Está sendo priorizada a participação dos usuários de transportes coletivos de Teresina para a elaboração do novo Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável (PDMUS), que começou a ser elaborado pela Prefeitura de Teresina.

Durante esta semana pesquisadores estão em todos os terminais para ouvir os usuários sobre a origem e destino dos deslocamentos em ônibus. Nesta quinta-feira, 28, a pesquisa acontece no Terminal Itararé e na sexta-feira, 29, no Terminal Livramento, ambos na zona Sudeste.

O objetivo da pesquisa é coletar dados quanto às origens e destinos dos usuários de transporte coletivo, número e locais de transferências e motivo de viagem. Uma atenção especial está sendo dada ao conhecimento das demandas dos usuários com deficiência ou mobilidade reduzida, como idosos, obesos e gestantes.

O assessor técnico da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Ricardo Freitas, ressalta que com a análise dos dados das pesquisas serão elaboradas propostas para o novo Plano Diretor. “Com esses dados serão elaborados os diagnósticos dos deslocamentos dos usuários de transportes coletivos a fim de elaborar as propostas de melhorias do sistema de transporte público”, diz.

Uma segunda pesquisa está sendo realizada esta semana com a contagem volumétrica classificada. Nessa pesquisa são contados os veículos que circulam em algumas vias, o objetivo é ter um conhecimento geral da circulação e dos níveis de serviço do trânsito nas vias mais significativas do sistema viário de Teresina.

Com os dados poderão ser avaliados o grau de saturação do sistema viário, identificar os pontos críticos e definir as áreas que necessitam de intervenções. Uma outra pesquisa foi realizada em domicílios, em outubro passado, para identificar os hábitos e necessidades das pessoas de uma mesma família em relação aos meios de transporte que utilizam.

Sobre o PDMUS

No Plano Diretor de Mobilidade Urbana Sustentável de Teresina (PDMUS) irão constar os objetivos, metas e ações a curto, médio e longo prazo para até 20 anos e serão incluídos alguns aspectos relativos às cidades que compõem a grande Teresina. O Plano deve ser transformado em Lei aprovado pela Câmara de Vereadores.

O PDMUS vai priorizar o melhor aproveitamento das vias, redução de emissão de poluentes, de consumo de combustível e a otimização do sistema de transportes e trânsito.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).