Terminal do Parque Piauí recebe ação de incentivo à coleta seletiva

Ascom/Semduh

O embarque da manhã de hoje foi rumo a uma Teresina mais limpa e consciente ambientalmente. O Terminal da Integração do Parque Piauí foi o ponto escolhido para a ação “Ambiental nos Terminais”, que tem o objetivo de incentivar a prática da coleta seletiva pela população, garantindo uma destinação correta para materiais de plástico, papel, vidro e metal.

Durante os horários de maior movimentação, de 7h às 9h, e de 11 às 13h,  quem passou pelo terminal foi recebido pelo Pevinho, o mascote da educação ambiental, e sua turma, com orientações sobre como separar os resíduos recicláveis em casa e destinar a um dos 21 Postos de Entrega Voluntária (PEVs) disponíveis na capital.

“Nossas equipes estão diariamente em campo conversando com a população com o intuito de incentivarmos que cada munícipe faça sua parte por uma Teresina mais limpa e sustentável. Orientamos que em casa, os moradores separem os resíduos recicláveis dos orgânicos, o que é de papel, metal, vidro e plástico. Ele leva para um dos PEVs e a Prefeitura garante a destinação e transporte ideal desse material para associação de catadores de lixo, que vende esses resíduos. E o que for orgânico ou não reaproveitável, é só colocar na porta da residência para a coleta domiciliar, no dia e horário da coleta”, explica a coordenadora de limpeza pública da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), Lílian Guimarães.

Para o morador do Angelim, Joaquim Pereira, que passou pelo terminal durante a ação, a iniciativa foi bem aceita e bastante engrandecedora. “Todo dia aprendemos um pouco mais. Agora já sei que em vez de colocar tudo junto para o caminhão de lixo pegar, posso ajudar o meio ambiente levando em um PEV”, comentou.

Para mais informações sobre a coleta seletiva e localização dos PEVs acesse: https://semduh.teresina.pi.gov.br/celimp/

Taxistas têm até o final de março para fazer a renovação do alvará

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) convoca os taxistas para fazerem a renovação do alvará e realizarem as vistorias nos veículos. O prazo terminará no dia 31 de março. Em Teresina, 1.994 taxistas estão cadastrados na superintendência.

O gerente de licenciamento e concessão, Rômulo Rêgo, explica que os taxistas precisam comparecer a Strans para preencher o requerimento e anexar os demais documentos que são exigidos para fazer a renovação.

“Precisamos fazer esse procedimento para atualizarmos os dados dos veículos e taxistas, além de garantir para população maior segurança no transporte”, afirma o gestor.

Ao fazer a renovação, os veículos passam por uma vistoria para que sejam analisadas a parte elétrica e física do carro.

Os documentos necessários para a renovação são:

Requerimento com assinatura do requerente presencial no protocolo;

Cópia da Permissão Original ou Protocolo;

Cópia do documento do veículo;

Cópia da CNH atual com observação de apto a transporte remunerado;

Cópia da aferição do relógio (INMETRO);

Cópia curso para taxista;

Certidão criminal da Justiça Federal;

Certidão Criminal da Justiça Estadual 1ª Instância, caso positivo, apresentar Certidão Criminal da Justiça Estadual 2ª Instância;

Cópia Certidão Negativa de Débito do Município;

Cópia Alvará de funcionamento do município;

Cópia comprovante de residência.

Clique aqui para imprimir o requerimento.

Trânsito de Teresina terá mudanças no dia do Corso

Pensando na segurança e tranquilidade dos condutores da capital, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) planeja mudanças no trânsito para a realização do Corso de Teresina, que acontece neste sábado (15). O percurso sairá às 17h e terá início na Avenida Raul Lopes, no sentido Norte/Sul, até a rotatória da Potycabana que será o ponto de dispersão dos caminhões.

Serão 78 agentes de trânsito da Strans disponíveis para coordenar o trânsito em onze pontos no entorno do evento. O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que a intenção é garantir a segurança dos condutores e a tranquilidade do tráfego.

“A presença de agentes de trânsito e demais instituições envolvidas vai proporcionar a segurança da população. Estaremos trabalhando de forma integrada com instituições como Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, entre outras”, declara o gerente.

O Diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, revela que os moradores de um condomínio presente na Avenida Raul Lopes, terão acesso de entrada e saída disponível para veículos, evitando transtornos e garantindo o direito de ir e vir de todos.

“A novidade deste ano será a implantação de um gradil que permitirá a entrada e saída de veículos de um condomínio presente na avenida, os moradores terão um acesso isolado entre a garagem até um posto de gasolina localizado na Avenida Universitária. Além disso, recomendamos para quem for participar do evento, que utilizem táxi, mototáxi ou transporte público para se deslocarem. Dessa forma, teremos menos congestionamento e mais segurança”, pontua o diretor.

A ponte da Primavera e Avenida Raul Lopes ficarão livres até as 14h para o abastecimento de camarotes e barracas.

Confira os pontos que serão interditados:

Ponte da Primavera (nos dois sentidos)

Avenida Raul Lopes (entre o setor de esportes da UFPI e rotatória da Potycabana)

Avenida Raul Lopes x Rua José Paulino

Avenida Raul Lopes x Rua Cel. Costa Araújo

Avenida Raul Lopes x Rua Ind. José Camilo da Silveira

Avenida Raul Lopes x Rua Anfrísio Lobão

Avenida Raul Lopes x Rua Des. Manoel Castelo Branco

Avenida Raul Lopes x Rua Senador Cândido Ferraz

Avenida Raul Lopes X Rua Júlio Mendes

Rua Marcos Parente x Rua Elias João Tajra

Semáforo para conversão à esquerda reduz riscos de acidentes na Marechal Castelo Branco

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) irá instalar um semáforo no cruzamento da Avenida Marechal Castelo Branco com a Rua Prof. Lídia Cunha. O sinal permitirá que os condutores façam a conversão à esquerda com mais segurança. O funcionamento está previsto para quarta-feira (12).

De acordo com a assessora técnica da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito, Ananda Patrícia, a intervenção foi um pedido da população, que foi atendido após estudos de viabilidade no local.

“Quem mora e trafega pelo local vinha pedido esse semáforo. Uma equipe foi até  a avenida e constatou que seria possível fazer a instalação. A obra para a implementação do aparelho está sendo executada e, em breve, o aparelho começará a funcionar”, explica.

Os condutores que trafegam pela Avenida Marechal Castelo Branco, sentido Sul/Norte, poderão seguir em frente ou fazer a conversão a esquerda para acessar a Rua Prof. Lídia Cunha. A assessora lembra que os veículos devem entrar na faixa para fazer a conversão corretamente.

“Nós lembramos que para ter mais segurança, o condutor deve entrar na faixa em que realizará a conversão e respeitar as indicações do semáforo. Assim, quem seguirá em frente estará com as outras faixas livres para prosseguir. O fluxo do tráfego melhora bastante com essas medidas”, declara.

Cerca de 1.500 motoristas foram ouvidos para o Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável

As pesquisas de campo realizadas em trechos rodoviários da capital, no último mês de janeiro, tiveram cerca de 1.500 motoristas de transporte de cargas ouvidos no total. A etapa faz parte da construção do novo Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável (PDMUS).

O objetivo das entrevistas foi traçar o perfil do setor de transporte de carga que tem a cidade de Teresina como destino ou passagem. Foram feitas perguntas como a origem e destino dos caminhões, o tipo de carga e modelo dos veículos.

Durante a pesquisa foi realizada a parada de veículos nas margens dos trechos rodoviários, em ambos os sentidos, com a presença de pesquisadores fardados e identificados com crachá.

Cláudio Souza, supervisor de campo da pesquisa, espera obter bons resultados com os dados coletados. “Foram ouvidos em torno de 1.500 motoristas de transporte de cargas no total, e a partir desses dados coletados, vamos traçar um perfil do setor de transporte de carga da cidade de Teresina”, disse o supervisor.

O assessor técnico da Strans, Ricardo Freitas, explica que conhecer a realidade da mobilidade urbana da capital é o primeiro passo para se alcançar um trânsito sustentável.

“A partir de agora será traçado o perfil do funcionamento dos veículos de carga e detectado os seus focos de saída, destino e distribuição. É muito importante avaliar isso para alcançarmos uma mobilidade sustentável”, destacou Ricardo.

Corredor da Rui Barbosa terá 50 vagas de estacionamento

A Prefeitura de Teresina está construindo 50 vagas de estacionamento ao longo do corredor da Rua Rui Barbosa, zona norte,  atendendo a reivindicação dos comerciantes e moradores da região. Nos últimos dias, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) intensificou o ritmo das obras.

Até agora, já foram construídas 22 vagas de estacionamento nas proximidades do Residencial Zilda Arns e outras serão construídas em frente à Escola Municipal Antônio Gayoso. Outras 20 serão disponibilizadas ao longo de três quarteirões, entre as ruas Cabo Amador e Monteiro Lobato.

A Strans também já concluiu toda a sinalização vertical e horizontal dos corredores e das faixas exclusivas e compartilhadas de ônibus.

O diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, engenheiro Augusto Basílio, adianta que ainda estão sendo feitos e estudos e análises de mais melhorias naquela área da cidade. “Essa via é muito importante para a cidade e a Prefeitura de Teresina está investindo em infraestrutura para melhoria do sistema de transporte coletivo”, diz.

Novas vias receberão radares fixos para redução de acidentes

Pensando na segurança no trânsito de importantes ruas e avenidas da capital, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai implantar radares fixos em pontos que vêm sendo constatado um grande número de acidentes. O remanejamento será gradativo e o primeiro ponto contemplado será o cruzamento das avenidas Duque de Caxias com Marechal Castelo Branco, a partir desta quarta-feira (05).

O engenheiro da Strans, Lucas Andrade, explica que a ideia de remanejamento se deu após resultados positivos constatados com o melhor comportamento dos condutores e redução no número de acidentes em locais com a presença dos radares.

“Os dois primeiros pontos que devem receber a intervenção são os cruzamentos das avenidas Duque de Caxias com a Marechal Castelo Branco e Rua Francisco Mendes com a Avenida Marechal Castelo Branco. A intenção é reduzir as imprudências e acidentes nesses novos locais, proporcionando uma melhor educação no trânsito, que já vem sendo adquirida nos pontos anteriores”, enfatiza o engenheiro.

Vias que serão contempladas com radares fixos:

Avenida Duque de Caxias com Avenida Marechal Castelo Branco

Avenida Marechal Castelo Branco com Rua Francisco Mendes

Avenida Raul Lopes, no semáforo para pedestres da Ponte Estaiada

Avenida Nossa Senhora de Fátima com Avenida Lindolfo Monteiro

 

Placas de sinalização são colocadas próximo aos radares estáticos nas vias de Teresina

Os radares estáticos que ficam localizados em algumas avenidas de Teresina estarão acompanhados de placas de sinalização. Com a medida, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) espera que os condutores fiquem mais atentos aos limites de velocidade das vias.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário, Augusto Basílio, as placas serão de 50 e 60 km/h. Elas serão posicionadas a alguns metros à frente dos aparelhos.

“Dessa forma, os condutores que estiverem trafegando pela via, poderão visualizar a placa antes do aparelho. É uma forma de chamar a atenção do motorista para que ele respeite o limite de velocidade da via”, explica o gestor.

As localizações desses radares são divulgadas semanalmente nas redes sociais da Strans e da Prefeitura. A lista também pode ser encontrada no site da PMT.

Strans inicia campanha de organização do trânsito próximo às escolas

Teve início nesta segunda-feira (3) a campanha de volta às aulas com a organização de fluxo de veículos em cruzamentos próximos a algumas escolas da cidade. A ação é desenvolvida pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) com a presença de agentes de trânsito em cruzamentos do centro e da zona leste.

As ações acontecem das 6h às 8h, das 11h30 às 13h30 e das 17h às 19h, que são os horários com maior fluxo de veículos nas proximidades das escolas. O objetivo é dar maior fluidez ao trânsito. “Estamos contribuindo também para garantir a travessia segura de pais e alunos nas vias próximas às escolas nos horários de pico em vários cruzamentos”, explica o agente de trânsito Ricardo Braga.

O comerciário Weldson Morais, que trabalha em uma loja na esquina da Avenida Campos Sales com a Rua 24 de Janeiro, afirma ter presenciado alguns acidentes na região porque os condutores não obedecem à sinalização. “Nos horários de pico o trânsito fica difícil, pois muitos carros trafegam nessas ruas. A equipe da Strans atuando hoje aqui ajudou muito na organização para evitar acidentes”, diz.

A Strans executa campanhas educativas para conscientizar os condutores de veículos a não obstruírem as vias na frente das escolas e realizarem paradas e estacionamento em locais permitidos todos os anos no início de períodos letivos.

O agente Ricardo Braga orienta ainda para que os pais procurem sair mais cedo de casa e estacionem em ruas paralelas ou antes dos prédios escolares em locais permitidos. “Observamos que a maioria quer a comodidade de parar o veículo o mais perto possível da entrada da escola e esse hábito provoca congestionamentos e aborrecimentos. O melhor é ter consciência e bom senso”, analisa.

Reajuste da tarifa de ônibus será abaixo da inflação e valor fica R$ 4,00 inteira

O prefeito Firmino Filho assinou nesta sexta-feira (31) o decreto que definiu o novo valor da tarifa de ônibus em Teresina. A passagem inteira será R$ 4,00 e a estudantil, de R$ 1,35.  O reajuste foi de 3,89%, índice abaixo da inflação, que ficou em 4,31%, e menor que o valor apresentando na planilha ao Conselho Municipal de Transporte. Os novos valores passam a vigorar a partir desta segunda-feira (3) de fevereiro.

O decreto ressalta que o reajuste foi necessário para manter o equilíbrio do sistema de transporte coletivo. Em reunião realizada esta semana, o Conselho de Transporte havia analisado o estudo tarifário do transporte público, que apontou a necessidade de um reajuste no percentual de 9,59%, o que elevaria o valor da passagem inteira para R$ 4,22, e para R$ 1,40 a de estudante.

O superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Weldon Bandeira, explica que o valor da tarifa do transporte coletivo em Teresina poderia ser menor se houvesse, por parte do Governo do Estado, a isenção do ICMS sobre os combustíveis e do IPVA sobre os veículos.

A passagem poderia ser algo em torno de R$ 3,60 se acontecesse o mesmo que em outros lugares, onde existe a isenção de ICMS, que aqui é de cerca de 31%. Os custos dos combustíveis representam cerca de 25% do preço da tarifa. Em Teresina, os valores com mão de obra, juntamente com os encargos, compõem cerca de 50% do preço da tarifa. Em outras cidades, esse custo está, em média, em torno de 38%”, afirmou.

Ele informa que, em 2019, a Prefeitura de Teresina subsidiou o custo do sistema com aproximadamente R$ 8,2 milhões. “Lembramos que os estudantes presentam 26,77% do total de pagantes e ainda têm a gratuidade,  que é de 15,29%”, acrescentou.

Os dados do parecer técnico apresentados ao Conselho Municipal de Transporte de Teresina especificam a inflação acumulada no ano, que foi de 4,31%, INPC de 4,48% e a variação do preço do litro do diesel acumulado em 2019, que foi de 10,56%.  Além desses índices que entram nos custos da planilha, tem sido verificada uma queda de cerca de 10% na quantidade de passageiros no sistema.

 

Decreto tarifa 2020