Aplicativo SIU Mobile auxiliará na mobilidade dos usuários de ônibus

Os usuários de ônibus da capital já podem consultar o aplicativo SIU Mobile Teresina. A nova ferramenta, que faz parte do cumprimento contratual do Consórcio Operacional SITT com a Prefeitura de Teresina, vai possibilitar o acesso em tempo real da linhas, horários dos ônibus, trajetos e paradas próximas.

O aplicativo está disponível nas plataformas Android e IOS e é mais uma opção para os usuários de transporte coletivo. O gerente de planejamento da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Denilson Guerra, explica que a ferramenta será mais uma opção para os teresinenses.

“Com o lançamento do SIU Mobile, agora os teresinenses passarão a ter três opções de aplicativos para auxiliar na mobilidade urbana. Através da ferramenta já é possível detectar a localização dos ônibus, trajetos, quadro de horário das linhas, visualizar rotas, destinos e a possibilidade de adicionar à seção “Minhas paradas”, suas paradas mais recorrentes e favoritas”, esclarece o gerente.

O coordenador técnico do SITT, Vinícius Rufino, acredita que o aplicativo vai melhorar a locomoção e logística dos usuários de transporte público da capital. “O desenvolvimento do aplicativo pelo SITT, faz parte do cumprimento da exigência do Contrato de Concessão dos Serviços de Transporte Público por Ônibus, assinado 18 de novembro de 2014 e com operação iniciada em 15 de janeiro de 2015. Acreditamos que conforme o usuário for se adaptando com a plataforma, haverá mais agilidade em sua locomoção”, enfatiza o coordenador.

Acessibilidade é destaque no SIU Mobile Teresina

Pessoas com deficiência visual podem ativar a opção acessibilidade no aplicativo, em que o sistema adequará o layout para maior compatibilidade com a ferramenta de leitura de tela do dispositivo.

Mais informações: http://www.siumobile.com.br/ 

Strans facilita expedição dos cartões de estacionamento para vagas especiais

A população agora tem mais agilidade na expedição dos cartões de estacionamento para vagas especiais. A pessoa com deficiência, que antes tinha que comparecer em algum Centro de Referência de Assistência Social (Cras) da capital, agora pode apresentar o laudo médico atualizado na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

Para a renovação e retirada do cartão pela primeira vez, os interessados precisam se cadastrar junto à Strans com a cópia da identidade, CPF, comprovante de residência atualizado e o laudo do médico atualizado com o Código de Identificação da Doença (CID).

O cartão de estacionamento especial para idoso e pessoa com deficiência foi elaborado em conformidade com as Leis Federais de Nº 9503/1997 e 10.741/2003 e a Lei Municipal Nº 3.488/2006, por esse motivo o cartão é válido em todo o território nacional.

Pessoas idosas, com deficiência e dificuldades de locomoção têm direito de estacionar nas vagas especiais em vias públicas, estabelecimentos públicos ou privados e de uso coletivo (art.24, VI CTB), nos shoppings e estabelecimentos comerciais. O cartão é emitido gratuitamente pela Strans.

Lilia Campelo, mãe do pequeno João Marcelo de cinco anos, se diz satisfeita com a facilidade para a expedição do cartão. “O procedimento sendo feito todo na sede da Strans e a aquisição do cartão na hora facilitou muito. Bastou eu apresentar um laudo médico atualizado comprovando a deficiência do meu filho e os demais documentos. Estou bastante satisfeita”, relatou a mãe.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que essas vagas só podem ser usadas mediante o uso do Cartão de Estacionamento Vaga Especial, que deve ficar no painel do veículo, em local visível. “Ao estacionar, o condutor deve colocar o cartão no painel, para que seja visível em uma possível comprovação. O uso indevido dessas vagas é uma infração gravíssima e sujeita o veículo à multa no valor de R$ 293,47 e remoção do veículo conforme o art.181, XX do Código de Trânsito Brasileiro”, pontua o gerente.

Strans faz adequações em horários das faixas exclusivas de ônibus na zona Norte

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está adequando a sinalização das faixas exclusivas de ônibus. A medida visa o compartilhamento dessas vias com outros veículos em horários permitidos e que estejam especificados nas placas de sinalização.

Nesta semana serão feitas adequações na sinalização das Avenidas Jerumenha e Engenheiro Alves de Noronha, zona Norte, com informações de horários para uso da faixa exclusivamente por ônibus e por demais veículos. Nessa avenida, será exclusiva para ônibus em dias úteis, das 6h às 19h; aos sábados, das 6h30 às 14h, e domingos e feriados é liberado para todos os veículos.

Conforme relatório quantitativo de infrações da Strans, a segunda causa de multas, com um percentual de 14,75%, é transitar na faixa ou via de trânsito exclusiva para o ônibus.

O engenheiro da Strans, Breno Leal, explica que, após estudos, foi verificada a necessidade de adequação em alguns pontos da cidade. “A prioridade é o sistema de transporte coletivo, mas é possível o compartilhamento da via por todos os veículos em alguns horários, que não gerem nenhum tipo de conflito”, enfatiza.

Strans resolve problemas de obstrução na Avenida Henry Wall

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) atendendo reclamações de moradores e de motoristas que utilizam a Avenida Henry Wall de Carvalho, bairro Angelim, zona Sul, intensificou a fiscalização nessa via, que tinha muitos caminhões estacionados de forma irregular, devido à proximidade com uma cervejaria.

Outra providência foi manter contato com a direção da empresa e foi definido um local apropriado para o estacionamento dos caminhões.

Dênis Lima, gerente de operações e fiscalização da Strans, informa que os agentes faziam a orientação para os motoristas de caminhões não estacionarem ao longo da via, mas a falta de segurança dificultava que eles estacionassem em outros locais.

A solução aconteceu quando, em contato com a empresa, foi providenciado um estacionamento seguro e acessível.  “Com essa solução a via agora está sem nenhum problema de obstrução ou engarrafamento provocado pelos caminhões. A cervejaria também está contribuindo com a melhoria do transito na via pública ao orientar que os motoristas façam o estacionamento no local correto”, diz.

Novo semáforo será implantado no bairro Real Copagre neste sábado (11)

Um novo semáforo começará a funcionar no bairro Real Copagre a partir deste sábado (11), no cruzamento da Avenida União com Rua Sotero Vaz da Silveira. A mudança é uma solicitação dos moradores da região, que repassaram a demanda para as equipes de sinalização viária da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans).

A assessora técnica da Strans, Ananda Patrícia, assegura que a implantação do semáforo vai melhorar o fluxo de veículos na região. “Desde o primeiro semestre do ano passado estamos nos reunindo com os moradores da zona Norte e uma das solicitações foi essa implantação. Após estudos, concluímos que o novo semáforo vai reorganizar o trânsito e trazer mais segurança para os condutores da região”, explica Ananda.

Outra mudança na região, que iniciou nesta sexta-feira (10), foi a retirada do semáforo no cruzamento da Avenida União com a Rua Amarante, que foi substituído por sinalizações verticais e horizontais. “Foram inseridas pinturas de parada obrigatória no asfalto, tachões e placas”, completa a assessora técnica.

Melhorias de sinalização viária na zona Norte

No ano passado, a zona Norte recebeu melhorias de sinalização viária com a mudança de sentido no binário da Avenida Jerumenha e Rua Engenheiro Alves Noronha. As vias, que antes tinham sentido sul/norte e norte/sul, passaram a ter sentido norte/sul e sul/norte, respectivamente, organizando o trânsito da região e facilitando o acesso ao Terminal do Buenos Aires, que será inaugurado neste semestre.

Trecho da Rua Rui Barbosa receberá sinalização horizontal nesta segunda-feira (13)

O trecho integrante do Corredor Norte I da Rua Rui Barbosa receberá sinalização horizontal nesta segunda-feira (13), a partir das 20h. O serviço executado será a pintura das linhas de divisão de fluxo na extensão da via entre o Terminal de Integração Rui Barbosa até a altura do cruzamento com a Avenida Alameda Parnaíba.

O assessor técnico da Strans, Breno Leal, explica que, com a finalização da parte de asfaltamento e proximidade da conclusão do corredor, os trabalhos de sinalização serão iniciados para proporcionar mais atenção e segurança aos condutores.

“Após o asfaltamento, sempre é necessário manter a via sinalizada, para preservar a segurança de quem trafega pelo local. Se não houver nenhum transtorno causado pelas chuvas, os serviços serão iniciados já nesta segunda-feira (13)”, pontua o assessor.

Breno esclarece, ainda, que os serviços serão realizados, preferencialmente, pelo período da noite, em que o fluxo de veículos é menor. “A pintura será pela parte da noite, para não haver nenhum transtorno para quem faz o percurso nos sentidos Centro/Norte e Norte/Centro diariamente”, assegura.

Strans disponibiliza serviço de educação no trânsito

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) desenvolve o projeto Stransformando para atender empresas, organizações não governamentais, igrejas e outras  instituições que desejam receber atendimento com palestras educativas sobre o trânsito.

Para solicitar esse serviço é necessário enviar ofício para a Gerência de Educação de Trânsito, localizada na sede da Strans, na Rua Pedro Freitas, 1252, bairro Vermelha, zona Sul de Teresina. Para mais informações é disponibilizado o fone 3122 7635, das 7h30 às 13h30. No ano passado foram atendidas 8.525 pessoas de diversas empresas e órgãos que solicitaram esse serviço de educação no trânsito.

O projeto funciona com agentes de trânsito que se deslocam até a sede dos órgãos ou empresas que solicitam esse serviço. Na palestra são utilizados materiais didáticos que ilustram situações de infrações, acidentes e outros temas com o intuito de suscitar reflexão sobre a conduta no trânsito.

O agente de trânsito Francisco Sidney é um dos integrantes do projeto e informa que a intenção é ressaltar o comportamento correto dos condutores de veículos e as atitudes dos pedestres por meio da educação. “Nossa temática é preservar a vida e a saúde e nas palestras também exibimos vídeos que mostram a imprudência no trânsito, enfatizamos que é preciso ter muita responsabilidade nas vias e esclarecemos dúvidas sobre a legislação de trânsito. A intenção é sempre sensibilizar através da educação”, conta o agente.

Estacionar em passeios é a 12ª infração mais cometida na capital

A segurança no trânsito para pedestres está diretamente ligada à acessibilidade, sendo o passeio um dos espaços destinados à circulação exclusiva de pedestres e, em alguns casos, de ciclistas. No ano passado, a 12ª infração mais cometida em Teresina foi o estacionamento de veículos em passeios, um reflexo de que os condutores da capital ainda insistem no hábito de obstruir esses espaços.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) registrou 4.268 infrações referentes à obstrução de passeios por veículos em 2019. A infração é considerada grave, com valor de R$ 195,23.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, pontua que a população costuma confundir o que é passeio e o que é calçada. “O passeio é a parte da calçada que é separada por pintura ou alguma barreira física e deve estar sempre livre de obstruções. O estacionamento em calçadas é permitido, desde que haja um espaço destinado à circulação do pedestre, que, no caso, é o passeio”, explica Denis.

O Código de Trânsito Brasileiro, através da Lei nº 9.503/97, institui que o trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito.

Denis alerta ainda para que os condutores façam a sua parte e prezem por um trânsito justo e acessível. “Manter os passeios desobstruídos pode evitar acidentes e até mesmo salvar vidas. Se o pedestre não anda pelo passeio para utilizar a via, ele põe sua segurança em risco”, completa.

Strans solicita que mototaxistas com licença irregular renovem alvará

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está solicitando que os mototaxistas com licença irregular façam a renovação do alvará. Dos 2370 profissionais cadastrados, apenas 1730 se regularizaram no ano de 2019, o que corresponde a 74% do total.

Em 2019, o processo para renovação se tornou menos burocrático com a redução da quantidade de documentos exigidos e também do prazo de entrega do novo alvará, que antes era de 20 dias e passou a ser de apenas cinco dias.

Além do valor de R$ 169 pelo atraso da regularização, são exigidos a permissão do ano anterior, documento da motocicleta, CNH do condutor, certificado do curso de transporte de passageiro mototáxi e certidão negativa de débito da Prefeitura de Teresina.

O gerente de Licenciamento e Concessão da Strans, Rômulo Rêgo, explica que além da parte documental, também são analisadas as condições físicas das motocicletas. “Durante a renovação, é feita a vistoria da moto, com a verificação dos freios, luzes, pedais e outros componentes. Se o veículo possuir algum problema mecânico, o proprietário precisa providenciar o conserto”, diz Rômulo.

Rômulo aconselha, ainda, que os permissionários que estejam irregulares compareçam na Strans e se licenciem para evitar futuros transtornos. “É importante frisar que prorrogamos o prazo para essas renovações até setembro de 2019, e mesmo assim, muitos deixaram de comparecer”, pontua o gerente.

Atenção e cuidados no trânsito devem ser redobrados no período chuvoso

A partir do mês de janeiro começa o período chuvoso em Teresina, por isso os condutores devem redobrar a atenção no trânsito e providenciar a manutenção dos veículos. Alguns cuidados são necessários como conferir os pneus, freios, suspensão, limpador de para brisa e fazer regularmente a calibragem, além do alinhamento e balanceamento.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que durante as chuvas os condutores devem ser cautelosos no trânsito, uma vez que a visibilidade da via fica comprometida.

“Dependendo da intensidade da chuva, a visibilidade da pista fica um pouco comprometida. Por isso, é importante redobrar a atenção, diminuir a velocidade para que se tenha tempo suficiente caso seja necessário frear o veículo. Não podemos esquecer também de ligar os faróis. Essas medidas são essenciais para evitar acidentes”, afirma o gestor.

Um dos cuidados que motoristas e motociclistas devem ter também é com os pedestres. Denis Lima lembra que arremessar água e detritos nas pessoas e em outros veículos é infração de trânsito, que custa R$ 130,16.

“Infelizmente, algumas pessoas têm essa má conduta de jogar água nos pedestres e em outros veículos de propósito. Lembramos que é uma infração média e o condutor está sujeito a 4 pontos na CNH. Então, vamos respeitar quem estiver transitando pelas ruas”, declara.