Já foram visitados 5.769 domicílios da capital para a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável (PDMUS). A pesquisa faz parte da fase de levantamento sobre a mobilidade urbana de Teresina, para que sejam alcançadas melhorias na locomoção, infraestrutura e transportes da cidade.

Até o momento, foram concluídas pesquisas em mais de 40 bairros da capital e nesta nova etapa serão visitados os bairros Promorar, Distrito Industrial, Areia, Santa Cruz, Angelim, Parque Jacinta, Piçarreira, Horto, Santa Lia, Recanto das Palmeiras, Jóquei, Santa Isabel, Noivos, São João, Lot. Jardim dos Pássaros, Recanto das Palmeiras, Redenção, São Sebastião, Parque Poti, Colorado, Vila Operária, Pirajá, Matinha, Marquês, Centro, Mafuá, São Joaquim, Nova Brasil, Itaperu, Matadouro, Alvorada, Acarapé, Olarias, Aeroporto e Pirajá.

O assessor técnico da Strans, Ricardo Freitas, pontua que durante o levantamento os pesquisadores estarão fardados e identificados. “Os pesquisadores estarão devidamente fardados com boné, camiseta, crachá e anotarão os dados em um tablet. Solicitamos que a população os receba e faça sua parte para a elaboração do Plano. Assim teremos dados reais das necessidades dos teresinenses no que diz respeito à mobilidade urbana”, solicita o assessor.

Para proporcionar mais segurança aos domicílios visitados, a população pode entrar em contato com a Ouvidoria da Strans para identificar o pesquisador no momento da visita, através dos números 0800 086 3122 e (86) 3122-7600.

Sobre o PDMUS

No Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável de Teresina (PDMUS) irão constar os objetivos, metas e ações a curto, médio e longo prazo para até 20 anos e serão incluídos alguns aspectos relativos às cidades que compõem a grande Teresina. O plano deve ser transformado em Lei aprovada pela Câmara de Vereadores.

O PDMUS vai priorizar o melhor aproveitamento das vias, redução de emissão de poluentes, de consumo de combustível e a otimização do sistema de transportes e trânsito.

 

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).