Strans interditará vias durante Carnaval para festas dos blocos de rua

Neste período carnavalesco muitas vias de Teresina estarão interditadas devido às festas dos blocos de rua. Para dar mais segurança e conforto ao folião, a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) contará com equipes de agentes que estarão dando apoio na orientação do trânsito nos bairros da capital.

Confira os dias, locais e horários em que acontecerão as interdições:

Sábado

Bloco Sanatório Geral – interdição no acesso a Rua 24 de Janeiro das 14h às 23h

Bloco Capote da Madrugada – interdição na Avenida Dom Severino entre a Rua Sabá Said e Avenida Presidente Kennedy das 14h às 00h

Domingo

Bloco um Dedin de Paçoca – interdição nas quadras 29 e 30 no bairro Saci das 8h às 22h

Bloco Barão de Itararé – interdição na avenida principal do Dirceu das 17h às 20h

Bloco Tomar Gagau – interdição nas quadras 138 e 139 das 17h às 20h

Bloco Pinto da Morada – interdição na Rua Orlando Carvalho das 16h às 00h

Segunda

Bloco Vaca Atolada – interdição nas principais ruas dos bairros Matinha, Pirajá e Vila Operária das 16h às 00h

Bloco Os Caça Cachaça – interdição nas ruas do entorno da praça do bairro Água Mineral às 16h

Bloco do Residencial Folia – interdição na Rua Meridiano, bairro Cidade Jardim, das 12h às 21h

Terça

Bloco Tomar Gagau – interdição nas quadras 138 e 139 das 17h às 20h

Caminhada na Avenida Boa Esperança – interdição do Encontro dos Rios ao Bar da Dea.

Bloco Carnafolia – interdição nas ruas Jandaíra e Hortolândia das 8h às 20h

Programa Transporte Eficiente vai aumentar atendimento de cadeirantes

Com o funcionamento de 17 microônibus  para o programa Transporte Eficiente, que atende cadeirantes em deslocamentos pela cidade, Teresina aumenta a capacidade de atendimento, passando de 160 para 200 pessoas por dia. Esse crescimento é devido aos quatro veículos adquiridos e entregues na manhã desta quinta-feira (20) pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho, na sede da Superintendência Municipal de Transportes Trânsito (Strans). Na capital, é maior o número de pessoas com sequelas graves e que ficam com a mobilidade reduzida devido a acidentes de trânsito.

Fabíola Araújo Machado de 22 anos é estudante do curso de administração e utiliza o Transporte Eficiente há oito anos. “Uso diariamente para ir à faculdade, fazer fisioterapia e outras necessidades que eu tenho de locomoção. Gosto mais desse serviço do que os ônibus convencionais, porque tudo é executado conforme as nossas necessidades”, comenta.

O prefeito Firmino Filho adiantou que mais um veículo será adquirido ainda este ano para atender os cadeirantes cadastrados no sistema. “A Prefeitura de Teresina vai atender mais pessoas que necessitam desse serviço com a entrega desses quatro veículos novos e já estamos providenciando mais um. A frota, que era de 13 carros, vai passar para 18 veículos que darão a garantia de atendimento a mais pessoas que necessitam deste serviço essencial”, revela.

Weldon Bandeira, superintendente da Strans, destaca que o atendimento está sendo ampliado com recursos da Prefeitura de Teresina. “O investimento com recursos próprios foi de R$ 3,3 milhões, no ano passado, com o custo operacional do programa. Com os novos microônibus em operação este ano o valor deve ser em torno de R$ 4 milhões”, explica. O investimento com os quatro novos veículos entregues foi de R$ 1, 4 milhão, sendo R$ 851 mil de recursos da Prefeitura de Teresina e o complemento de emendas parlamentares.

Usuária dos veículos do Programa Transporte Eficiente, Amparo Sousa, presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Teresina (ADEFTE) e vice-presidente do Conselho Estadual  de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONEDE/PI), celebra a conquista, que era uma solicitação das entidades. “Fizemos reunião com o prefeito com a solicitação de novos veículos e estamos sendo atendidas. Temos muito o que celebrar”, pontua.

Programa Transporte Eficiente

Cerca de duas mil pessoas estão cadastradas no programa, que funciona com agendamento pelo telefone 0800 086 3122, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h. O veículo vai até o local onde usuário está e conduz ao destino todos os dias da semana, em três turnos. Nos casos de deslocamentos nos finais de semana, o usuário deverá fazer solicitação via ofício.

Novo semáforo funcionará na Avenida Marechal Castelo Branco a partir desta terça (18)

Um novo semáforo começará a funcionar nesta terça-feira (18), no cruzamento da Avenida Marechal Castelo Branco com a Rua Prof. Lídia Cunha. O sinal permitirá que os condutores façam a conversão à esquerda com mais segurança. A implementação do equipamento foi um pedido da população.

A assessora técnica da Strans, Ananda Patrícia, explica que foram feitos estudos no local para verificar a viabilidade da solicitação da população.

“Sempre que recebemos uma solicitação, vamos até o local para fazer uma análise e ver se é realmente possível fazer o que a população está pedindo. No caso do semáforo da Marechal Castelo Branco, vimos que era viável colocá-lo para melhorar a conversão à esquerda. O equipamento dará mais segurança para os condutores e organizará o trânsito”, conta.

Os condutores que trafegam pela Avenida Marechal Castelo Branco, sentido Sul/Norte, poderão seguir em frente ou fazer a conversão à esquerda para acessar a Rua Prof. Lídia Cunha. Os veículos devem entrar na faixa para fazer a conversão corretamente.

Semáforo para conversão à esquerda reduz riscos de acidentes na Marechal Castelo Branco

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) irá instalar um semáforo no cruzamento da Avenida Marechal Castelo Branco com a Rua Prof. Lídia Cunha. O sinal permitirá que os condutores façam a conversão à esquerda com mais segurança. O funcionamento está previsto para quarta-feira (12).

De acordo com a assessora técnica da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito, Ananda Patrícia, a intervenção foi um pedido da população, que foi atendido após estudos de viabilidade no local.

“Quem mora e trafega pelo local vinha pedido esse semáforo. Uma equipe foi até  a avenida e constatou que seria possível fazer a instalação. A obra para a implementação do aparelho está sendo executada e, em breve, o aparelho começará a funcionar”, explica.

Os condutores que trafegam pela Avenida Marechal Castelo Branco, sentido Sul/Norte, poderão seguir em frente ou fazer a conversão a esquerda para acessar a Rua Prof. Lídia Cunha. A assessora lembra que os veículos devem entrar na faixa para fazer a conversão corretamente.

“Nós lembramos que para ter mais segurança, o condutor deve entrar na faixa em que realizará a conversão e respeitar as indicações do semáforo. Assim, quem seguirá em frente estará com as outras faixas livres para prosseguir. O fluxo do tráfego melhora bastante com essas medidas”, declara.

Reajuste da tarifa de ônibus será abaixo da inflação e valor fica R$ 4,00 inteira

O prefeito Firmino Filho assinou nesta sexta-feira (31) o decreto que definiu o novo valor da tarifa de ônibus em Teresina. A passagem inteira será R$ 4,00 e a estudantil, de R$ 1,35.  O reajuste foi de 3,89%, índice abaixo da inflação, que ficou em 4,31%, e menor que o valor apresentando na planilha ao Conselho Municipal de Transporte. Os novos valores passam a vigorar a partir desta segunda-feira (3) de fevereiro.

O decreto ressalta que o reajuste foi necessário para manter o equilíbrio do sistema de transporte coletivo. Em reunião realizada esta semana, o Conselho de Transporte havia analisado o estudo tarifário do transporte público, que apontou a necessidade de um reajuste no percentual de 9,59%, o que elevaria o valor da passagem inteira para R$ 4,22, e para R$ 1,40 a de estudante.

O superintendente municipal de Transportes e Trânsito, Weldon Bandeira, explica que o valor da tarifa do transporte coletivo em Teresina poderia ser menor se houvesse, por parte do Governo do Estado, a isenção do ICMS sobre os combustíveis e do IPVA sobre os veículos.

A passagem poderia ser algo em torno de R$ 3,60 se acontecesse o mesmo que em outros lugares, onde existe a isenção de ICMS, que aqui é de cerca de 31%. Os custos dos combustíveis representam cerca de 25% do preço da tarifa. Em Teresina, os valores com mão de obra, juntamente com os encargos, compõem cerca de 50% do preço da tarifa. Em outras cidades, esse custo está, em média, em torno de 38%”, afirmou.

Ele informa que, em 2019, a Prefeitura de Teresina subsidiou o custo do sistema com aproximadamente R$ 8,2 milhões. “Lembramos que os estudantes presentam 26,77% do total de pagantes e ainda têm a gratuidade,  que é de 15,29%”, acrescentou.

Os dados do parecer técnico apresentados ao Conselho Municipal de Transporte de Teresina especificam a inflação acumulada no ano, que foi de 4,31%, INPC de 4,48% e a variação do preço do litro do diesel acumulado em 2019, que foi de 10,56%.  Além desses índices que entram nos custos da planilha, tem sido verificada uma queda de cerca de 10% na quantidade de passageiros no sistema.

 

Decreto tarifa 2020

Conselho Municipal de Transporte analisa estudo tarifário de passagens de ônibus

 

O Conselho Municipal de Transporte Coletivo de Teresina (CMTP) esteve reunido na última terça-feira (28) na sede da Strans para avaliar o estudo tarifário do transporte público. Conforme os dados apresentados, a proposta aprovada é de um percentual de 9,59% sobre o valor da tarifa vigente, que passaria de R$ 3,85 a passagem inteira para R$ 4,22 e a de estudante de R$ 1,28 para 1,40.  A passagem de estudantes equivale a 1/3 do valor da passagem inteira.

O Conselho referendou o estudo e os dados serão apreciados pelo prefeito Firmino Filho que irá decretar o valor real das tarifas inteira e de estudante para o ano de 2020. O estudo apresentado ao Conselho consta dados do custeio do transporte público, índices da inflação e metodologia dos cálculos da tarifa.  O CMTP é composto por representantes da sociedade (usuários, moradores, estudantes), empresas operadoras, taxistas, mototaxistas, transporte alternativo e o poder público municipal.

Para Trajano Paulo, presidente do Sindicato dos Permissionários de Transporte Alternativo de Teresina (Sintrapi), existe a necessidade de reajuste para manter o equilíbrio do sistema. “Existem custos com manutenção de veículos, despesas com pessoal e combustível. É um processo natural que tenha um acréscimo no valor das passagens”, argumenta.

Lidiane Oliveira, que representa a Secretaria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres (SMPM) no Conselho Municipal de Transportes, destaca que, ao analisar os dados do estudo, compreende que o aumento é algo natural. “A planilha está com dados bem claros dos valores apresentados para o cálculo. Existe o contexto econômico e em virtude desse cenário de inflação e de custos com o serviço justifica a necessidade de reajuste da tarifa. Esperamos que chegue a um consenso razoável”, diz.

Weldon Bandeira, superintendente da Strans, destaca que essa medida é necessária para manter o equilíbrio do sistema.  “Reajuste de tarifa é previsto conforme cláusula contratual. Esse índice seria o máximo para que não houvesse subsídio por parte da Prefeitura”, diz.

Ele ressalta ainda que a Prefeitura de Teresina fez investimentos no sistema de transporte coletivo e atualmente não se observa congestionamento com ônibus por conta dos corredores e faixas exclusivas, cita também o conforto nas estações climatizadas, segurança nos terminais de integração e que já existem 98 ônibus que fazem o deslocamento entre os terminais e o centro, todos com ar condicionado. “Até 2022 todos os ônibus que fazem esse trajeto serão climatizados, conforme consta em contrato”, finaliza o gestor.

Strans inicia vistoria de transportes escolares para renovação da permissão

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) iniciará as vistorias nos transportes escolares durante todo o mês de janeiro de 2020. O objetivo é garantir o transporte seguro de crianças e adolescentes. Em Teresina, 36 veículos prestam esse tipo de serviço na capital.

O Gerente de Licenciamento e Concessão, Rômulo Rêgo, explica que os condutores devem comparecer na Strans com os documentos pessoais e do veículo para dar início ao processo de vistoria.

“O processo de renovação da permissão começará no dia 2 de janeiro e vai até o dia 31 deste mesmo mês. No processo de vistoria analisamos tanto a documentação do carro como as suas condições físicas. Então, verificamos os itens de manutenção, a qualidade do veículo, se possui amassaduras, se está limpo e com os itens de segurança, como cintos e extintor de incêndio. Também verificamos os freios, a parte de iluminação, e outros”, esclarece o gestor.

Quando a vistoria é realizada e não é detectado nenhum problema, a superintendência autoriza a renovação da licença. O motorista recebe uma permissão que tem validade de seis meses.

Rômulo ainda acrescenta que os condutores precisam trafegar com a permissão, para comprovar que está dentro da Lei. “Essa permissão identifica que o condutor está trabalhando regularmente e conforme a lei. Os pais podem pedir para conferir esse documento quando solicitar o serviço de transporte”, enfatiza.

Os condutores que não fizerem a vistoria dentro do prazo sofrerão uma penalidade, com aplicação de multa. A renovação da permissão é feita de seis em seis meses.

Confira os documentos necessários para a renovação:

– Requerimento reconhecido firma ou assinatura do requerente presencial no protocolo;

– Cópia da permissão original ou protocolo;

– Cópia do documento do veículo;

– Extrato de multa;

– Cópia da CNH atual com observação de apto a transporte renumerado;

– Cópia de aferição tacógrafo;

– Certidão criminal da Justiça Federal;

– Certidão criminal da Justiça Estadual 1ª instância, caso positivo, apresentar certidão criminal da Justiça Estadual 2º instância;

– Cópia certidão negativa de débito do município;

– Cópia alvará de funcionamento do município;

– Cópia de comprovante de residência;

– Declaração de inexistência de vínculo empregatício com carteira assinada e de caráter efetivo nas esferas federal, estadual e municipal.

Strans implanta duas linhas expressas de ônibus a partir de segunda-feira (23)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) implantará na próxima segunda-feira (23) duas linhas expressas de transporte público: a linha expressa 01 (Torquato Neto/Miguel Rosa) e a linha expressa 02 (Irmã Dulce/Barão de Gurgueia).  A medida é resultado da consultoria realizada pela Prefeitura de Teresina, em parceria com as concessionárias de transporte público coletivo.

O objetivo da implantação é reduzir o tempo de viagem, dando mais celeridade ao deslocamento dos usuários. Confira abaixo como serão os itinerários das linhas:

– Linha expressa 01 (Torquato Neto/Miguel Rosa): partirá do Residencial Eduardo Costa, passando pelo Torquato Neto, bairro Porto Alegre e seguirá pela BR 316 até o corredor Sul 1, que é composto pela Avenida Prefeito Wall Ferraz e a Avenida Miguel Rosa, retornando da praça João Luis Ferreira.

– Linha expressa 02 (Irmã Dulce/Barão de Gurgueia): partirá da região do Torquato Neto, passando pelo bairro Porto Alegre, Esplanada, Vila Irmã Dulce, seguindo pela Henry Wall de Carvalho, utilizando o corredor Sul 2, composto pelas avenidas Henry Wall de Carvalho e Barão de Gurgueia, retornando a Praça Saraiva.

O gerente de planejamento da Strans, Denilson Guerra, comenta que existem algumas mudanças nas linhas expressas em relação às demais que circulam na cidade.

“No caso da linha Miguel Rosa, a partir do balão da BR 316 com a Avenida Airton Sena, ela vai se deslocar sem operação de embarque e desembarque até a estação Justiça Federal, que fica na região do Bela Vista. Só depois ele passa a embarcar e desembarcar novamente os passageiros até o Centro. A linha expressa da Barão de Gurgueia fará a mesma coisa, ou seja, partirá do Torquato Neto, fará o deslocamento por todo o itinerário dentro da Irmã Dulce e ao alcançar a região da Avenida Henry Wall de Carvalho, nas imediações do Garden, fará o deslocamento até a estação do Saci, nas proximidades da Caixa Econômica Federal. A partir daí é que ele voltará a fazer as operações de embarque e desembarque”, explica o gestor.

Denilson também chama a atenção para que a população identifique as linhas que irão utilizar para evitar transtornos, uma vez que elas não terão embarque e desembarque a partir de certo ponto do trajeto.

“O usuário deve observar o nome da linha e a placa de que ele é expresso. Com isso, a pessoa deve estar ciente de que não terão operações de embarque e desembarque nesses dois trajetos que informamos. O intuito, nesse momento de reforço de operação, é fazer com que a população que vai a um destino específico faça uso dessa linha e de toda forma sobrepõe parte do trecho alimentador e troncal. Para isso, nós utilizaremos veículos semelhantes aos das linhas troncais”, pontua.

 

Novos modelos de radares estáticos começam a funcionar a partir desta quinta (28)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) começará a utilizar novos radares estáticos com proteção de metal (casulos) a partir desta quinta-feira (28). Os modelos serão colocados em canteiros centrais para não atrapalhar a travessia e o deslocamento de pedestres e pessoas com deficiência.

Durante esta semana, os dois novos equipamentos serão instalados na Avenida Valter Alencar, N° 2020; Marechal C. Branco, N° 670; Maranhão, N° 3900; Poty Velho, N° 3856; Universitária, N° 358; Aquilez Wall Ferraz, N°5184; e Zequinha Freire, N° 1700.

A gerente de gestão de trânsito, Alyne Costa, explica que os casulos foram feitos com materiais resistentes e em cor que chame a atenção dos condutores. “O novo aparelho tem uma proteção contra vandalismo, é mais resistente e fixado no chão somente durante as fiscalizações eletrônicas. Isso dá uma maior segurança para o operador do equipamento, que fica mais distante do local. Foi adotada a cor verde neon para que o equipamento tenha maior visibilidade”, afirma a gestora.

Alças da Ponte Ancelmo Dias começam a ser sinalizadas neste sábado (23)

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsitos (Strans) começará a sinalizar, a partir deste sábado (23), as alças da Ponte Alsemo Dias, zona sul de Teresina. O objetivo é melhorar o fluxo de tráfego na região e dar mais agilidade no deslocamento dos condutores.

Os veículos que trafegarem na Avenida Padre Humberto Pietro Grande para chegar à Avenida José Francisco de Almeida Neto terão acesso livre à direita, assim como aqueles que se deslocarem da Av. Padre Humberto Pietro Grande para a Gil Martins. O mesmo será permitido aos que forem da Av. José Francisco de Almeida Neto para a Padre Humberto Pietro Grande.

“As sinalizações começam no sábado e em pouco tempo estarão concluídas. Os motoristas devem ficar atentos quando tudo estiver pronto. Contamos com o apoio dos agentes de trânsito para orientar as pessoas que passarem pela região. Com essas mudanças, vamos dar mais agilidade no percurso para quem trafega pela ponte e avenidas adjacentes”, comenta o engenheiro Cássio Adler.