Strans interditará vias durante Carnaval para festas dos blocos de rua

Neste período carnavalesco muitas vias de Teresina estarão interditadas devido às festas dos blocos de rua. Para dar mais segurança e conforto ao folião, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) contará com equipes de agentes que estarão dando apoio na orientação do trânsito nos bairros da capital.

Confira os dias, locais e horários em que acontecerão as interdições:

Sábado

Bloco Sanatório Geral – interdição no acesso a Rua 24 de Janeiro das 14h às 23h

Bloco Capote da Madrugada – interdição na Avenida Dom Severino entre a Rua Sabá Said e Avenida Presidente Kennedy das 14h às 00h

Domingo

Bloco um Dedin de Paçoca – interdição nas quadras 29 e 30 no bairro Saci das 8h às 22h

Bloco Barão de Itararé – interdição na avenida principal do Dirceu das 17h às 20h

Bloco Tomar Gagau – interdição nas quadras 138 e 139 das 17h às 20h

Bloco Pinto da Morada – interdição na Rua Orlando Carvalho das 16h às 00h

Segunda

Bloco Vaca Atolada – interdição nas principais ruas dos bairros Matinha, Pirajá e Vila Operária das 16h às 00h

Bloco Os Caça Cachaça – interdição nas ruas do entorno da praça do bairro Água Mineral às 16h

Bloco do Residencial Folia – interdição na Rua Meridiano, bairro Cidade Jardim, das 12h às 21h

Terça

Bloco Tomar Gagau – interdição nas quadras 138 e 139 das 17h às 20h

Caminhada na Avenida Boa Esperança – interdição do Encontro dos Rios ao Bar da Dea.

Bloco Carnafolia – interdição nas ruas Jandaíra e Hortolândia das 8h às 20h

Programa Transporte Eficiente vai aumentar atendimento de cadeirantes

Com o funcionamento de 17 microônibus  para o programa Transporte Eficiente, que atende cadeirantes em deslocamentos pela cidade, Teresina aumenta a capacidade de atendimento, passando de 160 para 200 pessoas por dia. Esse crescimento é devido aos quatro veículos adquiridos e entregues na manhã desta quinta-feira (20) pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho, na sede da Superintendência Municipal de Transportes Trânsito (Strans). Na capital, é maior o número de pessoas com sequelas graves e que ficam com a mobilidade reduzida devido a acidentes de trânsito.

Fabíola Araújo Machado de 22 anos é estudante do curso de administração e utiliza o Transporte Eficiente há oito anos. “Uso diariamente para ir à faculdade, fazer fisioterapia e outras necessidades que eu tenho de locomoção. Gosto mais desse serviço do que os ônibus convencionais, porque tudo é executado conforme as nossas necessidades”, comenta.

O prefeito Firmino Filho adiantou que mais um veículo será adquirido ainda este ano para atender os cadeirantes cadastrados no sistema. “A Prefeitura de Teresina vai atender mais pessoas que necessitam desse serviço com a entrega desses quatro veículos novos e já estamos providenciando mais um. A frota, que era de 13 carros, vai passar para 18 veículos que darão a garantia de atendimento a mais pessoas que necessitam deste serviço essencial”, revela.

Weldon Bandeira, superintendente da Strans, destaca que o atendimento está sendo ampliado com recursos da Prefeitura de Teresina. “O investimento com recursos próprios foi de R$ 3,3 milhões, no ano passado, com o custo operacional do programa. Com os novos microônibus em operação este ano o valor deve ser em torno de R$ 4 milhões”, explica. O investimento com os quatro novos veículos entregues foi de R$ 1, 4 milhão, sendo R$ 851 mil de recursos da Prefeitura de Teresina e o complemento de emendas parlamentares.

Usuária dos veículos do Programa Transporte Eficiente, Amparo Sousa, presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (ADEFTE) e vice-presidente do Conselho Estadual  de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE/PI), celebra a conquista, que era uma solicitação das entidades. “Fizemos reunião com o prefeito com a solicitação de novos veículos e estamos sendo atendidas. Temos muito o que celebrar”, pontua.

Programa Transporte Eficiente

Cerca de duas mil pessoas estão cadastradas no programa, que funciona com agendamento pelo telefone 0800 086 3122, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. O veículo vai até o local onde usuário está e conduz ao destino todos os dias da semana, em três turnos. Nos casos de deslocamentos nos finais de semana, o usuário deverá fazer solicitação via ofício.

Terminais Rui Barbosa e Buenos Aires iniciam funcionamento no final deste mês

A partir do dia 29 de fevereiro, os usuários do transporte coletivo da capital que moram ou têm a zona Norte como parte do seu itinerário poderão utilizar o Sistema Inthegra na região. As estações localizadas nos corredores Norte e os terminais Rui Barbosa e Buenos Aires estarão disponíveis para a população.

O Terminal de Integração Rui Barbosa está localizado na Rua Anísio Pires com a Rua Rui Barbosa com área de 8.196,40 m² e extensão da plataforma de embarque e desembarque de 90m, sendo o investimento total de R$ 3.198.040,76. Já o Terminal de Integração Buenos Aires está localizado na Avenida União com Avenida Jerumenha, com área de 7.325,27 m² e plataforma de embarque e desembarque de 120 m, sendo o investimento total de R$ 3.522.010,01. Com mais esta implantação, serão oito terminais disponíveis nas quatro zonas de Teresina: Terminal Rui Barbosa, Buenos Aires, Itararé, Livramento, Santa Lia, Zoobotânico, Parque Piauí e Bela Vista.

O superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Weldon Bandeira, enfatiza que os terminais estão sendo feitos para proporcionar conforto aos usuários do transporte público. “Com a operação dos terminais, vamos adquirir uma mobilidade mais segura e eficaz na região Norte. Nesta fase inicial contaremos com o apoio das equipes do “Posso Ajudar”, que estarão nas estações para tirar as principais dúvidas dos usuários do sistema”, explica.

Weldon reforça, ainda, que todos os terminais possuem bicicletário para atender as necessidades das pessoas que têm a bicicleta como meio de locomoção. “A zona Norte é a região da cidade com mais pessoas que têm a bicicleta como meio de locomoção e esse público será bem atendido com a disponibilidade dos bicicletários nos dois terminais”, acrescenta o superintendente.

O gerente de Planejamento da Superintendência Municipal  de Transportes e trânsito (Strans), Denilson Guerra, esclarece que além tornar o transporte coletivo na região mais ágil, o Sistema Inthegra também preza pela acessibilidade. “Com o início do Sistema Inthegra na região Norte, o tempo de locomoção será reduzido. Além disso, é importante reforçar que os terminais foram construídos respeitando a Lei da Acessibilidade, que atenderá bem as pessoas com deficiência”, reforça.

Denilson ressalta que para utilizar o benefício da integração as pessoas precisam ter o cartão eletrônico. “Os usuários devem utilizar o cartão eletrônico para conseguir integrar e assim se deslocarem até outros bairros pagando apenas uma passagem”, informa o gerente.

Com o início da operação, devem passar, diariamente, cerca de 20.700 mil passageiros no Terminal Rui Barbosa e 17.300 mil passageiros no Terminal Buenos Aires. Sendo quatro linhas alimentadoras e três troncais no Rui Barbosa e quatro linhas alimentadores e quatro troncais no Buenos Aires. Além da linha interterminal, que conectará os dois terminais, totalizando aproximadamente 80 veículos.

Confira  aqui as adaptações nas linhas.

Foto: Renato Bezerra

 

Novo semáforo funcionará na Avenida Marechal Castelo Branco a partir desta terça (18)

Um novo semáforo começará a funcionar nesta terça-feira (18), no cruzamento da Avenida Marechal Castelo Branco com a Rua Prof. Lídia Cunha. O sinal permitirá que os condutores façam a conversão à esquerda com mais segurança. A implementação do equipamento foi um pedido da população.

A assessora técnica da Strans, Ananda Patrícia, explica que foram feitos estudos no local para verificar a viabilidade da solicitação da população.

“Sempre que recebemos uma solicitação, vamos até o local para fazer uma análise e ver se é realmente possível fazer o que a população está pedindo. No caso do semáforo da Marechal Castelo Branco, vimos que era viável colocá-lo para melhorar a conversão à esquerda. O equipamento dará mais segurança para os condutores e organizará o trânsito”, conta.

Os condutores que trafegam pela Avenida Marechal Castelo Branco, sentido Sul/Norte, poderão seguir em frente ou fazer a conversão à esquerda para acessar a Rua Prof. Lídia Cunha. Os veículos devem entrar na faixa para fazer a conversão corretamente.

Ponte da Amizade será interditada a partir desta sexta no sentido Teresina para Timon

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) interditará a Ponte da Amizade, no sentido Teresina-Timon, nesta sexta-feira (14), a partir das 17h; no sábado (15), também a partir das 17h; e no domingo, o bloqueio será a partir das 15h, sendo liberado o tráfego por volta das 4h da manhã. Os bloqueios acontecerão devido ao pré-carnaval da região, o Zé Pereira de Timon.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que os condutores podem transitar por vias alternativas enquanto a ponte estiver bloqueada.

“Os condutores podem pegar vias alternativas, como a Ponte Metálica e a Ponte da Tabuleta. É importante planejar a rota antes de se deslocar para evitar aborrecimentos. Vamos ter que fazer o bloqueio porque a festa acontecerá na Avenida Piauí, via onde os veículos saem quando cruzam a Ponte da Amizade”, esclarece o gestor.

Definidos pontos de estacionamento no dia do Corso

Já estão definidos os pontos de serviços de táxi e mototáxi durante a realização do Corso de Teresina, que acontece neste sábado (15), na Avenida Raul Lopes. As pessoas que necessitarem desse tipo de transporte, poderão procurar pelos pontos específicos, que são estratégicos para o deslocamento.

Não haverá vagas específicas para carros particulares, mas podem ser utilizadas ruas perpendiculares à Avenida Raul Lopes. A recomendação é que as pessoas evitem esse transporte pelas dificuldades de estacionamento.

O gerente de Operação e Fiscalização da Strans, Denis Lima, esclarece que os pontos de táxi e mototáxi são definidos para facilitar a saída dos veículos para todas as áreas da cidade. “Estamos orientando as pessoas a optarem pelo uso de táxi, mototáxi ou transporte coletivo para ir para o evento, pois é mais seguro e evita outros problemas”, acrescenta.

Quanto ao transporte por aplicativo, a legislação diz que é um serviço particular e não pode ter vagas determinadas. “A Lei 13.640 de marco de 2018, especifica no Art. 4º, inciso X – transporte remunerado privado individual de passageiros: serviço remunerado de transporte de passageiros, não aberto ao público, para a realização de viagens individualizadas ou compartilhadas solicitadas exclusivamente por usuários previamente cadastrados em aplicativos ou outras plataformas de comunicação em rede”.

Pontos para táxi e mototáxi no Corso:

Avenida Elias João Tajra (entre Rua Demerval Lobão e Avenida Raul Lopes).
Avenida Universitária próximo a ADUFPI.
Avenida Dom Severino próximo a alça de acesso da Ponte Estaiada.
Avenida Petrônio Portela, próximo a alça da ponte da Primavera.
Avenida Raul Lopes, próximo ao Pintos Shopping e à rotatória do Parque Potycabana.

Linhas de ônibus mudarão itinerário durante o Corso

Com a interdição de vias para a realização do Corso de Teresina, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizará desvios no itinerário de quatro linhas de ônibus que passam pelo entorno da Avenida Raul Lopes e seus acessos. As mudanças acontecem neste sábado (15), nas linhas 563 e 365, a partir das 6h, e vias Shopping Norte/Sul e Sudeste, a partir das 12h. A circulação dos ônibus voltará ao normal assim que as vias forem liberadas.

As linhas 563 e 365 deverão utilizar a Ponte Estaiada, usando a Avenida Ininga para retornar para a Avenida Universitária. A linha Via Shopping Norte/Sul deverá acessar a Rua Lima Rebelo e retornar pela Avenida João XXIII, já a linha Via Shopping zona Sudeste irá acessar a Avenida Raul Lopes pelo Teresina Shopping na volta do Centro.

O diretor de Transportes Públicos da Strans, Adriano Barreto, assegura que os itinerários estão sendo modificados para garantir a fluidez das rotas do transporte público. “Queremos evitar possíveis transtornos e estaremos fiscalizando o cumprimento desses itinerários”, completa Adriano.

Agentes de trânsito estarão hoje (12) nas proximidades do Albertão

Equipes de agentes de trânsito estarão na noite de hoje, 12, em vias próximas ao estádio Albertão, a partir das 20h, para o início do jogo e às 23h, no final da partida, entre os times do Altos-PI e Vasco da Gama. O jogo é às 21h30min, na estreia pela Copa do Brasil 2020. Para uso das dependências do estádio estão liberados 13.500 lugares.

Os agentes atuarão no cruzamento das avenidas  Barão de Castelo Branco com Gil Martins, no cruzamento das avenidas Miguel Rosa com Gil Martins e também no cruzamento da avenida Gil Martins com a rua Motorista Joca, próximo ao prédio da Fiepi.

O gerente de operações e fiscalização da Strans, Denis Lima, cita que o horário mais crítico é na dispersão dos torcedores. “No final da partida a aglomeração de carros e pessoas é muito grande e todos devem ter tranquilidade, aguardando a sua vez de passarem nos cruzamentos evitando provocar acidentes”, alerta.

Strans vai interditar vias a partir das 14h no dia do Corso

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai interditar, a partir das 14h deste sábado (15), várias vias na região onde acontecerá o Corso. Um total de 78 agentes de trânsito estarão participando da operação em onze pontos no entorno do evento.

O percurso do Corso inicia às 17h deste sábado na Avenida Raul Lopes, no sentido norte/sul, até a rotatória da Potycabana, que será o local de dispersão dos caminhões.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que as interdições são para garantir a segurança dos condutores e uma melhor fluidez do tráfego. “Todas as equipes estarão trabalhando com os vários órgãos envolvidos para proporcionar segurança da população no evento e no entorno. É uma ação que foi bem planejada e será executada de forma integrada com a Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e outros órgãos”, diz.

O diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, informa que este ano será garantida a entrada e saída de moradores de um condomínio próximo ao evento. “Esse espaço terá a implantação de um gradil que permitirá a entrada e saída de veículos para atender a necessidade de locomoção dos moradores entre a garagem até um posto de gasolina localizado na Avenida Universitária”, informa.

Confira abaixo os pontos que serão interditados:

Ponte da Primavera (nos dois sentidos)

Avenida Raul Lopes (nos dois sentidos entre o setor de esportes da UFPI e rotatória da Potycabana)

Avenida Raul Lopes x Rua José Paulino

Avenida Raul Lopes x Rua Cel. Costa Araújo

Avenida Raul Lopes x Rua Ind. José Camilo da Silveira

Avenida Raul Lopes x Rua Anfrísio Lobão

Avenida Raul Lopes x Rua Des. Manoel Castelo Branco

Avenida Raul Lopes x Rua Senador Cândido Ferraz

Avenida Raul Lopes X Rua Júlio Mendes

Rua Marcos Parente x Rua Elias João Tajra

 

Pesquisa revela que 78% dos usuários de ônibus aprovam estações no canteiro da Frei Serafim

Pesquisa feita com usuários de transporte público na Avenida Frei Serafim revelou a opinião da população sobre as estações de ônibus no canteiro central. De acordo com os resultados, 78% dos usuários acreditam que as atuais paradas devem ser substituídas pelas novas estações.  O levantamento foi feito pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) em parceria com a Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN).

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 a 31 de janeiro de 2020, quando foram entrevistadas 302 pessoas em pontos de ônibus distribuídos pela Avenida Frei Serafim. O objetivo era identificar a avaliação dos usuários que utilizam o transporte na avenida, principal corredor de transporte público da cidade, e sua opinião sobre as alterações propostas pelo poder público.

De acordo com a pesquisa, 85,1% das pessoas acham que as calçadas e os pontos de ônibus atuais da avenida Frei Serafim não comportam todos os passageiros que passam por ali diariamente, e 94,4% dos entrevistados reforçam que as paradas e calçadas não protegem a população do sol e chuva. É neste cenário que a maioria dos entrevistados acredita que implantar as estações no canteiro central é uma solução para melhorar o conforto das pessoas que utilizam o transporte público.

Para 63,2% dos entrevistados, as estações instaladas em meio à arborização do canteiro favorece o conforto dos usuários e 66,6% consideram que é mais seguro fazer o trajeto de chegar e sair das estações pelo canteiro central ao invés das calçadas.

Questionados sobre quais seriam os pontos positivos das estações no canteiro central, os entrevistados apontaram principalmente o conforto e a proteção de fenômenos naturais, como sol e chuva. Perguntados sobre pontos negativos, 11,6% afirmaram que as estações afetariam a paisagem natural. No entanto, 71,9% disseram acreditar que as estações irão melhorar a paisagem da via.

De acordo com a secretária executiva de planejamento urbano, Jhamille Almeida, foi percebida através dessa pesquisa a importância das estações de ônibus na Avenida Frei Serafim. “Após a pesquisa podemos confirmar que mais de 60% dos entrevistados entenderam que a construção das estações de ônibus irá trazer conforto, segurança e acessibilidade para os usuários de ônibus e, urbanisticamente falando, as estações são um excelente projeto, onde não irá ser retirada nenhuma árvore e não irá diminuir o tamanho do canteiro central”, informou a secretária.

O projeto

As estações de ônibus da Avenida Frei Serafim foram projetadas visando manter a preservação do patrimônio histórico e ambiental da mais importante via da cidade. O modelo foi pensado especialmente para o espaço e é diferente das demais estações do Inthegra, sistema de integração de transporte público.

Na Frei Serafim, os abrigos ficarão recuados e suspensos alguns metros acima do canteiro, em uma plataforma metálica fincada em apenas um ponto, causando pouco impacto. De acordo com o projeto, além de recuados, os abrigos das estações serão construídos com material mais leve, sem alvenaria. A estrutura será de vidro e metal, mantendo a visão do entorno.

Além disso, nos pontos em que os abrigos se localizarem próximos às árvores, o teto será vazado, de forma que a copa possa crescer por cima da instalação. Assim, se mantém a arborização e a sombra para os usuários do transporte público e pedestres passando pelo canteiro central.

Ascom/Semplan