, 11h às 13h e 17h às 20h.

Agentes da Strans orientam condutores durante drive thru para vacinação

Os agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) estão orientando os condutores nos dois pontos de drive thru para vacinação de idosos contra a gripe, localizados nos estacionamentos da Ponte Estaiada, zona Leste, e do Parque da Cidadania, zona Norte de Teresina. Nesta quarta-feira (15), os agentes estão auxiliando os condutores nas avenidas Raul Lopes e Miguel Rosa, que são as vias próximas aos locais de atendimento.

As vacinações neste formato ficarão disponíveis hoje (15) e amanhã (16), das 10 às 16h. Os motoristas presentes no local estão sendo instruídos a se posicionarem em fila indiana, para que não haja transtornos em ambas avenidas.

“Além de termos sinalizado as vias, estamos também coordenando a entrada e saída dos veículos durante o drive thru. A procura ainda é grande, mas o trânsito está fluindo bem e os condutores têm obedecido as orientações dos agentes”, relata o gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima.