A educação no trânsito é uma prioridade para a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Para contribuir com a formação de novos condutores e orientar os atuais, o projeto De pais para filhos será permanente. Todo dia, quatro escolas com grande fluxo de veículos em suas proximidades serão atendidas no início da manhã, ao meio dia e final da tarde.

Esse projeto é desenvolvido com a presença de agentes de trânsito orientando os condutores a agir corretamente, não estacionar em filas duplas, nas áreas específicas para deficientes e evitar congestionamentos.

Felinto Ferro, empresário e pai de uma estudante da educação infantil, obedece às normas e segue as dicas estacionando o carro alguns quarteirões antes do prédio da escola. “Sobre esse projeto de educação, eu acho importante a Strans se preocupar em orientar os pais. Essa ação fez com que o trânsito próximo à escola da minha família ficasse mais harmônico. Sem os agentes fica muito ruim. É preciso que os condutores se conscientizem sobre as leis para que o tráfego seja mais seguro para todos”, analisa.

A Gerente de Educação de Trânsito da Strans, Samyra Motta, relata que alguns diretores de escolas e pais de alunos avaliaram que a iniciativa foi favorável à educação nas vias. “Percebemos que é positiva a continuidade das ações dos agentes de orientar os condutores. Investir em educação é essencial para a melhoria da fluidez e segurança, permitindo, assim, o direito de ir e vir de todos”, relata a gerente.

O Gerente de Operações e Fiscalização da Strans, Denis Lima, também destaca que já percebe algumas mudanças. “Com o projeto de Pais para filhos já observamos que melhorou a passagem dos veículos perto das escolas. As maiores inconveniências continuam sendo o estacionamento em fila dupla, nos locais proibidos e sobre a faixa de pedestre”, informa.

Um dos agentes de trânsito envolvidos na ação, Raimundo Nonato, aponta as principais irregularidades cometidas pelos motoristas. “É o estacionamento em fila dupla, mas a gente está tentando já há um mês fazer esse trabalho educativo e observamos que houve progresso. Porém, ainda tem pais que ainda insistem em deixar péssimo exemplo para os filhos”, diz.

A campanha também tem sinalização vertical com placas contendo frases de impacto em algumas vias. O objetivo é estimular reflexões sobre atitudes que geram bons exemplos no trânsito para os futuros motoristas.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).