A falta de atenção, estacionamentos irregulares, excesso de velocidade e a imprudência no trânsito são alguns dos motivos que ocasionam colisões entre veículos. São pequenos acidentes que geram transtorno para os proprietários e demais motoristas que circulam nas vias, uma vez que congestionamentos são formados.

A agente de trânsito Carla Sales explica que muitos acidentes poderiam ser evitados se os condutores fossem mais atentos no trânsito e seguissem as regras do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Ela ainda cita exemplos de colisões que acontecem no dia a dia.

“Recebemos, em média, 12 chamadas sobre colisões por dia, mas esse número varia. Quando chegamos ao local, avaliamos que, em muitos casos, os acidentes poderiam ser evitados. São colisões traseiras, quando o veículo da frente freia e o que está atrás desatento, avança, causando o impacto. Também tem as colisões laterais quando um motorista invade a preferencial e o outro não consegue frear a tempo. Então, são algumas situações que causam prejuízos materiais e transtornos para as outras pessoas quando temos que interditar uma via e quando se forma congestionamentos”, esclareceu a agente.

Em casos de acidentes, a população deve procurar os órgãos competentes, como Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS) e Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (CIPTRAN), para que os dados sejam coletados e a ocorrência registrada. Uma Seção de Acidentes de Trânsito foi criada na STRANS para atender estes casos. Ela funciona das 6h às 23h e a população pode solicitar por meio do número 3122-7617.

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).